Episódio esperançoso para quem shippa a Haru e o Rikuo, mas também para quem shippa a Shinako com ele? Esses e outros pontos comento abaixo. É hora de seguir em frente aos poucos no Anime21!

Essa história de que toda mulher vai achar um presente legal se você for sincero parece coisa de ficção, mas é um tanto verdade sim, eu mesmo maquinava presentes alternativos, e até mesmo convencionais, para as minhas namoradas com o intuito de agradá-las além do valor da coisa, pensando no valor sentimental agregado aquilo. Dei sorte que sempre tive meu esforço valorizado, mas isso não significa que namorei alguém como a Shinako.

Enfim, o presente e a sensação de envolvimento que provoca saber que você “tomou” uma primeira vez de alguém, qualquer que seja ela, motivaram a Shinako a dar outro passo, a propor uma situação que de outra forma não ocorreria. E por que não ocorreria, por que o Rikuo é um bananão? Não acho que seja só por ele ser mole, medroso mesmo, mas porque ele está confuso e, vamos ser sinceros aqui, tentar namorar estraga amizades sim.

Não que ele esteja preocupado com isso, duvido que ele vá deixar de ser amigo da Shinako independentemente do que aconteça, mas ele sabe da condição dela e teme por ela. Contudo, não é só por isso que ele se refreia de tentar algo a mais, é até mais por ele que ainda não conseguiu definir bem o que queria para agir. Na verdade, ele realmente é um bundão, mas não chega a ser um bundão nível protagonista de harém, né.

A covardia do Rikuo para avançar com a Shinako tem motivo ou pelo menos foi nisso que esse episódio me fez crer, que ele tenta deter os avanços da Haru, pois quer se envolver com a Shinako, mas no fim do dia ele não consegue. Por que a Haru já o cativou de tal forma que ele não está mais tão afim assim da Shinako? Ou será por que ele está vendo que ao paquerar com ela a coisa não está fluindo da maneira que esperava que fluísse?

Enfim, antes de voltar aos amigos de faculdade precisamos falar da Haru. Nesse episódio ela agiu mais de acordo com sua personalidade e conseguiu um ínfimo avanço com o Rikuo, ou que nos parece ínfimo pela forma que ele reagiu a situação, já que acho que o carinho e a dedicação da Haru cativam ele, só não sei se são o suficiente para que ele olhe para ela com outros olhos. O quanto é covardia dele? O quanto é confusão? Eu não sei dizer.

Só o que sei é que ele tem medo de avançar e não fazer a coisa certa, mas não dá para saber sem ao menos tentar, concorda? Por outro lado, a Shinako está disposta a tentar e mostrou isso com mais convicção dessa vez, só que no ritmo dela, em um ritmo lento ela está descobrindo o que é gostar de alguém, e isso deve mesmo denotar certo tempo e costume, ainda mais quando seu único parâmetro é um amor platônico interrompido.

Ainda é complicado para ela dar um passo ainda mais largo, mas acho que ela conseguiria se o Rikuo se propusesse a isso também, se ele compartilhasse metade da responsabilidade de, por exemplo, beijar. Entretanto, não foi isso o que a gente viu. Aliás, a cena na casa dela foi bem bacana pelo clima que a cercou, o qual expressou o quanto a situação era desconcertante para os dois, muito porque ainda falta convicção para ambos.

Um dos dois poderia avançar em um beijo e a partir dali abrir caminho, mas se não fez é porque depende do outro, no que eu acredito ser o caso da Shinako, ou realmente só não quer aquilo, no caso do Rikuo. Ainda não quer, talvez queira em um momento futuro, mas, cá entre nós, se mesmo na situação em que estavam nada rolou é porque não vai ser assim tão simples e duvido que um relacionamento entre eles avance de toda forma.

Nada justifica a distância que ele mantém da Shinako senão sentimentos confusos que tem pela Haru. Eu ainda não enxerguei tanto motivo assim para o que ela o “deu” ser tão relevante, mas a verdade é que isso não é algo que dê para quantificar ou qualificar, né. Se for o que estou imaginando que é, então é paixão. Sendo esse o caso, todos os pequenos e bravos esforços da Haru até aqui foram essenciais para que algo brotasse nele.

Veremos se isso ganhará vida, mas se tivesse fichas para apostar eu apostaria todas no desfecho clichê, mas nem por isso necessariamente ruim, que seria o Rikuo ficar com a Haru. Aliás, dada a torcida pela Haru acho que esse seria o único final bem aceito pela maioria. Qualquer outro final denotaria uma escrita muito boa que, honestamente, não vejo há muito na série. Tirando os primeiros episódios o anime deu uma bela estabilizada…

Digo, teve ótimos momentos, mas nada muito profundo ou bem trabalhado, ao menos não no que tece ao romance, o verdadeiro foco da história. O primeiro episódio me fez enxergar um drama pesado que nunca chegou e a essa altura duvido que chegue, então nem vou dizer que o anime me decepcionou, estaria sendo leviano se cobrasse isso dele, mas penso que também não é o aspirante a obra-prima que pintei pelo começo.

Por fim, ainda falta uma penca de episódios, então quem sabe o barulho estranho na casa da Haru não seja a porta de entrada para todo esse drama que eu esperava? Espero que não seja um ladrão ou algo que atente contra a vida da garota, mas se, por exemplo, for o corvo dela, o Kensuke, e ela tiver ligado para o Rikuo para pedir ajuda, essa não seria uma forma interessante de aprofundar a relação dos dois? Conto com algo assim.

A Haru é muito fofa para só tomar pancada da vida e se o Rikuo está mesmo se deixando envolver por ela que assuma a responsabilidade e dê o passo adiante que não teve coragem de dar com a Shinako. Ele não está se resolvendo no emprego e ganhando confiança para ter relações interpessoais melhores? Sendo assim, que assuma o risco de se machucar, de viver algo, com alguém que, por sorte, está doidinha para fazer isso com ele.

Até a próxima!

  1. Avatar

    A relação de Haru e Rikuo, para ele, é apenas de cuidado como se fazem com as irmas mais velhas.Ou mesmo como qnd temos uma queda pelo professor e ele nao dá muita bola. Shinako em avançado bem mais do q Rikuo nessa relação, porem ele esbarra por ser uma bananao completo, ate mesmo o melhor amigo dando força e tals. Nesse episodio ele avançou 10%, mas poderia ter dado um beijo, mas vamos dar um credito pq creio que isso ocorrerá apenas no ultimo episodio, quem dirá uma relação sexual entre os dois. Na minha opiniao as obras de anime pecam por ter um ritmo mto lento, fantasioso e muito diferente da realidade ocidental, o que dá nos nervos….
    Concordo com vc que a historia deu uma estagnada, poderia ter tomado outro rumo, mas dpeois caiu em muitos cliches e muita enrolação.

  2. Kakeru17

    Pelo que sei o ritmo dos orientais, nesse caso os japoneses, é um tanto diferente do ritmo dos ocidentais quando se trata de romance, mas sim, animes costumam exagerar para o mal nesse aspecto. Nem acho que seja exatamente esse o caso de Yesterday, vejo sentido em ele não beijar se não tem convicção no ato, mas também veria sentido se beijasse e se arrependesse depois, então ou o Rikuo é um bananão de carteirinha ou está mexido por causa da Haru, o que o anime não dá tanto a entender. Espero que seja o segundo caso, porque se for para ele terminar com a Shinako não me parece fazer muito sentido eles não terem beijado logo nesse episódio.
    Enfim, agradeço o comentário e apesar de Yesterday ter caído de qualidade espero que ainda esteja se divertindo com o anime e continue a prestigiar os meus artigos.

Comentários