Com um episódio bem típico de Death March, há partes a serem elogiadas, como a bela trilha sonora que neste episódio sete entregou uma calmaria e leveza, bem como a maior parte do mesmo pedia, e um tom de suspense bem legal quando também foi exigido.

Apesar de não ter quase nada útil de verdade que vá de alguma forma avançar a história, a jornada da princesa é revelada e aquele ser misterioso que apareceu no finalzinho do episódio deve ser o tal feiticeiro, mas caso não seja, pelo menos deve ser alguém que vai causar algo para que a história em si avance pelo menos um pouco, pois falta praticamente 1 mês para acabar o anime e bem, até agora ele entregou sim coisinhas legais, no entanto, prometeu muito mais e também há uma série de pequenos erros que acabam culminando em um belo (ou nem tão belo) amontoado de más decisões. Vide o banho no labirinto e a trilha sonora ineficiente na maioria dos episódios até então.

Lembrei da frase do Gin em Gintama “Se tem tempo de imaginar uma bela morte, então por que não vive belamente até o fim?” Gostei!

Foi revelado também que o(a) autor(a) de Death March planeja as coisas, como o ataque das formigas; na verdade quando o ataque ocorreu, parecia só alguns minions eventuais para que eles derrotassem, mas bem, teve alguma utilidade, eu gosto disso – é, e caso não seja exatamente um planejamento, tipo, caso o(a) autor(a) apenas pensou algo do tipo “poxa, que legal, eu coloquei umas formigas aqui, né… E se eu der um motivo para isso ter acontecido? Acho que posso usar!” É, talvez seja implicância minha.

Resta saber se a Mia terá apenas este arco de desenvolvimento e vai ficar, ou vai ser só uma personagem jogada e desaparecerá em breve. Na verdade, eu acho que ela tem tudo para ficar, ela tem a aparência mais ou menos da maioria das meninas que seguem o nosso protagonista, tem uma historinha de fundo, parece gostar dele, e bem, não me parece uma personagem aleatória.

E claro, também tem todo aquele lance do herói ser invocado e tal, e eu insisto em bater na tecla que o Satoo é o herói, afinal, ele é o protagonista, seria extremamente plausível que fosse ele, sem contar que ele é completamente OP e o que ele não sabe, já aprende. Talvez a figura misteriosa esteja atrás da princesa, mas não me espantaria nem acharia estranho se o alvo da criatura na verdade fosse ele. É um ponto que faz todo o sentido, mesmo que Death March tenha coisas que não fazem.

Discussão