Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Finalmente, meus caros leitores, finalmente tivemos um episódio realmente bacana em Boruto!

Nesse quinto episódio de Boruto fomos apresentado ao tão aguardado Mitsuki, o filhinho de cobra. Confesso que de todos os personagens que já apareceram ou que foram citados em Boruto, Mitsuki era o personagem que mais esperava para ver em ação. Em Boruto: Naruto the movie, Mitsuki aparece em pouquíssimos momentos e de lá pra cá venho ansiando pela aparição do personagem no anime. E para minha alegria e creio que eu para a de alguns fãs, ele veio com tudo nesse quinto episódio!

A força de Mitsuki, sem dúvida, é esmagadora quando comparada a dos demais personagens já apresentados. Ainda não vimos o Boruto em uma verdadeira ação, nem a Sarada, mas depois do que Mitsuki demonstrou nesse episódio, acaba sendo difícil o imaginar sendo superado por eles. No mínimo, talvez apenas Inojin se iguale. Enfim. A única coisa que fica na minha cabeça é: sua força é devido a forma que ele nasceu, o modo que ele foi criado ou ambos?

Deixando o jovem Mitsuki de lado, um outro personagem que ganhou um foco maior nesse episódio foi Shino Aburame. Acho que a última vez que ele fez algo bacana foi em Naruto Clássico e desde então vinha tendo uma personalidade e uma aparição muito mais caladona. Inclusive, nesse quinto episódio, o personagem se queixa sobre sua personalidade e diz que está se esforçando ao máximo em ser um professor, retribuindo para a aldeia tudo o que ele não havia conseguido realizar antes.

Também vale lembrar que nem tudo são flores, e como estamos falando de um anime com heróis ou ninjas heróis (ou seria heróis ninjas?), precisamos de um vilão. Vilão que adivinhem? Ainda não foi revelado… em partes foi, porém o que sabemos até agora é que ele fica possuindo as pessoas da aldeia e destruindo coisas aleatórias. Não se sabe quem ele é, não se sabe os motivos de estar fazendo aquilo e nem o que diabos tem contra crianças ninjas.

Mas dos vários acontecimentos desse episódio, o que realmente me surpreendeu e me deixou espantado foram as lutas. Não apenas nesse episódio, mas em todo anime, elas  estão sendo muito bem desenvolvidas e compensando bastante a qualidade razoável da animação. O modo que equilibraram a desigualdade de forças entre alunos e professor nesse episódio foi algo óbvio de se fazer, porém não é comum um anime pegar esse caminho. Compensar diferenças de força com um trabalho em equipe bem desenvolvido é algo que não se vê tanto por aí, se tratando de séries de animes. O comum é o poder do protagonismo aparecer e/ou os personagens ganharem forças “do nada”. Pelo final que esse episódio teve, creio eu que eles irão superar o próximo desafio novamente com trabalho em equipe.

Ansioso para ver Shikadai, Mitsuki e Boruto lutando juntos?

Comentários