Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Essa semana tivemos mais um ótimo episódio de My Hero Academia, que contou com a participação de muitos personagens importantes, um atrás do outro. Além do primeiro embate entre Iida e Stain, Izuku usou suas novas habilidades pela primeira vez contra um vilão e Todoroki aceitou usar as individualidades de seu pai de uma vez por todas.

Antes de tudo isso acontecer, temos uma palavra pra resumir Hosu: Caos. A cidade estava totalmente imersiva em destruição por conta dos Nomu, e como o próprio anime mostrou, é apenas metade do estoque da Liga do Vilões. Podemos perceber que mesmo não sendo tão fortes quanto o da primeira temporada, ainda dão muito trabalho aos heróis profissionais.

Olha só essa situação

Enquanto Gran Torino e Endeavor faziam o que podiam, nosso protagonista se ligou no que estava acontecendo e logo deduziu que Iida tinha ido atrás de Stain para vingar o irmão. Aqui entramos em um ponto interessante que eu não havia pensado até então. Ingenium pode não ter morrido, mas seus dias de heroísmo sim. Pela sua individualidade estar ligada aos membros inferiores, agora que está paraplégico é impossível para ele continuar enfrentando vilões. Faz muito sentido que para Iida seu irmão esteja morto.

Ainda sobre essa relação entre os irmãos, o próprio Stain tocou em um ótimo ponto na sua luta com Iida, dizendo que suas ações só o afastam de ser um herói, o que não deixa de ser verdade. Acredito que Iida deve mudar sua posição a qualquer momento e esquecer da vingança, pelo menos assim que ele perceber o quanto isso é errado. É muito legal a forma como Stain foi criado, na medida que ele se torna um vilão com motivações que o levam a estar certo. Assim, ele pode ajudar as pessoas fazendo o mal, já pensou nisso?

Na batalha de Izuku e Stain descobrimos a individualidade do assassino de heróis, que é a de imobilizar o adversário após lamber seu sangue. Isso explica aquela língua dele esquisita, mas o que me chamou atenção foi a peculiaridade em relação ao tipo de sangue e o tempo de imobilização. Nesse caso, a melhor estratégia é tentar manter o combate à distância, mas uma coisa surgiu na minha mente enquanto eu escrevia este artigo: e se o Stain lamber o próprio sangue? Não sei se isso vai realmente acontecer, mas apostaria nessa como uma das formas de vencê-lo.

Ele não deveria cortar a língua com isso?

Além disso, Izuku finalmente conseguiu usar seus poderes sem ficar se ferindo. Essa é uma grande evolução do herói, que agora pode lutar de forma mais justa e equivalente contra qualquer um. Eu acredito que se ele lutasse agora contra Todoroki, poderia ter mais chances de ganhar, mas isso não significa que as coisas ficaram mais fáceis para o protagonista. Eu acredito que o timimg para esse upgrade está correto e ele deve evoluir ainda mais com as próximas temporadas.

Por fim, ainda tivemos a aparição de Todoroki, surpreendendo pelo menos a mim. Quando Izuku mandou sua localização, pensei que ele tivesse feito isso para chamar algum herói profissional, mas Todoroki também é muito bem-vindo. Agora ele aceitou completamente a individualidade do pai, e inclusive está estagiando com ele. Também achei legal a forma como o personagem, mesmo odiando Endeavor, compreende porque ele tem o título de segundo melhor super-herói, já que suas ações justificam isso. Esse tipo de coisa é bem comum na vida real, onde existem certas pessoas que, apesar de babacas, tem um talento incrível para algo e temos que reconhecer isso.

Um dos destaques do episódio foi o nível de violência do anime, que não era algo tão comum. Isso só serve para mostrar que ele realmente está com um tom diferente, levando as coisas para um lado mais sério. Eu acho isso ótimo, deixando os fatos mais verdadeiros, pois em uma luta contra um vilão de verdade esse tipo de coisa acontece.

O episódio também teve um nível alto na animação, incluindo os efeitos dos poderes, como o “novo” One For All e o fogo de Todoroki. Tivemos uma batalha bem movimentada e fluída, além deste capítulo ter um bom desenvolvimento na trama e nos próprios personagens.

Se levarmos em conta o título do próximo episódio, já devemos ter algum tipo de conclusão por parte de Iida. Também parece que teremos outros confrontos com a Liga dos Vilões e os Nomu, contando com uma maior participação dos outros alunos e, bem possivelmente, do All Might.

O artigo termina por aqui, nos vemos na próxima semana e PLUS ULTRA!

Comentários