Então é natal, e o que você fez? A Haru não fez nada, o resto até mandou bem. A verdade é que esse episódio foi bem gostosinho de se assistir, mas me decepcionou um pouco. Contudo, o comum não é que as pessoas traiam suas expectativas às vezes? Sendo assim, não me desanimo, mas fico receoso de manter esse discurso por mais tempo, de seguir reclamando que falta “ação” no anime. Sem mais delongas, vamos de Haru mamãe noel?

Relações familiares não mudam assim tão fácil, são diferentes de uma relação romântica, então imagino que não seja fácil abrir mão do convívio e da amizade que têm um pelo outro, nem para a Shinako e nem para o Rou, mas não é como se essa relação não pudesse se desgastar e se findar, não há laços de sangue, apenas afeto e costume. Eu penso que fazer isso depende da boa vontade de ambos, mas será sempre assim? Quem garante?

Por exemplo, se na festa de natal dos dois ele tentasse beijá-la, isso não provocaria um clima ainda mais estranho, e mais próximo de algo irreversível, entre os dois? Não estou dizendo que o Rou não vai ter sua chance com a Shinako (pelo contrário, acho que ele vai ter sim), só penso que não era a hora ainda. Então sim, não dá para escrever nada em pedra, só contar com o bom senso de ambos, apesar da Shinako ter tido cautela até demais…

Enfim, vai uma opinião impopular aí? Esse episódio me fez perceber que acho a Haru um pouco irritante, e nem é porque ela não fez nada quando praticamente todo episódio ela faz uma investida, é porque ela não ficou, e nem vai ficar, assim tão chateada com o Rikuo. Sei que ele não faz por mal, mas quando estamos amando somos assim tão compreensivos mesmo? Após aquela cena final esperava por uma “depressão” diferente dela.

No fim, ela seguiu como sempre, apenas se acuou, como um bicho que finalmente se deu conta da ineficácia de seu modus operandi, mas que também não sabe o que fazer e quer fazer alguma coisa. Chegamos a metade do anime e a relação dos protagonistas continua insossa. Será que levantar o tópico de amizade quando se gosta seja uma ideia plantada a fim de ser usada no futuro? Não que não será inevitavelmente, mas será com a Haru?

Digo, ela começou a se questionar sobre isso por estar claramente desanimada. O quão decepcionante seria o anime se ela fosse ladeira abaixo a partir daí faltando tantos episódios? Duvido que ela se prenda a essa amizade, então talvez nem deva me preocupar em discutir o assunto, mas, sejamos honestos aqui, é quase uma sabedoria coletiva não dita que você só consegue manter a amizade com quem nunca gostou tanto. Você concorda?

Tem pessoas que não conseguem manter a amizade mesmo com quem não gostavam tanto por n fatores e imagino que devam haver pessoas que mantêm amizade com quem um dia juraram ser os amores de suas vidas, sei que sempre existem exceções a regras, mas também sei que essas exceções meio que as confirmam, então meu ponto é que as ações da Haru e do Rikuo, obviamente dos dois, é que vão dizer o que vai ser se não for, sacou?

Não que seja improdutivo ou desinteressante refletir sobre isso. Por exemplo, não sou amigo de nenhuma ex, mas sinto que poderia ter seguido amigo de alguma, justamente por não ter gostado tanto. Contudo, tenho certeza que não teria capacidade de ter só a amizade daquela que mais gostei. Reconheço isso, é egoismo mesmo, amor, principalmente o romântico, costuma ser bastante egoísta, ao mesmo tempo em que foi melhor para ambos.

Tenho certeza que nós terminamos porque ela não queria mais, mas não sei se ela não suportaria a minha amizade. A única coisa de que tenho certeza é que a quantidade de sofrimento que eu teria se me mantivesse perto não seria pouca coisa, então no fim foi mesmo melhor que nos afastássemos. Sei que o caso da Haru não parece ter tanto a ver, ao menos não ainda, só queria expressar que penso que isso não tem como saber sem viver.

Mas você deve saber que no Japão o natal é a data dos casais, principalmente dos namorados, então nem preciso comentar o que significou o Rou e o Rikuo terem convidado a Shinako para comemorar, né? Eles tentaram dar um passo em frente na relação, ainda que no caso do Rou ele tenha dado uma disfarçada, e ela correspondeu a sua maneira, o que inclusive me leva a pensar que está nisso, jogando as duas rotas em seu otome game real haha…

Mas antes de comentar mais disso, achei bom o Rikuo ter se colocado um pouco no lugar da Haru ao folhear as fotos, assim como ter visto a pena do corvo e associado a ela, só acho que ainda foi pouco. Não foi como se ele tivesse demonstrado saudades dela e nem mais simpatia que de costume, o que me leva a crer que sim, ainda falta uma longa estrada a ser percorrida se a intenção for juntar os dois de maneira crível e emocionante.

Porque o Rikuo ainda não está verdadeiramente envolvido, apesar de eu achar que parte de sua hesitação sobre avançar com a Shinako se deva não só a seu bananismo característico, mas também a Haru ter balançado o seu coraçãozinho, ao menos um pouco. Quero acreditar nisso, mas não notei indícios. Penso até que pode chegar uma hora em que ele perceba que sua falta de atitude para com a Shinako represente que ele nem quer tanto ela.

Há amores platônicos que quando podem ganhar vida não fluem, imagino que algum leitor do blog, e certamente algum telespectador do anime, já tenha passado por isso. Eu não passei, ao menos não algo tão parecido. Enfim, zero pessoas ficaram surpresas que o Rikuo e a Shinako se aproximaram após um evento envolvendo comida e a piedade dela por ele. Nem sei o que comentar de tão repetitivo que tem ficado essa ideia sobre ela.

Afinal, quem cozinha quando quer na casa do irmão e pai do amor de infância? E isso sem obrigação. Cozinhar e cuidar são os grandes atrativos da Shinako (além de seu cabelo curto charmoso e rostinho angelical), então todo mundo já está careca de saber que ela é assim. Aliás, até estranho ela não ter um pouco mais de fãs (na verdade, só conheço eu de fã dela), enquanto pela Haru, que lambe o chão em que o Rikuo, pisa todo mundo baba…

Só observo como boa parte do público reclama de personagens “trouxas” quando se trata de romance, mas adoram uma “trouxa” se está é fofa… E olha que eu adoro a Haru também (ela ficou muito fofa de mamãe noel), é só que tento não exagerar nesse lance de querer “proteger” um personagem a qualquer custo. Sei que a Shinako é meio chatinha, mas não é como se correr atrás de quem não te dá bola tornasse a Haru tão melhor assim, né?

Eu não acho que torna, até porque, do jeito dela, a Shinako também está tentando fazer alguma coisa. Tudo bem que a festa de natal na casa do Rou nem pode ser considerada uma chance dada ao garoto, mas concorde comigo que para ela, que ainda vê ele como um irmão caçula e é uma virjona, é difícil ficar a sós com alguém que tascaria um beijo nela se ela desse uma brecha. Perdoo a Shinako fugir, só achei demais ter sido tão cedo.

Ficou parecendo que ela se incomodou com a brincadeira dele mais do que acho que ela se incomodou, mas, de toda forma, imagino que isso não vá criar problemas entre os dois, mas foi uma bela mostra para o Rou de que para ele será mais difícil conquistá-la se apelar para meios “normais”, exceto se eles namorassem após muito tempo com as aparições dela para cozinhar para ele. Eu espero que isso não ocorra, seria muito sem graça.

A vantagem que o Rou tem de conhecê-la há anos também é desvantagem dada a natureza da relação que têm, para mudar isso ele pode usar a sua arte (aliás, ela é cortejada por um fotógrafo e um desenhista, ela é quase uma musa haha), mas imagino que seja mais eficiente apelar para as emoções dela, o que sabe de sua personalidade e da criação de fatos novos que atraiam seu interesse e mudem a maneira como ela enxerga ele.

Enfim, por que ela foi ao jantar para o qual o Rikuo a convidou? Porque esse é mais um de seus “testes”, não que ela esteja jogando um otome game consciente disso. Com o Rikuo não tem uma barreira moral que a para; o Rou não é só seu amigo de infância, mas também seu aluno; então faz sentido que dê a ele chances mais claras, como imagino que possa ser esse jantar, mas o que vai sair dali, honestamente, para mim é uma incógnita.

Repetir o desfecho do episódio passado, em que ela volta atrás antes de qualquer avanço, seria muito decepcionante. Espero que não façam essa sacanagem com os telespectadores, e também não espero que aconteça o máximo que poderia acontecer, como um beijo (ninguém vai transar tão cedo nesse anime, se transar, aposta?). No máximo essa véspera de natal deve mexer com os dois, é isso que espero. Resta saber se para melhor ou pior.

Por fim, eu gostei desse episódio, mas confesso que ele me decepcionou, esperava uma reação mais obtusa da Haru (focada em sua própria insatisfação), assim como um mínimo avanço por parte do Rou. Era óbvio que os dois voltariam a bons termos, mas não que passariam uma pequena parte da véspera de natal juntos e ele teria suas esperanças trucidadas. Repare que foi mais ou menos o que rolou com o Rikuo no episódio anterior.

Legal que reclamei que a Haru é irritante, mas esperava mais incompreensão da parte dela. É que dada sua idade e aparente pouca experiência (até agora não apareceu nenhum ex-namorado, né), sua inabalável devoção pelo Rikuo me incomoda um pouco, ainda mais após tantas rasteiras que ela levou por não conseguir se aproximar de forma efetiva. Desde o bobo desafio que ela fez a sensei eu espero algo “foda” da Haru, até agora nada…

Tudo bem que ela convidou o Rikuo para o cinema, mas não lembro dela ter lucrado muito com isso, e dava para ter se aproveitado da situação (nem que fosse da culpa que ele sentiu por ter furado). Cada vez mais vejo menos potencial no que a Haru pode fazer para mudar as coisas e a gente sabe que pouco ou nada vai mudar se depender do Rikuo. Contudo, espero que o próximo episódio seja essa mudança de chave para o que penso dela.

Viu só como continuo adiando minha expectativa por “algo a mais” no anime? Ao menos no que diz respeito a Haru, porque até a “sem graça” da Shinako (opinião da qual não compartilho) tem dado o que falar ultimamente. Então não é natal, e o que você não fez? Deixar de ler meu artigo? Aí mandou bem!

Até a próxima!

  1. Avatar

    Belo post! Estou curtindo muito esse anime! Mas fico triste pela Haru. No episódio anterior os pensamentos do Rikuo me levaram a acreditar que agora que ele tem um emprego que ele realmente gosta, ele vai deixando a Shinako de lado! E assim, vendo que a Haru é quem realmente se preocupa e vai atrás dele.
    Mas nesse ep fugiu um pouco disso, ele teve uma recaída pela Shinako, mas ao mesmo tempo não deixou de pensar na Haru. Então, acredito que uma hora ele vai perceber que a Haru é quem merece o amor dele, e vai ir atrás dela! Agora, Se vai ser tarde demais, eu não sei!

    Vamos esperar pra ver!
    Parabéns pelo Blog! Gosto muito dos seus posts! Eu criei um canal no YouTube sobre animes, e ler esses blogs me ajuda a discorrer meus roteiros! No sentido de refletir sobre o que é legal de falar sobre o anime!

  2. Avatar

    O fato de não mostrar nenhum avanço seja para o bom, ou para o mal, tá me dando uma raiva já… Eu assisti direto do EP 1 até o 7. E confesso que o anime me prendeu bastante no começo, parecia que tudo tava fluindo bem, mas apenas fisicamente, pois a mentalidade de todos eles estavam estagnada. Sem perspectiva das possibilidades ou atitudes que eles poderiam tomar para enfim avançar ao próprio amadurecimento.

  3. Kakeru17

    Penso que avanços estão ocorrendo, mas com certeza a passos lentos e sem grandes definições, como só chegou na metade ainda esta em tempo, mas também tenho esperado mais dos personagens, ainda estão todos muito passivos e se isso for sinal de que tudo só vai se resolver no final, com direito a beijo na última cena, vai ser o maior clichêzão #medo
    Não que o clichê seja necessariamente ruim, mas dá para esperar algo diferente de Yesterda, né. Enfim, fico feliz que tenha gostado do anime, agradeço pelo comentário e pelo apoio, é muito importante para nós, e peço que acompanhe meus artigos daqui em diante.

  4. Kakeru17

    Acho que ainda há pouco pra gente esperar que ele esteja assim tão balançado pela Haru, mas o caminho com certeza já começou a ser pavimentado para isso, resta que mais coisas aconteçam a fim de aproximá-los (conversas, encontros, etc). Tem metade do anime para isso, né, então a gente ainda vai sofrer um pouco mais, mas tenho certeza que a Haru terá seu final feliz.
    Agradeço pelo apoio, é muito importante para o que fazemos. Espero que siga acompanhando o blog e se quiser mande o link do seu canal para que a gente dê uma conferida.

Comentários