E com mais destruição do que nunca, Gridman nos trouxe um episódio que foi legal, mas poderia ser melhor. Sabe quando passava power rangers ou algo do tipo e você se perguntava porque os heróis nunca perdiam? (eu pelo menos me perguntava isso) Pois bem, Gridman teve sua primeira derrota e sinceramente foi longe do ideal. Desde o início estava óbvio que isso aconteceria por conta de detalhes que dificilmente o espectador não entenderia e demérito de seu “grande” parceiro, Yuuta.

Só estou colocando aqui porque a imagem é bem legal mesmo

Logo no início o episódio nos traz um tema a ser discutido e que acaba sendo decisivo momentos depois. A possibilidade de Kaijus serem humanos era interessante e fazia muito sentido pelo que havia sido indicado de certa forma. Claro, anteriormente já tínhamos visto a forma usada para fazê-los mas isso não acabava com a curiosidade e uma possibilidade tentadora para muitos. Pior que isso só o Yuuta fraquejando no meio do campo de batalha  perante de seus inimigos só porque eles podem ser humanos. Particularmente eu geralmente acho bem tosco e idiota personagens que tem esse tipo de atitude pois se você pensar bem, ele está salvando várias vidas ao derrotar esse suposto “humano”. Aliás, o Gridman ainda tentou alertá-lo sobre as outras vidas em jogo mas nada adiantou.

A transformação dele lembra muito a de qualquer monstro em power rangers

E para completar a desgraça, a louca varrida da Akane fez um kaiju que tinha uma forma humana. O pior disso tudo é como ela o trata pois inicialmente e após a derrota, porque ela simplesmente despreza sua criação e deixa-o a mercê da vida, sem suporte algum e no fim, ele pode não ter morrido na luta contra o Gridman, mas talvez morra de outra forma. E sobre essa doida da Akane, eu aposto que ela deve ter alguma razão completamente tosca e idiota para fazer toda essa barbaridade. Ela parece ser uma personagem bem clichê no que diz em relação aos seus motivos e até mesmo em suas deturpadas ações. Inclusive não vejo ela sendo útil de alguma forma no time dos “mocinhos”.

Me pergunto o que será dele agora que está abandonado

Mas voltando para a batalha, ela foi de certa forma bem decepcionante. Sabe os filmes dos heróis da Marvel onde eles apanham na primeira luta contra o vilão e depois vencem? Então, foi a mesma receita só que com ingredientes ruins. Logo que começa o episódio aparece o nome dele que é simplesmente auto-explicativo (o nome é derrota) e já fica claro que o Gridman será derrotado de alguma forma. E como eu já mencionei, o grande culpado disso tudo foi Yuuta, afinal, que tipo de idiota deixa de enfrentar um inimigo por conta de uma possibilidade? Que diferença faria na vida dele se seu inimigo é humano quando ele está matando várias pessoas? Mas apesar dessa idiotice toda nós tínhamos alguém que além de ter sua parcela de culpa mostrou ser covarde.

Quando você olha e percebe que ele fez a famosa expressão de protagonista cagão

Gridman perde, Yuuta e seus parceiros teoricamente morrem e o desespero toma conta de Rikka e Utsumi. Enquanto a garota é otimista ao pensar que seu “amigo” não morreu, Utsumi apenas pensa em se livrar de uma possível culpa, afinal, ele que levantou a teoria que mexeu com seu amigo e trouxe a derrota. Em determinado ele ainda jogou a toalha ao dizer que a aliança Gridman estava desfeita e simplesmente ia embora irritado com Rikka por conta de sua pergunta sobre o assunto. Ou seja, ferra com tudo e esconde seu grande erro apenas porque ela não entenderia. No fim, novos aliados apareceram e foram vitais para resolver o problema.

Ao menos o design deles é bem legal

Assim como Calibur os novos aliados são possíveis extensões do corpo de Gridman, sendo importantes em determinadas batalhas. O chato disso é a inconveniência trazida pois eles simplesmente entram em ação quando precisam e acabam sendo exatamente a ajuda necessária para o Gridman vencer seu inimigo. Foi assim no episódio passado e nesse também, mas acredito que vão acabar mudando isso por conta da aparição de todos os outros 3 de uma vez. Ao menos com isso eu espero que dêem explicações decentes sobre suas origens e objetivos ao vir a terra, afinal, Yuuta está lutando contra um inimigo que não conhece com o pretexto de estar salvando a terra. Mas a questão é: ele realmente está salvando a Terra ao matar esses kaijus ou apenas ajudando esse pessoal a fazer seus trabalhos?

A Alinaça Gridman está crescendo

No fim, o kaiju é derrotado e jogado de lado por sua criadora. Estou ansioso para saber quais são as motivações da Akane (se é que tem alguma) e dar boas risadas pois não deve ser nada tão convincente. No mais, Yuuta caiu bastante no meu conceito com uma atitude extremamente tosca num momento tão importante e vital (Ah, Utsumi caiu muito também). Seu vacilo poderia custar sua vida e talvez a vida de milhões e por isso, seria bom se Gridman lhe desse algum conselho ou algo do tipo (algo que eu duvido pois ele só aparece na hora da ação e nunca responde nada). E como conclusão, o episódio foi novamente uma apresentação de algo, seja arma ou kaiju, e serviu para vermos a índole do quarteto de protagonistas.

  1. Avatar

    Realmente concordo. Eu senti a nostalgia de super sentai ao assistir. E o protagonista vacilando com a ideia de Kaijus serem humanos e perder por isso. Ele é a esperança da humanidade se ele perder Kaijus dominam o mundo. Precisa amadurecer, quem sabe ele não recupere as memorias e o “juizo” ao mesmo tempo. Gostei bastante do samurai.

  2. Avatar

    Sim, e essa questão toda poderia ser abordada de outra forma pois tanto o Yuuta quanto seu amigo ficaram bem mal nessa situação com atitudes bem questionáveis. E essa questão da memória do Yuuta é realmente intrigante até o momento, afinal, que tipo de pessoa ele era antes e o que fez ele perder a memória?

Comentários