Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, pessoal! Aqui estou eu, Tamao-chan, e venho com mais um artigo de Fukumenkei Noise.

O que falar deste anime sem passar um pouco de raiva, não é mesmo? Apesar de ser algo assistível para passar o tempo, o que às vezes pode ser interessante, acaba decaindo, transformando-se em uma coisa insuportável. Não sei se estou sendo intolerante demais, porém este anime está tendo mais altos e baixos que Fuuka, mas com nenhum episódio muito bom para se descrever. Mas, sim, este episódio teve algumas coisas boas a se destacarem, se deixarmos de fora a expressão de Kristen Stewart que Alice tem em praticamente todas as cenas.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Este episódio poderia ser muito melhor por N fatores. O começo me pareceu promissor, e com uma explicação razoável do porquê Momo ainda não quer ver a protagonista. Dinheiro é uma coisa importante para ele desde criança, me fazendo lembrar de Hayate no Gotoku!!, já que Hayate trabalhava em coisas inimagináveis e até mentia a sua idade para poder cobrir as dívidas de seus pais. Mas não vamos confundir, pois a comparação foi com um anime de comédia, e Fukumenkei Noise ao menos TENTA ser um drama.

Voltando à vaca-fria, os pais dele o levaram para longe, e uma olhada no semáforo o fez lembrar de todo o passado que teve com Nino. Essa é uma das partes dramáticas do anime, porém os personagens não possuem sentimento nenhum, o que me faz ter dificuldade de sentir no fundo da minha alma o que eles estão passando. Hoje, Momo é um escravo da música, pois inicialmente ele estava compondo todas para que a Nino cantasse quando se encontrassem, mas hoje ele compõe apenas pelo dinheiro, e para a banda Baby formada por Idols que de início foram ótimas, mas decaíram e, se falhassem em mais uma música, teriam que parar. Momo conseguiu fazê-las se reerguerem, mas aceitou a proposta da promotora musical com várias concessões.

Apesar do menino que quis mudar de sobrenome e se recusa a aparecer na mídia ou em qualquer lugar de jeito nenhum ser muito bom, ele também não aceita que “Alice” o veja do jeito que está. Até mesmo disse que não se lembra como é compor exclusivamente para ela. Isso o está corroendo por dentro, apesar de sua voz de Mabushi Kou não expressar muito isso, muito menos quando está com raiva. A mesma raiva que senti quando Nino foi cantar BRILHA, BRILHA, ESTRELINHA na frente da banca para que Momo ouvisse e relembrasse de tudo o que passaram até poderem se ver novamente para que a voz dela se tornasse a sua guia. Não, Arisugawa, simplesmente NÃO!

Mas isso não fez muita diferença, pois a cantora conseguiu mandar muito bem enquanto cantava na banda In NO Hurry to Shout!. E todos tiveram que acompanhar o ritmo de sua voz, porque além de não escutar o que os outros falam, parece que ela ainda tem muita dificuldade em acompanhar os outros da banda.

Bom, como eu disse anteriormente, este anime não é de todo ruim, porém tem que comer muito feijão para poder melhorar. Acredito que Nino esteja ficando mais confiante dia após dia e, quem sabe um dia a sua voz não alcance o seu amado Momo, não é mesmo?

Muito obrigada a todos que acompanharam o artigo até aqui, e até o próximo! o/

  1. A parte do Brilha Brilha Estrelinha foi vergonha alheia total (eu como mais ninguém posso falar disso, pq eu realmente fico envergonhado vendo este tipo de cena, se duvidar fico até corado kkkkkk), mas de todo resto acho q o anime tem melhorado se comparado os 2 primeiros episódios. E realmente o que o anime tem tido de melhor é a Alice cantando que nem uma louca kkkkk e adorei q ela tenha entrado na banda, vamos ver se ela dá volta por cima né, ou vai continuar nesse lenga lenga de momo.

Comentários