Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

E no meio dessa melhora constante do anime, tivemos um banquete de tudo aquilo que procuramos nessa obra. Apesar de ter a leve impressão de que o autor quer que alguém faça sexo (independente do consentimento), tivemos desfechos interessantes em todas as lutas.

Nem sempre quem tem as melhores garras ganha, não é mesmo, Hitomi?

Curta o anime21 no facebook:

Acredito que assim como eu, você viu os 4 episódios anteriores e já percebeu que a Hitomi costuma repetir aquela maldita frase sempre. E bom, não é novidade que há um hype enorme em cima de suas habilidades/seu potencial (o retrospecto ajuda também). Mas nós podemos acabar esquecendo que apesar de tudo ela não passa de um diamante bruto, uma iniciante. O anime faz você acreditar que ela é muito forte e que não tem fraquezas; mostra que o Ratel tem isso e aquilo que o torna extremamente forte e perfeito para uma batalha; e isso atrapalha de certa forma. Ela venceu o leão cara, como você espera que um lagarto possa dar trabalho para ela? Não faz muito sentido.

Está morrendo mas acha que pode alguma coisa

Por outro lado isso é positivo pois um protagonista invencível é sem graça e empobrece a história. E Nomoto à parte (me recuso a falar sobre ele), o movimento que a trouxe para tal lugar foi tosco apesar de haver uma boa estratégia como resultado da tolice. Um lutador completamente enfraquecido e dois que não mostravam ser grandes ameaças, junte isso num só lugar e derrube todos eles. Era uma estratégia que parecia ser interessante apesar da subestimação envolvida, e talvez esse tenha sido o grande problema da Hitomi e principalmente do Tigre. Em todo o tempo ele se baseou apenas em sua força e habilidades sem sequer considerar devidamente seus adversários, e Hitomi segue o mesmo caminho. E por isso vemos ambos na mesma situação: encurralados e sem grandes perspectivas de vitória.

Será que a sorte vai sorrir para Hitomi?

Comentários