Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Do homem primitivo ao homem moderno houveram muitos acontecimentos, e um deles foi que à medida que o homem adquiria conhecimento tudo a sua volta ia transformando, e todo o conjunto de conhecimentos adquiridos pela humanidade contribuiu para a criação do que hoje chamamos de ciência. Nesse episódio de Idol Jihen a ciência ganhou destaque, mas o que tal assunto tem haver com política? A politica e a ciência caminham lado a lado pois o desenvolvimento cientifico gera riquezas para os países, e contribui para o desenvolvimento militar.

Nesse episódio o anime focou em uma área da ciência que a astronomia, e se ligarmos a astronomia á politica lembraremos da famosa corrida espacial que ocorreu na segunda metade do século XX entre os Estados Unidos e a União Soviética, período este que ficou conhecido como Guerra Fria.

Vilão da semana

Logo no inicio apareceu uma deputada idol fascinada por astronomia, chamada Mika Kozuru, ela é uma garota tímida que tem dificuldades para se expressar, e isso acaba prejudicando o seu trabalho de congressista pois por mais que ela tenha bons projetos ela não consegue expressar suas ideias para os demais congressistas. Ela quer fazer que as pessoas possam, assim como ela, descobrir o amor pelo espaço. Inicialmente ela tem a ideia de fazer uma apresentação de decolagem de um foguete de plástico mas os “vilões” (Partido Rougai) não deixam, e aí aparecem as meninas do Partido Heroine e de um outro partido para tentar resolver a situação.

Levar a ciência para mais perto da população é uma iniciativa importante pois as estimula a buscar mais conhecimento e faz com que o meio cientifico tão acostumado ao isolamento dos laboratórios se aproxime mais das pessoas comuns.

Não só de ciência foi feito o episódio, temos elementos sobrenaturais que apareceram na forma de uma lenda sobre fantasmas que aparecem no observatório do congresso. Se aproveitando de tal lenda assustadora, um deputado resolve aprontar para cima das nossas heroínas assustando-as com fantasmas holográficos que a deixaram apavoradas.

Enquanto isso a deputada idol Mika, estava tendo uma conversa com estátuas de congressistas importantes para o país, e tal conversa serviu para ela adquirir mais confiança e superar a timidez.

O episódio sexto que começou abordando ciência depois passou para um lado mais sobrenatural com fantasmas (que na verdade eram hologramas) e estátuas falantes, mas foi legal ver uma personagem que outrora tinha problemas com timidez superando suas dificuldades.

A protagonista mesmo sem perceber acabou ajudando a questão do evento no observatório ao dar uma ideia das pessoas observarem as estrelas e isso substituiu a ideia original de uma decolagem de um foguete de plástico.

Diferente do episódio passado, esse não tem o que falar muito a respeito mas até que foi divertido e deu para passar o tempo embora eu o considere inferior ao episódio anterior, entretanto não chega a ser o pior episódio da série, e a a parte final é interessante pois tudo indica que teremos um drama envolvendo a Shizuka e o seu pai, e desde o episódio cinco eles tem entrado em conflito pois ele não quer que ela continue a ser uma idol.

Muito obrigado a todos que leram este singelo artigo!

 

 

 

 

 

 

Comentários