Depois de um episódio cheio de revelações para nós, espectadores do anime e para Yuta, Gridman trouxe um desenvolvimento para lá de doido do começo ao fim. Foi bem interessante ver como algumas coisas foram construídas para chegar nesse ponto, o encontro entre protagonista e vilões e o contraponto disso em algumas atitudes “desagradáveis”, mas entendíveis, de alguns personagens. Enfim, depois desse episódio a ansiedade de ver o próximo para descobrir o que vai acontecer aumentou bastante, assim como a expectativa.

Ler o artigo →

Nessa semana, Gridman veio com uma proposta diferente e interessante. Não tivemos mais um kaiju que de certa forma ditaria negativamente o rumo de tudo com sua aparição rotineira e sim revelações importantes e ao mesmo tempo imprecisas e confusas sobre questões que realmente eram dúvidas. E agora que Yuta sabe, o que podemos esperar de mudança na forma como ele lida com os kaiju e claro, sua equipe, afinal, saber que uma conhecida é a fonte de todo o mal não é algo que se aceita facilmente.

Ler o artigo →

Ritmo de sempre, um Kaiju aparece, Gridman vence e fica por isso. De certa forma Gridman tem sido isso nesses primeiros 5 episódios e ainda que tenha vários detalhes deixando esse ritmo mais interessante, no fim, eles só conseguem diminuir a chatisse que vem sendo essa repetição. Se Gridman fosse ter em torno de 24 episódios eu até iria relevar essa progressão lenta mas são apenas 12 e se formos analisar bem, não aconteceu muita coisa até agora. Descobrimos a altura máxima do Gridman, que ele tem aliados assim como a Akane que possui o Alexis (até onde sabemos só ele tem contato com ela), que seu companheiro Yuuta também não possui suas memórias e que no final de tudo, eles precisam salvar a humanidade. Sabemos os pormenores mas e aquilo que realmente queremos saber? Quando iremos ter alguma explicação?

Ler o artigo →

Com um episódio mais descontraído, Gridman nos trouxe novas informações sobre a situação num geral e até mesmo alguns detalhes sobre os protagonistas. A questão sobre a memória do Yuuta ainda gera algumas dúvidas e agora com a “suspeita” dele de que a Rikka tem alguma relação acaba me fazendo ficar mais curioso sobre isso. E bom, ainda é difícil entender a Akane, mas ao menos sabemos que ela era mais próxima da Rikka e se afastou sem perceber (inclusive a ending mostra elas na época quando eram mais próximas acredito eu).

Ler o artigo →

E com mais destruição do que nunca, Gridman nos trouxe um episódio que foi legal, mas poderia ser melhor. Sabe quando passava power rangers ou algo do tipo e você se perguntava porque os heróis nunca perdiam? (eu pelo menos me perguntava isso) Pois bem, Gridman teve sua primeira derrota e sinceramente foi longe do ideal. Desde o início estava óbvio que isso aconteceria por conta de detalhes que dificilmente o espectador não entenderia e demérito de seu “grande” parceiro, Yuuta.

Ler o artigo →

Após um episódio cheio de perguntas e muita destruição, Gridman fez o favor de vir com tudo no segundo episódio. Não respondeu tudo, lógico, mas explicou e mostrou detalhes muito interessantes sobre a obra no geral. Claro que no fim das contas a obra ainda não emplacou e sequer mostrou a que veio, afinal, a única certeza que temos é: a Terra está em perigo e aparentemente só Yuuta pode ajudar nessa missão.

Ler o artigo →

SSSS.Gridman é um anime do estúdio Trigger (aquele que produziu vários animes bons) e tivemos um episódio para lá de doido. Vale destacar é uma obra original de um tokusatsu chamado Gridman, o Agente Hiper que foi televisionada entre 1993-1994. Com muitos segredos e pouca explicação, a obra nos deu um pequeno gostinho do que podemos esperar ao apresentar os protagonistas e o que eles vão precisar fazer pois aparentemente a Terra está numa situação ruim.

Ler o artigo →