Esse episódio foi INCRIVELMENTE muito bom! De certa forma, poderia facilmente dizer que foi um dos melhores dessa temporada, em todos os sentidos diferentes. Nesse episódio tivemos de tudo: de personagem novo até Yutapon; literalmente de tudo.

Já é sabido por todos que Klauz vem de uma família nobre, e é justamente por isso que ele sempre está com um mordomo, no caso, o Gilbert. Não é de hoje que vemos pessoas nobre com mordomos, é quase que uma verdade absoluta: se você for um nobre, você terá um mordomo. Porém, esse não é o ponto que quero chegar, os mordomos que servem a família de Klauz são um tanto quanto diferentes, na verdade, são — autointitulados — “mordomos de combate”.

Sendo assim, após se machucar seriamente em uma missão, Gilbert teve que ceder seu lugar de mordomo oficial de Klauz para um jovem mordomo da família, que se chama Philip. Apesar de nunca ter ido até Hellsalem’s Lot, ele logo se “familiarizou” com o clima de lá, graças a Leo, que o ajudou lhe mostrando a cidade. Entretanto, apesar de ter se familiarizado, não é como se ele tivesse “aceitado” totalmente a cidade, dava para notar com suas caras e bocas que ele ainda estava assustado com algumas coisas.

Apesar de demonstrar certo talento marcial e grande agilidade, não é como se Philip pudesse enfrentar a sobrenaturalidade daquela cidade com as mãos nuas: apenas com “habilidades humanas”. É justamente isso que Gilbert diz para ele, pois o mesmo estava se dedicando tanto ao trabalho, que cada vez mais estava ganhando gosto por aquilo, consequentemente fazendo com que no futuro o fizesse ficar em Hellsalem’s Lot.

Não é novidade para ninguém que ser membro da Libra é algo realmente importante, pois a organização é tida como a maior de Hellsalem’s Lot — que enfrenta o “crime”, óbvio. Sendo assim, conseguir informações da organização é algo que pode movimentar milhões. Caso Philip continuasse na Libra, com seu atual nível de força e habilidade, ele facilmente seria capturado, fazendo com que informações vazassem. Aliás, e é justamente isso que acontece. Anteriormente, quando estava conhecendo a cidade com Leo, Philip acabou se envolvendo em uma briga com um monstro qualquer, fazendo com que esse monstro voltasse para se vingar dele. Após notar que ele possuía informações da Libra em seu cérebro, Philip foi sequestrado e teve seu cérebro vendido. Eu não faço ideia de como isso é possível, mas Kekkai Sensen é bizarro em vários sentidos possíveis, então, de certo modo, tudo é possível. Assim que seu cérebro foi retirado, o corpo de Philip foi enviado de volta para o prédio da Libra — como um espião — pois seu cérebro estava funcionando como uma espécie de projetor: mostrando basicamente tudo o que ele estava vendo.

Após descobrir que o cérebro de Philip havia sido roubado, Gilbert e o resto do pessoal da Libra (Leo, Zapp e o homem-peixe-que-eu-esqueci-o-nome) partiram em busca do cérebro. É importante notar que tudo isso só foi possível graças a Leo, que com seus Olhos Divinos conseguiu rastrear a exata localização do cérebro de Philip. Como ele conseguiu fazer isso apenas olhando para Philip? Não faço ideia, mas creio que isso realmente não seja algo impossível. Enfim, no fim, pudemos ver Gilbert — conhecido como uma lenda dentre os mordomos de combate — lutando a sério. No geral, ele tem um batmóvel mais mortal, além de ser um “regenerator”, uma espécie de humano com habilidades regenerativas além do normal.


  • Detalhes técnicos:

É, POIS É! Esse episódio teve a participação de ninguém menos que Yutapon! No artigo de primeiras impressões sobre essa segunda temporada, falei um pouco sobre ele, então caso tenha interesse, sugiro que leia o artigo. Enfim, sendo sincero, esse episódio foi ridiculamente bem animado. Teve 7 sakugas, sendo: uma delas de Yutapon — como já havia dito — outra de: Yuki Hayashi, Hideki Kakita, Hiromitsu Seki e Hideaki Abe. As outras duas sakugas são de animadores desconhecidos, infelizmente. Aliás, vale notar que todos esses animadores citados já fizeram outras sakugas para Kekkai Sensen, então, podemos considerar que eles sempre estarão envolvidos quando se tratar de sakugas. Outra coisa excelente desse episódio foi a trilha sonora, que novamente não decepcionou. Foi uma espécie de jazz, não? Foi incrível!

Discussão