Eu já esperava um plot twist no passado do Shuichi, o que eu não esperava é um assassinato da maneira que foi feito. Até consegui enxergar um tiquinho de sentido no ato, mas, ainda assim, não curti a construção do conflito. Aliás, qual é mesmo o objetivo do Kaito? Sequer tem algum? Enfim, é hora de Gleipnir no Anime21!

Dessa vez a animação de Gleipnir se tornou instável ao ponto de conter cenas fluídas no mesmo episódio em que há cenas toscas, o que lamento, mas não me surpreende. Menos mal que não se deteriorou mais…

Enfim, o Kaito amava a Honoka, né? Foi o que entendi pelo flashback. Sendo assim, quase todas as suas ações se justificam facilmente, exceto o assassinato que cometeu. Por que não tentou conversar antes se se preocupava com a garota? A reação conformada dos amigos não levantou nenhuma suspeita nele? Eu achava que a Honoka era a louca, mas o louco era ele!

Além disso, ela não iria pedir aos amigos para ajudar o alien? Ela iria, a amiga morreu e tudo mudou? Esse episódio não se preocupou com certos detalhes que contextualizariam melhor o que foi exposto em tela e acrescento a isso o bullying sofrido pela Aiko, que foi o que mais pesou no suicídio. Era para tudo isso mesmo?

Não quero medir a dor alheia, o problema não é esse e sim a forma como o anime justificou o suicídio em duas, três cenas quando, por exemplo, os problemas da Honoka foram melhor dispostos ao longo do episódio. Inclusive, a amizade dela com a Aiko e o que sentia pelo namorado da amiga. Aliás, o Kaito a julgou mal e essa foi uma das justificativas para a atrocidade que cometeu.

Enfim, acho que teria sido melhor se a justa e forte Aiko tivesse sido uma personagem com o mínimo de profundidade a fim de justificar a desistência da vida. Mas esse foi um problema menor em comparação a reação do Naoto, do Shuichi e da Elena, pois foi a omissão deles o que entornou o caldo. Se soubesse da verdade o Kaito ainda teria matado a Honoka e teria assumido a carapuça de vilão? Duvido. Não faria sentido. Não que ele tenha feito algum…

Entendo que mesmo entre amigos existem reservas e segredos, mas nesse caso não faria sentido contar? Os quatro haviam acabado de se encontrar com um alien, poxa, se prender a convenções sociais que poderiam pilhar qualquer um era a última coisa que eu esperava que fizessem. Foi muito idiota essa omissão, até porque foi determinante para tudo.

O Kaito não conseguiu suportar a ideia da Honoka assumir a identidade de outra pessoa e namorar quem ela amava, mas se tentasse entender melhor, se fosse incentivado a refletir sobre, o sofrimento dela, é provável que não fizesse o que fez mesmo com sentimentos tão egoístas, que diziam mais respeito a felicidade dele que a dela, afinal, a matou por ela não querer mais ser ela mesma.

O Kaito foi bem egoísta, mas o modo como os amigos lavaram as mãos me incomodou até mais, porque nada explica. O Kaito não é uma vítima, com certeza não é, mas não foi só ele que fez merda ao ponto de acabar em tragédia.

Honoka e Aiko morreram, Naoto e Elena querem enfrentar Kaito e o Shuichi ainda nem lembra de nada. A Clair foi lá na escolinha reunir informações e a Chihiro vai de novo conversar com a Elena.

Como o Shuichi vai saber sobre o próprio passado não faço ideia, mas espero que ele se sinta um merda pela besteira que fez, ainda que tomar a dose do líquido preto tenha sido uma tentativa de fazer alguma coisa. Como os outros três fazem cara de sofrimento o tempo todo imagino que se culpem pela maneira esdrúxula com a qual lidaram com a situação.

Aliás, ou o Naoto é um doente ou o anime deu uma forçada com a reação dele, porque assumir que a namorada se matou e processar daquela forma não me parece muito coerente, exceto se ainda estivesse tomado pelo choque e já esperasse, mas se já esperava, por que não falou que achava que era suicídio?

O pior mesmo é que os três assumiram a mesma coisa, só o Kaito que não, então logo ele, que gostava da Honoka, era a pessoa que menos a conhecia, que não pensou na possibilidade de ela ter feito uma boa ação ao mesmo tempo em que usava a mudança de aparência como válvula de escape.

Mas não foi suficiente, o fim logo chegaria e ela ainda tentou se salvar, mas foi enforcada por esse sentimento doentio a ela direcionado. Esse flashback contando o passado do Shuichi não foi de todo ruim, apesar da reviravolta ter sido um tanto forçada (a Aiko não ter sido assassinada, mas ter se suicidado), o que pegou foi como chegaram a isso. Uma sequência de erros, alguns que não fazem sentido algum.

Até a próxima!

  1. Avatar

    Acho que foi a primeira vez que eu senti odio vendo um episodio de Gleipnir.
    foi uma mistura de “WTF??” com “nada ta fazendo sentido”.
    O Kaito se achava no direito de matar alguem que ele nem tinha certeza se tinha feito algo e ainda no final acha que tem o direito de ficar com raiva, muita raiva eu senti.

  2. Kakeru17

    Ele já fez a besteira mesmo e imagino que sinta raiva dos amigos, que não esclareceram o que achavam, mas é verdade, não tem desculpa, não faz sentido a forma como ele agiu, pelo menos não se gostava da garota e queria de alguma forma o bem dela. Foi de longe o episódio mais escroto do anime…
    Logo mais sai o final, vamos ver se ao menos o Shuichi lembra o que aconteceu.

  3. Avatar

    Nonsense total velho. Pelo amor. Confuso apressado erros grotescos de instabilidade dos traços do anime. Detestei. E o final ……. Nem sei viu…..
    Gostaria q eles tivessem aproveitado mais o anime em termos de alguns fights. Ele vai clima uma tensão e depois cai fora pq o time de Shuichi eh fraco……wtf?
    E voltamos ao drmaa inciial do anime….
    Tudo mal aproveitado.

Comentários