Nesse ano de 2019, o blog terá algumas colunas semanais feitas pelos nossos redatores. Esse aqui é o primeiro artigo da coluna Mangá vs Anime, onde eu comentarei sobre as diferenças entre as mídias (Mangá e/ou Light Novel para o Anime) e um pouco sobre o que acontece depois do anime com alguns spoilers. Como você, caro(a) leitor(a) pode ver, a primeira obra a ser tratada é Made in Abyss. A obra é publicada desde 2012 na revista Web Comic Ganma e escrita por Akihito Tsukushi. Teve sua adaptação para anime em 2017 contendo 13 episódios (o último episódio tem 50 minutos) e possui uma segunda temporada confirmada (sem data) e dois filmes com data de lançamento para 2019.

Ler o artigo →

Do ponto de vista geológico e biológico, o abismo é formado por várias camadas com ecossistemas distintos cuja biodiversidade é extremamente rica e fascinante. Pouco se sabe a seu respeito, visto que, se não me engano, só 10% das espécies foram catalogadas até agora. Existem também as inúmeras riquezas que atraem exploradores de todas as partes. Mas o ponto que eu quero chegar é que há muitos elementos que compõem o abismo, e alguns deles não são tangíveis aos nossos olhos.

Ler o artigo →

Ou Made in Abyss – ep 3 – Partida

A tão aguardada partida dos nossos queridos protagonistas rumo ao desconhecido chegou. Até esse episódio tivemos um prelúdio que preparou (muito bem, diga-se de passagem) o espectador para a derradeira jornada de Riko e seu companheiro Reg (Regu), onde eles desbravarão aquele temível abismo.

Ler o artigo →

Seguir em frente sem olhar para trás superando todos os obstáculos até alcançar um objetivo que está além do horizonte faz parte de qualquer jornada, quer seja aventureira, espiritual ou até mesmo pessoal. Todavia, para um explorador de cavernas, nesse anime, a situação é um pouquinho diferente devido a não ter horizonte, pois o seu mundo é vertical. Seguir em frente para um aventureiro significa descer, mas nesse tipo de aventura voltar atrás (retornar à superfície) é fundamental para sua sobrevivência.

Ler o artigo →