Ao que tudo indica, esses 3 episódios foram apenas uma introdução, o anime de verdade só começa a partir de agora!

Junto com a segunda rodada do mini campeonato de quiz, dono dos episódios dois e três, veio a queda do protagonismo, típica de inícios de shonen. Mas essas quedas sempre vêm com pitadas de expectativas para o futuro, não é? Essa apareceu mais para o finalzinho do episódio e eu irei sim citar.

No início do episódio, o senpai do clube dá uma dica importante sobre as perguntas clássicas, citadas no último episódio, que elas não vêm sempre da mesma forma, o que limita aqueles que tentam decorar tudo.

O segundo jogo funciona assim:

Serão 15 perguntas e temos, além dos botões normais, a adição de quadros e um novo modo de contar os pontos. Quem sabe a resposta aperta o botão e, quando aperta, todos têm o direito de responder a pergunta caso saibam. Quem apertou o botão, se acertar ganha três pontos, mas se errar, perde os mesmos três pontos. Quem não apertou o botão, se acertar ganha um ponto, se errar não perde nada.

No começo, o Koshi acerta boa parte das perguntas sem apertar, mas com o tempo as coisas dificultam, e ele, junto da Fukami, não passam para a segunda fase, mas ficam para assistir a final. Por mais que pareça pouco, isso que eu descrevi foi mais da metade do anime. É algo ruim? Com certeza não. A maior parte do tempo no anime eles estão ouvindo e estudando as perguntas, procurando possíveis respostas e tentando identificar a mais provável, é um tipo de anime que eu nunca tinha visto antes. A diferença de pontos entre o cara fodão e os dois protagonistas é bem gritante, tendo ele 25 pontos e nosso futuro casalzinho, espero eu, somados fizeram 15.

Tem uma tática bem interessante que eles usam focando na entonação usada pelos leitores da pergunta, onde se a palavra em destaque é um nome de alguém ou algo, uma data ou coisas que possivelmente podem ser respostas, elas serão as corretas, por exemplo, em “Se um menos um é zero, dois menos dois…” quando dessem o segundo cálculo, eles já apertariam e, pela intonação no ZERO, a resposta seria o resultado do problema, entenderam?

E, claro, para nos deixar com expectativa em cima do protagonista, no último jogo, que será no formato 5O2X, 5 certas, vitória, 2 erradas, derrota. O Mikuriya (o fodão) tenta acertar uma pergunta mas, antes que ele consiga pensar na resposta, o Koshi, inconscientemente, grita ela para todos ouvirem, tendo, que assim, junto do senpai, se retirar do local. Claro que com tudo que aconteceu no decorrer desses três episódios o Koshi vai entrar no clube, e com a Fukami pedindo daquele jeito até eu entraria. Também temos o Mikuriya desafiando ele no final, provavelmente ficou sentido com o protagonista tendo chegado à resposta mais rápido do que ele.

Não consigo ainda fazer um top dos animes que estou gostando mais na temporada mas, com certeza, Nana Maru está entre os 4 melhores, mesmo não tendo “começado” ainda. A partir de agora veremos uma possível evolução do clube como um todo. A Fukami, diferente do que eu pensava, não entrou no anime como uma senpai, e sim como alguém que irá crescer junto ao Koshi. Ainda não tivemos uma participação do senpai mas, eu espero que ele não seja o super fodão do quiz, anseio por um grande mentor, tipo um mestre, sabe? Alguém com conhecimento mas sem a capacidade dos protagonistas. Estou com as expectativas lá em cima para o futuro de Nana Maru.

É só isso pessoal, um abraço e até o próximo artigo! <3

Ah, tem uma coisa que eu quero saber de vocês, vou perguntar em todos os meus artigos desta semana que vem. Vocês preferem este formato ou como estava antes? Que eu descrevia todo episódio e fazia comentários no começo e no fim? Preciso desse feedback pois, mais do que me divertir, eu quero agradar vocês que leem!

Discussão