Kawaikereba Hentai demo Suki ni Natte Kuremasu ka? – “Sou tarada mas sou fofa, você gosta de mim?” em tradução livre – é o romcom harém ecchi da temporada de verão de 2019. Escrevi minhas impressões sobre o primeiro volume da light novel em um artigo que você confere aqui e também farei as primeiras impressões do anime. Vamos embarcar juntos nessa aventura safadinha?

Keiki lembra cake, que é bolo em inglês, um doce que as garotas costumam adorar. Ele é um colegial cercado por beldades que a gente já sabe que estão apaixonadas por ele e vão se jogar aos seus pés, ainda que o caminho para isso não seja exatamente o mais convencional.

Tem até o advento da imouto fofa. Sim, Keiki é um siscon “leve”. É impressão minha ou esse anime só melhora? Ademais, temos a senpai peituda, a colega de classe gente fina e a kouhai loli que ele ajuda na biblioteca. Um time de belas garotas, ainda que a animação meia boca não valorize o design bonitinho, mas nada demais também.

Sim, sim, sim, HenSuki — que é o “apelido” da obra — tem fetiches para todos os gostos e um protagonista que em tudo é um adolescente normal, sem graça mesmo, mas atrai mulher como promoção em loja de calçados. É o sonho de todo jovem ter um harém, né? Mas como quase sempre nas histórias japonesas, o “herói” é denso demais para se dar conta de que as “heroínas” gostam dele.

Ele sequer tenta investir no relacionamento com alguma e quer que uma namorada caia do céu. É, eu sei, esse plot não ajuda, diria até que o mais comum é que afugente os telespectadores mais exigentes logo de cara, o problema é que mesmo os não tão exigentes devem ser afugentados porque tanto o anime é medíocre enquanto produção, quanto em execução de seu enredo. Ao menos nesse começo, mas a regra dos três episódios não vale para o anime todo, né?

Enfim, o evento que catalisa o poder de virgindade do protagonista é a confissão de uma garota misteriosa por meio de uma carta anexada não a um sapatinho de cristal, mas a uma calcinha branca. Seria essa a Cinderela dos tempos modernos? Eu não disse que esse anime só melhora?

O que se segue após esse momento inesquecível para qualquer protagonista de harém é a caçada pela Cinderela. Tem que ter um amigo para ajudar, ou atrapalhar, né? Okay, okay, o que ele diz faz certo sentido, mas será que a resposta é algo tão convencional assim?

Depois do final do episódio, que adaptou exatamente os dois primeiros capítulos do primeiro livro, tenho as minhas dúvidas. E vai um pequeno spoiler aí: até o final do primeiro livro não é revelado quem é a Cinderela, então você deve precisar ver mais que três episódios para saciar sua curiosidade.

Enfim, Keiki tem seus momentinhos com as três heroínas, a imouto deve ficar de lado ao menos por ora, e vemos um pouco a deixa que cada uma dá de que gosta dele. Contudo, elas também têm certas atitudes estranhas e a primeira a revelar sua “verdadeira identidade” é a senpai peituda.

Porque todas elas são pervertidas, taradas até demais, cada uma com um fetiche diferente, então você já deve imaginar o que vai rolar a seguir, né?

Sinceramente, não sei o que comentar mais sobre o anime. Há algo digno de nota além da minha dica de que elas dão pistas da perversão que têm? Ah, a direção e a animação foram fraquíssimas, pouco aproveitaram o já baixo potencial que a light novel dava e foi ridículo aquele encerramento.

Pior ainda a abertura, parece que não terminaram a tempo e só deixaram a música rolando enquanto eles faziam a faxina. É sério estúdio? O quão preguiçoso e medíocre esse tipo de anime consegue ser? A única coisa “legal” da obra é o quão inusitado é as garotas serem pervertidas, mas até isso pode não resultar em grande coisa, não com uma equipe de produção tão pouco criativa.

A cena final foi uma constatação disso, poderiam torná-la algo grandioso, ainda que fosse só para adornar o fetiche, mas foi tudo simples demais, como se estivessem apenas tentando adaptar tudo fielmente, cortando o que não daria tempo de colocar em tela e só.

Medíocre é a melhor palavra que define essa estreia e, apesar de gostar do “plot twist” da perversão da senpai, a baixa qualidade técnica foi a última pá de areia no caixão. Assista por sua conta e risco. A light novel até melhora um pouco, mas, com essa equipe, talvez nem isso salve o anime. Vou continuar assistindo porque eu gosto de cada coisa nessa vida…

Até outro artigo!

Essa é a imagem que o otaku mostra quando perguntam que tipo de cachorro ele quer.

  1. Avatar

    Achei meio bobinho, dava um riso de canto de boca no máximo…E para aqueles momentos, para mim, quando não tem coisa melhor para fazer e vai que fica interessante (´alert: é poco provavel….)

  2. Kakeru17

    Ouvi coisas boas sobre a progressão da novel, mas, infelizmente, com essa direção nada garante que adaptem bem mesmo se a história melhorar. Acredito que adaptem o primeiro volume ate o terceiro episódio e tem umas coisas bem inusitadas no que ocorre depois dessa parte que podem tornar os próximos episódios mais divertidos. Acho difícil, mas vai que acontece, né…

Comentários