Quando falam em frutas tropicais, a banana é uma das primeiras a ser lembrada por ser bastante conhecida. Além de gostosa, ela é também pode ter conotação sexual graças ao seu formato fálico no qual foi bem aproveitado pela personagem Miu, que soube muito bem erotizar a fruta.

Mas o que tem a ver banana com o episódio? A resposta é simples, na primeira parte do sétimo episódio, o café adotou uma temática tropical para agradar os clientes e que foi simplesmente divertido. Ver a Maika se perdendo dentro do seu próprio local de trabalho foi engraçado. 

Outro destaque dessa parte é a versatilidade da Mafuyu, que graças ao tamanho, se encaixou perfeitamente na fantasia de macaquinha, assim criando um novo personagem. A inexperiência do Akizuki com as garotas também esteve presente gerando cenas engraçadas. Aliás ele parece não conhecer a Kaho direito, pois naquela cena clássica em animes onde um homem sem querer aperta os seios de uma garota por engano, ele pensa que ela teria um comportamento tsundere, sendo que essa não é a personalidade real da personagem. Cada vez mais me convenço que os dois têm química quando juntos.

Aproveitando que eu falei da Kaho, infelizmente ela está sendo mal aproveitada no anime, a personalidade tsundere que ela interpreta poderia ter um pouquinho mais de destaque. Vale lembrar que ela ficou muito bonita depois de tomar tanto sol, e espero eu que tenham figures dela bronzeada futuramente.

Na segunda parte, outra fruta se tornou destaque, que foi o morango, ou melhor dizendo, a escassez dele. É engraçado ver o gerente agindo como um bobo só por achar que uma ida ao supermercado pode ser comparado a um encontro. Devido ao comportamento exagerado quando está com a Maika, surgiu uma das cenas mais engraçadas do episódio, que foi a prisão dele.

Ver o gerente sendo preso foi hilário

A Maika pôde brilhar, no sentido cômico, quando disputou a última caixa de morango com uma criança. Apesar da covardia, pois uma criança devido ao fato de ser frágil, certamente ganharia a disputa, e o que fez a cena ser engraçada foi que a Maika fez a criança chorar mesmo sendo gentil com a garotinha graças ao seu olhar ameaçador. Mas para o alívio de quem estava assistindo, o gerente acalmou a criança e conquistou a sua mãe com o seu cavalheirismo, e de quebra ainda ficou com os morangos.

Enquanto Maika e Dino estavam numa saga em busca de morangos, os funcionários se viraram como podiam para que os clientes não notassem a falta dessa fruta no estoque. Interessante que para os clientes não notassem que algo de errado estava acontecendo no estabelecimento, as garçonetes usaram seus personagens para convencer os clientes a não pedirem algum alimento a base de morangos. Nessa parte a Mafuyu brilhou usando toda a fofura que só uma irmãzinha tem para convencer o cliente a aceitar sugestão dela.

Cena muito engraçada

A parte onde as personagens começaram a sair de seus personagens devido ao cansaço causado por muito trabalho, foi uma introdução para que uma nova personagem pudesse surgir, e de fato no próximo episódio termos a inclusão da última personagem que se juntará ao elenco fixo da série. Essa introdução que eu citei também foi usada na inclusão da Miu, que no episódio anterior à contratação dela, focaram em algo (um doujinshi perdido) que culminou com o aparecimento da personagem. Agora no episódio mais recente focaram na enorme quantidade de trabalho das personagens para que o gerente abrisse novas vagas, permitindo a inclusão de uma nova personagem.

Por fim, espero muitas surpresas (sei que vocês leitores sabem do que estou falando) no próximo episódio.

Surprise

Discussão