De tanto em tanto Bahamut tem um episódio como esse, no qual um monte de coisas pequenas acontecem, nenhuma delas afeta a história de forma particularmente significativa, mas é tudo cuidadosamente preparado para as coisas grandes que vão acontecer. E elas são tão óbvias que dói assistir – digo, é óbvio que algo vai acontecer, não necessariamente o quê. Por isso é tão divertido especular sobre Virgin Soul, o anime gosta de dar pistas e dicas para sua audiência!

A Nina havia dito ao Charioce que da próxima vez ela o visitaria em seu palácio, logo após ele dizer que  ele contaria tudo a ela num próximo encontro. E no episódio seguinte, se caso houver esse encontro, o que acontece? Haverá um baile no palácio, que o Charioce obviamente comparecerá;  o grupo mais ou menos unido agora de heróis decide se infiltrar no evento para descobrir o que o rei planeja, e a Nina, obviamente, se candidata! A menina é tanta empolgação que nem cabe mais dentro de si. Está curioso para ouvir “tudo” do Charioce? Porque eu estou, e espero ouvir logo. Mas será que Nina ou nós teremos oportunidade?

O capitão dos Cavaleiros de Ônix descobriu sobre ela – e tudo indica, sobre o relacionamento dela com o rei também. Por isso, ele tem certeza que ela vai ir atrás de Charioce cedo ou tarde. Vai ser cedo, no próximo episódio. Com certeza os Cavaleiros de Ônix estarão super atentos para derrotar o dragão vermelho, e sabem inclusive qual é a sua forma humana. Será que ela teria coragem ou condições de se transformar dentro de um espaço fechado, como, provavelmente, será o salão onde vai se realizar o baile? Ela é bastante forte em forma humana, mas é só isso. Sem sua forma draconiana não teria chance alguma contra os cavaleiros. Tentarão matá-la no ato, ou apenas capturá-la? Como irá reagir o rei?

Pra mim isso é carne podre

Eu tenho certeza que o Chariote ama Nina de verdade e não gostaria que nada ruim acontecesse a ela. Ao mesmo tempo, eu tenho certeza que ele não irá deixar nada atrapalhar seu plano, qualquer que seja ele. Se for isso que os Cavaleiros de Ônix julgarem que devem fazer, ele não irá interferir. Ele é o rei e ele é quem manda, mas a relação entre ele e o capitão claramente está além disso. O momento em que Charioce trair a confiança do capitão, ele irá perder. Os corpos dos Cavaleiros de Ônix parecem estar em estado lastimável por baixo das armaduras (e devem estar mesmo, eles não ficam sem poderes, eles caem quando a magia das armaduras é desativada), e isso com certeza tem a ver com o passado de Charioce e pode ser uma das forças que o mantém inabalável em sua trajetória. O que quer que seja, ele assumiu essa responsabilidade, os cavaleiros o seguiram e apoiaram, e ele não pode recuar agora, nem mesmo pelo amor de sua vida – que ele próprio já reconheceu ser também sua fraqueza.

O que Charioce deveria fazer? Não sei pelo que ele passa, mas não deve ser uma resposta fácil. Favaro sabe o que é não ter escolhas fáceis porque teve uma jornada inteira de escolhas difíceis só para ele próprio, durante a primeira temporada. Nenhuma escolha que ele tomou foi fácil, e, no fim das contas, ele estava ajudando o ser que iria trazer de volta o Bahamut para o mundo! A escolha final foi particularmente difícil, mesmo com a Amira pedindo e consentindo. Por isso ele entende a Nina. Ele nunca quis ser mestre de verdade dela, apenas aproveitou-se da garota para passar um tempo na vila dos dragões com casa e comida garantidas. Em particular, ele nunca quis ser mestre dela sobre tomar decisões difíceis.

Vivi para ver o Favaro dar lições de vida para alguém

Os dois ainda não sabem qual será o futuro, nem eu sei direito, porém, sei um pouquinho mais do que eles e vislumbro que não será fácil. Mas pelo fato dele ter conhecimento da situação da Nina, e porque já passou por isso antes, ele não a dedurou. Até a ajudou! Convenha: a Nina foi uma estúpida gritando daquele jeito feito a menininha que é. Pessoas ouviram, e pessoas poderiam vir com perguntas depois – e a Nina é completamente incapaz de mentir direito. Favaro gritou feito um imbecil igual a ela e tomou essa culpa para si. Se vierem perguntas, ele irá responder, com o cinismo de sempre.

Se o futuro da Nina já não fosse difícil o bastante, tem ainda o Alessand como fator de perigo: ele nunca entrou para a Ordem dos Cavaleiros de Órleans pela honra ou heroísmo. Ele sempre esteve nesse jogo pela popularidade. Com os eventos recentes, a Ordem está no fundo do poço e ele não suporta isso. Para piorar, a culpa toda é do Kaisar, o capitão – eu sei, você sabe, o Dias sabe, todo mundo sabe que o Kaisar está certo, no fundo talvez o Alessand também saiba que o Kaisar está certo, mas, em primeiro lugar ele nunca esteve nessa pelo que é certo. Cansado de fazer parte de uma organização que perdeu toda a credibilidade, ele tenta se tornar um Cavaleiro de Ônix – e é prontamente rejeitado. Mas agora ele tem uma barganha – o Kaisar vai se infiltrar no baile. O que será mais forte, sua consciência ou seu desejo? Sim, eu ainda acredito que ele tem um pouco de consciência. Mas não sei se é o suficiente.

Que diabos de plano é esse, Kaisar???

Para encerrar o artigo, a grande surpresa do episódio foi o Azazel. Ele está profundamente amargurado com seu fracasso, se sente culpado pela morte de todos aqueles demônios, especialmente aqueles de quem era mais próximos. Ele os prometeu um futuro brilhante e lhes deu a morte. Não seria estranho se estivesse com raiva da Nina também, mesmo ele estando errado por ter planejado tudo sem o consentimento dela, e por um instante achei que fosse o caso. Mas terminei o episódio com a certeza de que ele só está com raiva de si mesmo. O comportamento dele com a Nina foi o mesmo com Mugaro, e, em cena posterior, não sobrou dúvida de que Azazel não culpa Mugaro por nada e ainda o vê da mesma forma que antes – e agora ele descobriu que Mugaro é um deus! Quero dizer, espero que tenha descoberto, né? Talvez ele seja muito desligado, e ache que o moleque só mudou de cor de cabelo pra se disfarçar, ou coisa assim, mas prefiro esperar pelo melhor. Com a Nina, o único momento que ele pareceu genuinamente furioso foi quando descobriu que ela, agora, consegue controlar a transformação para dragão. Mesmo assim duvido que ele esteja com raiva dela.

A maturidade burlesca de Favaro e a honra diabólica de Azazel provavelmente são as duas coisas mais certas de Rage of Bahamut: Virgin Soul a essa altura, e podem salvar a Nina e o mundo.

Discussão