Sabemos que Chouka está em crise mas, após Buseiou ter tomado um caminho diferente após as mortes de sua esposa e de sua irmã, o clima piorou, principalmente por Yin ser a dinastia que Bunchuu tanto ama. Os dois amigos cuidavam do local como se fosse um filho, e o Preceptor ficou cego após o incidente, tentando armar uma emboscada. Dakki começou o seu movimento com aqueles inimigos que apareceram no portão ao meio das duas cidades, e depois veio Bunchuu com os seus antigos capangas.

O que aconteceu aqui foi um misto de correria com o início de algo mais sério. Bunchuu mandou os Shisei, seus antigos companheiros que ajudaram-no a banir a Dakki das mais diversas formas possíveis no passado. Mas vocês provavelmente devem conhecer aquela antiga frase matemática que diz o seguinte: o inimigo do meu inimigo é meu amigo. O que acontece aqui é que, depois de tanto tempo indo contra a Dakki, os 5 acabaram se unindo a ela por conta de uma suposta traição contra a dinastia Yin, e isso fez com que todos fossem aliados dela.

Mas o possível amigo se tornou inimigo.

Bunchuu perguntou o que muita gente achou no início desta nova adaptação do anime: “Mas matar a Dakki não é mais que o suficiente?”, só que o problema, meu querido, é que a criatura espalhou capangas por todos os lados! Se fosse suficiente apenas acabar com ela, o anime já teria acabado apenas arranjando aliados. O negócio também é que o buraco é mais embaixo. Além desse tipo de problema, também temos o Rei do Leste, Ki Shou, o qual também serviu no meio do balaio depois do que Dakki fez. Envolvendo-o, logicamente que a rebelião ia começar de fato, e já estava no seu início após Buseiou ter sido expulso de Chouka.

NÃO! Você está mais por fora da história que eu imaginava.

E sabemos que o problema maior de tudo isso também se restringe ao descontentamento do povo diante das ações que o Imperador Chuuou tem tomado após a intervenção de Dakki na sua mente. Com isso, é normal que a reputação dele caia e que queiram alguém no seu lugar. Como eu havia dito antes, a pessoa que mais se encaixa com o cargo de Imperador da Dinastia Yin é o Rei do Leste, Ki Shou. Até então, ele tem feito um ótimo trabalho com os seus 200 distritos, e isso se aplica ao contentamento com o povo diante de sua liderança. Até mesmo na hora de discutir com Taikoubou e com o seu filho ao lado (aquele com o chapéuzão típico chinês daquela época), ele manteve toda a sua discrição diante do Doushin.

Que a rebelião comece (principalmente entre pai e filho e diante de um painel de constelações q).

Gente, eu falei sobre várias coisas e não comentei sobre a luta que aconteceu, não é mesmo? Mas o que temos para comentar sobre tais cenas é absolutamente… nada? Só sei que fizeram uns bons efeitos com os orbitais q. Mentira, gente, é que o que eu podia comentar sobre os 4 eu já comentei logo no início e não consigo mais falar nada. Mas uma coisa eu posso dizer: o Ouma quase destruiu uma parte de Seiki, que é para onde Buseiou está indo, e que Bunchuu ficou extremamente irritado com tal intromissão de Taikoubou em uma das cidades mais importantes. Só acho que, depois do que aconteceu, provavelmente ele não estava com vontade de colocar a culpa no seu amigo de décadas e resolveu descontar tudo no protagonista e sua trupe.

Tinha que ser os dois para avisar ao Bunchuu sobre o ocorrido lol

E Dakki continua inteira no seu corpo de 20 anos e com seus mais de 200 anos de idade. Acho que após correrem tanto para o quarto volume do mangá, agora eles vão andar a passos de formiga em algumas partes. O real problema aqui é que estão enfiando explicações que poderiam ter sido feitas antes em momentos aleatórios do episódio, fazendo com que o povo boie ainda mais. Mas tenho fé que consigam melhorar a história para que eu não precise explicar mais coisas ainda, né, povo?

Muito obrigada por lerem até aqui, e nos vemos no próximo artigo!

Discussão