Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Por mais cruel que pareça, nossos heróis são meros pedaços de carne para os temíveis predadores do abismo. Entretanto, uma hora ou outra, alguém tinha que dizer a verdade a eles, e coube a lendária Ozen, A imóvel, a tarefa de mostrar da forma mais dura possível a realidade. 


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


A assustadora apito branco pôs em xeque a jornada da nossa pequena heroína, confrontando-a de todas as formas, quer seja mentindo sobre a morte da sua mãe, ou lutando contra seu companheiro e protetor Reg.

A revelação sobre o cubo foi impactante e explica a origem da criatura horripilante do episódio anterior. Além disso, mostra a verdade sobre a origem da garota. Ironicamente, o abismo, que é um lugar onde exala o cheiro de morte, deu vida a uma garotinha, graças a uma de suas relíquias. Riko é uma bênção do abismo, igual às outras criaturas que se adaptaram àquele ecossistema complexo, provando que lá não é só um lugar de morte certa.

Ainda, ironicamente, Riko está fazendo uma viagem de volta ao seu lugar de origem, pois como diz a Bíblia, do pó viemos e ao pó retornaremos. Uma vez, ela disse que o abismo dá, mas exige de volta o que é dele.

Para a garotinha foi um choque ser comparada a um pedaço de carne qualquer, mas, dentro do abismo, ela e seu companheiro são apenas isso mesmo, como havia mencionado antes. Ozen demonstrou toda a impotência e fragilidade da dupla. Pela primeira vez, Riko foi confrontada psicologicamente e se abateu por alguns minutos. Enquanto isso, Reg foi testado de outra forma.

O sentimento de ser incapaz de proteger aqueles que queremos bem é horrível. Tal impotência teve um gosto amargo para o Reg, que precisava, sim, de uma lição sobre os limites de seu poder, e sobre como usá-los.

O destino quis que Ozen reencontrasse a filha de sua discípula. Creio que ele ficaria feliz caso Riko se tornasse sua pupila, mas as circunstâncias não permitem. O máximo que a apito branco pode o oferecer é um treinamento temporário.

Tal treinamento é fundamental na narrativa da história, pois Riko e Reg não tem as mínimas condições de prosseguir do jeito que estão.

A relação de mestre e discípula, entre Ozen e Lyza, é interessante, pois ela aparenta ser do tipo de pessoa que seria a última a ter discípulos devido ao seu comportamento e a aparência assustadora. Mas o que vemos é que Ozen é uma excelente mestra. Digo isso não só por ela ter treinado uma lenda, mas pelo fato de se preocupar, à sua maneira, com a Riko e o Reg, e de ter criado e ensinado o Maruruk.

Dentro do abismo de criaturas mais ameaçadoras do que a lendária soberana imóvel, que os acontecimentos ocorridos sirvam de lição para os nossos aventureiros. E ainda falando em lições, a Ozen exagerou na maneira de como mostrar a realidade para eles, embora fosse algo necessário. Entretanto ela não sabe, por questões de personalidade, agir de outra forma. A verdade pode ser dura, em alguns casos pode chegar a ser cruel, mas tem que ser dita. Quando o Habo indicou a eles irem procurar a apito branco, ele sabia que ela seria a pessoa mais indicada para ensinar lições importantes para os protagonistas.

Por fim, foi um excelente episódio, onde teve o primeiro clímax da série, e podemos ver toda a força do Reg diante de um adversário poderoso. As dúvidas levantadas no sexto episódio foram devidamente respondidas, e surgiu uma nova. Se aquele cubo trás vida de forma temporária, como a Riko continua viva?

O artigo fica por aqui, e até o próximo!

 

 

 

Comentários