Opa! Tudo bom com vocês?

O que eu achei que seria uma mera obra (possivelmente com muitos buracos no caminho), está se tornando um anime muito bom de se ver. Apesar de ter escolhido comentar NetoJuu, de início eu não coloquei muita fé pela casualidade da obra, mas o melhor é que, a cada episódio, você nota e compreende mais do cotidiano no mundo real das personagens e até mesmo o crescimento delas nele.

O episódio da semana saiu um pouco do tema cômico para ir mais para um romântico. Claro que, sem esquecer de seu próprio ritmo, Netojuu essa semana veio com novas pecinhas que aos poucos vamos ligando.

Não posso deixar de falar o quanto a resposta da Moriko me deixou sem conseguir mensurar como será a progressão das personagens no mundo real. Confesso que eu esperava um sim, a famosa história de achar que tudo é clichê, porém diferentemente do que imaginava o anime ressaltou com a resposta dela (ainda mais) como pessoas mais introvertidas são (afinal, não é atoa que ela virou uma NEET).

Apesar de eu não ter reclamações do ritmo do anime, uma vez que desde o início eu já possuía uma rasa ideia de que seria mais lento, fico a pensar como irá ocorrer o avanço deles no mundo real, já que a oferta feita pelo Yuuta foi rejeitada. Mas muita calma nessa hora, até porque ainda temos 7 episódios pela frente.


Essa semana tivemos um episódio mais meio a meio. Metade no mundo real, e a outra no mundo online. Não sei se isso foi proposital por parte da direção, mas tenha sido ou não, deixou o episódio mais interessante de se assistir.

O anime ainda não deu um enfoque no passado de Moriko, mas em contraste à isso, através de apenas um telefonema podemos perceber o quão exausta Moriko estava. Eu particularmente, gosto dessa forma que o anime te faz tentar conectar as coisas por si só, dando dicas e ressalvando trechos anteriores aos fatos atuais. Isso tudo acaba estimulando a gente a pensar mais sobre os porquês da escolha de Moriko.

E não é diferente com o Yuuta, assim como nós, ele vem se mostrando bem interessado na Moriko e seu histórico. Não sei de que forma ou o porquê desse interesse, mas isso foi algo bem notório no episódio dessa semana.

Bom, pela própria sinopse, sabemos que a Moriko já conhece todos de sua guilda na vida real, apenas não sabe disso. Logo, podemos tentar deduzir que o atendente da loja de conveniência (Konbini Kareshi, oi?) possa ser um dos membros da guilda de Hayashi em Fruits Mer.

Indo ao universo do jogo, assim digamos, nesse episódio podemos aprender que ser uma personagem de boa aparência em jogos pode ser tão difícil quanto ser uma beldade na vida real. Graças a isso, podemos conhecer mais um pouco do lado da Lily no jogo e qual a importância do Hayashi para ela.

E parece que surgiu aí uma possibilidade de plot bem interessante (apesar de nada inovadora). Porém, aconteça ou não, não vai deixar de ser “clichê” e interessante, afinal, quem disse que só porque é clichê que não é bom, não é mesmo?

E não podemos esquecer do desfecho extremamente bonito: a parceria entre Hayashi e Lily, e a falta de controle emocional de Moriko.

Esse foi um episódio com uma divisão mais dinâmica por assim dizer, um clímax encerrado com um pedido subjetivo, porém bonito, e como sempre, muitos gifs úteis para o dia a dia. Espero você na próxima! Bye :3

Discussão