Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Nesse episódio as espiãs favoritas da temporada tiveram que lidar com um problema de gases. Elas sabem que o culpado é um militar, mas como não podem revelar o próprio rosto não podem ir até os quarteis e perguntar quem está com a mão amarela, então a estratégia escolhida é procurar pelos sinais que ficam nas roupas – você sabe, quando alguém solta gás regularmente todos os dias, vai ficar aquelas marquinhas.

A coisa é tão nervosa que uma cheiradinha pode matar. Elas estão correndo contra o tempo.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Peço desculpas pelas piadinhas da introdução. Eu só queria, sabe?, arejar um pouco. Ok, desculpa por essa também. E aproveitando que já estou pedindo clemência, me desculpe também pelo título do artigo, pois ele não é apenas impreciso, é historicamente errado mesmo. A Revolução Industrial foi uma transição que ocorreu entre a segunda metade do século 18 e a primeira metade do século 19. A Inglaterra retratada no anime está na virada do século 19 para o século 20, portanto já plenamente industrializada. Mas a “Revolução Industrial” costuma ser associada às condições de trabalho do proletariado durante toda a era do vapor, e ah, eu achei que fosse um título divertido. Até porque houve uma revolução durante o anime, não é?

Quando vi esse cara logo pensei “danou-se tudo se ele ver a Dorothy ou a Beatrice!”, mas daí lembrei que o episódio anterior é cronologicamente depois desse, então tudo bem

Quero dizer, todas as mudanças executadas pelas garotas na calada da noite na lavanderia são parte de uma evolução gigante na administração que só ocorreria durante o século 20, décadas mais tarde. Condições de trabalho? Organização? Segurança no ambiente de trabalho? Isso tudo só gasta dinheiro! Ou era mais ou menos assim que se interpretava. Veja bem, não é como se não compreendessem a utilidade de um local de trabalho seguro, mas sim apenas que achassem que, na ponta do lápis, saía mais barato deixar todo mundo se machucar ou morrer mesmo. No caso do anime, por exemplo, não é como se faltassem roupas para lavar, ou seja, a demanda estava garantida, para lucrar bastaria forçar as lavadeiras a trabalharem mais. E quem se machucasse estaria no olho da rua, que se virasse.

Mas Princess Principal nunca quis ser um retrato fiel da sociedade da época, não é? Se quiser espiões verossímeis no começo do século 20, Joker Game foi feito para você, vai lá! E note que falei verossímil, não realista, mas já deve estar de bom tamanho. Esse anime é outra pegada. Aqui a princesa do reino é uma espiã contra seu próprio reino. Sem habilidade nenhuma em espionagem, note-se. E vai para uma missão infiltrada; por que o que de mal pode acontecer se a princesa for pega trabalhando disfarçada em uma lavanderia industrial? Complete o absurdo com isso: as cinco se infiltraram. Todas as cinco, ao mesmo tempo, no mesmo lugar, de uma só vez, se apresentaram para todo mundo. O que significa que se fossem pegas, a célula de espionagem inteira iria pro espaço. Nem precisariam torturar uma delas durante o interrogatório para pegar as demais, porque todas as demais já estariam lá e teriam sido vistas por todo mundo.

Princess Principal não é um anime verossímil. É um anime legal. Um anime divertido. Um anime cool. Esse episódio foi menos cool que a média porque teve menos ação, menos espionagem, e a missão em si era bem mais low-profile. Não estavam caçando alguém do governo, buscando informações vitais ou executando uma ousada ação de contra-espionagem. Estavam só caçando Jack, o Sufocador. E quando finalmente descobriram quem ele era, ele já tinha ido atrás delas! Porque veja só, a missão delas era inútil em primeiro lugar porque ele sabe o bastante sobre com o que está mexendo pra saber que o gás nervoso deixa marcas nas roupas, então ele cuidadosamente sempre lava a própria roupa para que ninguém descubra. Ele está fazendo algo ilegal, afinal de contas! Elas nunca iriam descobrir quem ele era, mas por acidente a roupa dele foi enviada para a lavanderia e aí sim elas descobriram, mas não precisaram se preocupar em ir pegá-lo porque ele foi até elas.

Colocando dessa forma nem parece mais tão cool, suponho. Mas foi legal sim! Como eu disse, não foi propriamente um episódio sobre espionagem. A missão toda era fraca, e além de fraca era mal executada, então se já era fraca e mal executada que mal haveria em ser impossível? O episódio foi sobre como a princesa é legal com a classe trabalhadora e como todas as espiãs são bem intencionadas e competentes para ajudar a princesa a construir esse novo mundo possível. Uma lavanderia de cada vez.

Comentários