Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, gente! Aqui quem vos escreve é a Tamao-chan e trago mais um post sobre Fuuka!

E, como todos nós sabemos, é normal passarmos por situações estressantes, mas o que aconteceu neste episódio foi um nível de estresse muito grande. E como não sabemos o dia de amanhã, fica mais difícil de controlar o nível de ansiedade. Não apenas o Yuu e seus colegas de banda, mas também Koyuki, sua família e os antigos integrantes da banda HEDGEHOGS (ou pelo menos parte dela) também estavam. Ninguém sabia exatamente o que ia acontecer, apesar do protagonista ser avisado por Twitter no dia anterior. Como foi em um aplicativo em que todo mundo tem acesso, foi difícil não ver a onda de ódio que estava circulando pela internet. Até mesmo Fuuka sabia da gravidade da situação.

Porém, como todos sabem, o poder da amizade é uma coisa linda, e isso fez com que Yuu seguisse em frente e tocasse com tudo o que tinha para calar a boca de todos com o seu baixo, mas não só isso, já que todos os outros integrantes da banda também deram tudo de si. Mas não foi fácil fazer com que ele começasse, porque jogaram uma garrafa que danificou o instrumento e deixou um corte em sua cabeça. O problema foi resolvido após verem uma transmissão ao vivo no estúdio onde a Koyuki trabalha.

E não foi muito fácil para ninguém, principalmente para a Koyuki. Depois do show que fez maior sucesso, já que ela e a Fuuka cantam muito bem (a Fuuka muito mais, pois tem uma voz mais potente), parece que, devido a uma situação de estresse, a voz da idol não saía mais enquanto tentava cantar. Isso de alguma forma me lembra do anime Full Moon wo Sagashite, em que a menina tem câncer de garganta e ela não conseguia cantar. As situações em que isso acontece são diferentes, porém a dor de não conseguir fazer a coisa que mais gosta é igual.

Isso a deixou tão triste que ela teve que arrumar toda coragem que tinha para cancelar todos os shows que havia programado, inclusive o de natal, o qual estava próximo, e ela ficou agitada ao saber que tinha gente que comprou os ingressos, com dificuldade, para vê-la. Por fim, depois de recomendarem que ela tirasse alguns dias de folga para se recuperar de seus dias estressantes (já que ela passou por muito estresse emocional) e de uma tristeza muito grande tomar conta de seu ser, resolveu que fugir para longe seria uma boa ideia. Yuu, como bom amigo (está mais para uma amizade colorida, porque ela sabe muito bem o que quer, e ele está em cima do muro, já que Makoto disse algumas vezes que Fuuka talvez estivesse gostando dele), foi atrás dela e acabou a achando.

Bem, e o próximo episódio se chama “Encontro”. Como não leio o mangá, não tenho muitas experiências ao falar sobre o anime em si. É um dos primeiros que eu não faço uma pequena propaganda antes porque li a obra. O anime está indo a uma direção que está rendendo fortes emoções, e não é muito fácil um anime que começa um tanto quanto morno para muitas pessoas, jogar tais sentimentos à tona. É como se todos que estivessem esperando por algo mais clichê o anime todo (como o autor é conhecido por eles e ainda assim consegue fazer com que suas obras façam sucesso, o que é incrível) estivessem recebendo um banho de plot twist a cada episódio que passa.

Não são simples sentimentos, vazios e sem significados, e sim sentimentos que dilaceram a sua alma e nos fazem mudar de opinião rapidamente. Bem, e aqui termino o meu artigo de Fuuka. Agradeço profundamente a todos que acompanharam até o final e espero que tenham gostado! Nos vemos no próximo! 😀

Comentários