Chegamos em um momento da história que não estamos mais esperando tanto assim do episódio seguinte, já que depois de onze episódios de uma história bem lenta nos acostumamos com esse ritmo. Infelizmente, Sakura não tem nos agradado tanto quanto esperávamos no início, pois, como repetimos várias vezes, a cada novo episódio esperamos que a história central seja explicada de alguma forma, mas quase sempre temos uma decepção. No mais, iremos discutir brevemente aqui sobre os dois últimos episódios e colocar em questão os principais pontos.

O décimo episódio, assim como a maior parte dos outros, foi basicamente um slice of life da vida da Sakura, onde acompanhamos o seu dia cozinhando para a visita da sua mais nova amiga, Akiho. Claro que essas cenas costumam ser legais, ainda mais para esse estilo de anime, já que nos é apresentado um enredo simples e leve, onde podemos até mesmo nos descontrair e rir um pouco do jeito da Sakura, ou do Kero – que de longe parece ser o personagem mais interessante dessa temporada, ou ao menos o que mais nos fez rir até aqui. Infelizmente, apesar de acreditarmos que o episódio tenha sido razoável para algo com um enredo mais leve, estamos cansados de esperar que algo essencial para a história aconteça. Parece que estamos eternamente perdidos no dia a dia da Sakura e que não vamos chegar a lugar nenhum com tudo isso. O anime simplesmente parece nos enrolar ao extremo em coisas do cotidiano e se esquece de que o que importa realmente, ou pelo menos o que costuma prender a atenção de quem está observando, são as coisas fora do comum.

Acreditamos que seria muito mais interessante se a história partisse logo para uma ênfase maior no enredo principal, que tivéssemos um início para as explicação das questões que nos foram apresentadas logo no início do anime. Parece que nos perdemos no meio de todas as questões envolvendo as amizades da protagonista e sua vida amorosa e, com isso, acabamos simplesmente deixando de lado o fato de que o real problema são as cartas transparentes.

Já desistimos de esperar um anime com mais ação, afinal Sakura definitivamente só vai nos apresentar um minuto de ação, enquanto tenta – com 100% de sucesso – capturar todas as cartas. Apesar disso, seria bem interessante se ela usasse outras cartas, ou se pensasse nas questões importantes para resolver os problemas relacionados ao aparecimento das novas cartas e desaparecimento das antigas.

Continuando com o episódio 11, sinceramente, a única coisa de surpreendente foi que, aparentemente, existe uma outra associação mágica na Inglaterra, o que é meio sem sentido na nossa opinião. Parece algo que eles colocaram no meio da história por acaso, já que, na nossa visão, se não foi mencionado antes é porque era desnecessário. Lógico que não tiveram uma chance de anunciar o motivo dessa organização, bom, na real eles tiveram 11 episódios pra fazer isso, mas vamos ignorar esse fato. Enfim, com essa informação podemos ter uma ideia de que a garota nova tem alguma relação com as cartas novas, já que ela está sendo vigiada por um D. Para quem não lembra, aparentemente os D. são a elite deles da associação mágica.

Na nossa opinião não acreditamos que só mais 11 episódios serão o suficiente para criar uma desculpa boa o bastante que responda todo esse hype que o anime criou. Primeiro porque a captura das cartas está sendo extremamente chata e infantil, e aparentemente estão fazendo a Sakura capturar mais de uma carta pra todas as 39 cartas serem apresentadas. Famosa hora extra.

Em segundo lugar é engraçado que a garota nova aparentemente tem um grande papel nessa temporada de Sakura, mas ela não tem recebido o destaque que merece. Outro ponto que o anime toca é a semelhança das cartas novas com as antigas. Essa questão já tem sido tocada faz um tempo, como por exemplo naquele episódio do aquário, mas essa observação não era muito difícil de se fazer. Se o fato de uma outra associação de magos não tivesse sido comentada neste episódio, as cartas serem parecidas seria um ótimo desenvolvimento. Mas com essa associação nova, as coisas meio que se complicam um pouco. Se eles são os culpados, por que fazer isso com as cartas Sakura? Elas estavam lá de boa até vocês virem e fazer mó auê.

Para finalizar o post, esses dois episódios não foram muito diferentes do resto. Recebem o selo Sakura de qualidade, porém, estão enrolando de mais. Sakura parece que foi muito mal planejado, mas na realidade percebemos que é um anime antigo, em outras palavras ele lembra aqueles animes que demoram para concluir a história, porém, com mais episódios, e nessa temporada Sakura só tem 22 episódios ou 24. Como consequência dessa falta de adaptação, o anime pode acabar sendo prejudicado e eles estão descontando isso na qualidade.

Discussão