Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Que episódio bão. Não foi o melhor episódio, mas ao mesmo tempo foi. Claro que o foco maior não foi nas batalhas e afins, mas sim nas relações dos personagens. O Hiro deu um grande passo, apesar de ter apenas escolhido a melhor opção (imagina se ele deixasse a Zero Two ir embora daquele jeito). Fato é que esse episódio foi satisfatório em vários sentidos pra mim. Confirmou algumas coisas interessantes e apesar de tudo nos entregou um episódio que até então nos convenceu que o anime merece sim uma segunda chance (para quem tinha alguma dúvida).

Curta o anime21 no facebook:

Muitas coisas foram faladas e algumas explicadas. Beijo entre latifúndios? Os Nines? E isso só no começo, pois no decorrer tivemos mais informações sendo “jogadas” para nós expectadores para ficarmos refletindo mais ainda no anime. Dessas, talvez a que mais me chamou a atenção foi a linha de frente. Até o momento nós não temos grandes e relevantes informações sobre o mundo em que se passa o anime. Sabemos dos latifúndios mas não de suas funções específicas. Mas teria alguma relação entre os nines e a Zero Two dado que ela veio da linha de frente?

Mas vamos falar sobre quem roubou as cenas: Zero Two. Não tem como falar de Darling sem citar ela e suas ações. Desde suas propostas de fuga e seus movimentos de despedida, é óbvio a influência dela na vida do Hiro. Sim, nós não conhecemos o Hiro pré-Zero Two (não o bastante), mas a mudanças em seu modo de pensar e suas atitudes mostram uma certa evolução. De um garoto que havia desistido de sua utilidade ou simplesmente estava obcecado no sucesso em pilotar um FranXX, temos alguém que deixou de se importar com o êxito e simplesmente queria “voar”; ter asas para voar junto com seus amigos no campo de batalha e ao lado de alguém especial, esse que de certa forma mudou a sua vida.

A Zero Two tornou-se um marco na vida de todos eles (e acredito que essa seja uma de suas funções). Mitsuru que o diga, afinal, um profundo medo após uma experiência traumática que o faz dizer coisas como: “Em certo ponto ela decidiu me matar”, foram os resultados do contato com a Zero Two. E aí fica a dúvida: o que acontece ali dentro quando ela decide ir com tudo? As possibilidades são infinitas e eu aguardo ansioso por isso. E outra coisa que vale mencionar é sobre o chifre dela. Tem algum significado as ações que envolvem o chifre? Ou aquilo é apenas algo que simboliza sua diferença com os seres humanos?

Por fim, eu gostaria de tratar sobre a relação do grupo entre si. É claro que no plano geral a preocupação maior está em cima de seus desempenhos e na deficiência de suas habilidades. Eles sabem que possuem uma grande dependência do Strelitzia, que até então os salvou em todas as vezes. Eles finalmente são parasitas e até então não mostraram um serviço decente que os desse algum crédito. Em todas as missões houveram falhas e erros e quase resultaram em mortes. E o mais engraçado disso é a importância que a “organização” dá para tais acontecimentos: não se afetam em nada. Não há um senso de urgência para salvar os parasitas que apesar de serem escolhidos a dedo pelo “papai”, parecem ser meros objetos descartáveis.

No fim, apesar da animação não ter sido o forte do episódio, tivemos algo realmente interessante. Estou realmente curioso para ver o resultado das ações do Hiro e da Zero Two e o impacto que isso irá causar no grupo e neles principalmente. Talvez esse novo latifúndio (de número 26) tenha algo intrigante para nos mostrar. E por isso tudo, eu detesto ter que esperar uma semana para o próximo episódio.

  1. Oi Fabio! Olha to pensando que Esse Anime “Darling in The FranXX” é ótimo! vou assisti-lo para conhecê-lo assim como Fate/Extra Last Encore,Killing Bites e Sakura Card Captor Clear Card,parecem ser os Melhores Animes da Temporada de Inverno 2018 e depois veio informar o que achei pois serão Elogios de Primeira Impressão pois os Animes q vejo,falo bem deles e coloco como Favoritos e Também Informo sobre o que foi bom nele!

    Muitos Animes que vi nos Anos 90 até Hoje Falei Bem deles e Amei Muito Cada Um deles.
    Exemplo Madoka Magica que me Impressionou pela História e também pelas Personagens Carismáticas em Especial Madoka e Homura,pois a trama da amizade das duas é bem profunda^^

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá Toni!

      Darling é um dos melhores animes da temporada, na minha opinião, mas quem está escrevendo sobre ele é o Kiraht, não eu =D

      Além dele, acho que os melhores animes da temporada são Koi wa Ameagari (que o Kakeru está cobrindo), Mitsuboshi Colors (ninguém; bom, é só comédia de criancinhas, não é como se desse muito assunto), Sora yori mo Tooi Basho (esse é meu!), Violet Evergarden (meu também!) e Yuru Camp (o Pedro está cobrindo). Fate/Extra tem potencial, mas só teve um episódio até agora então não dá pra apostar ainda (eu estou cobrindo), Killing Bites é um trash ecchi divertido (é do Kiraht também) e Sakura é sempre Sakura (Bella e Bruno estão cobrindo).

      Madoka é sim um anime muito bom. E tão insanamente popular que iniciou uma moda na indústria, hehe. Já leu o artigo que escrevi sobre a história do gênero Garotas Mágicas? https://anime21.blog.br/2016/08/13/16-animes-que-definiram-o-genero-garotas-magicas/

      Obrigado pela visita e pelo comentário! E não esquece: é o Kirath quem está cobrindo Darling in the FranXX, hahaha! =)

    • Opa, Darling é ótimo sim XD. Acho que além dele colocaria Violet e Sora yori (preciso ver mais alguns episódios dos outros para ter uma opinião mais concreta). Veja os episódios e venha comentar nos artigos para que possamos discutir sobre :).

Comentários