Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

O fetichismo por irmãs ou irmãos (mais velhos ou mais novos), embora escandalize algumas pessoas, é retratado de forma natural em alguns animes, mangás, light novels e visual novels. Enfim, no meio otaku os fetiches mais comuns são ligados às irmãzinhas (imouto) e às irmãs mais velhas (onee-san).

Na cafeteria temática onde se passa a história desse anime tinha a representante do arquétipo “imouto” interpretado pela Mafuyu, que segundo o episódio quatro, é uma das garçonetes mais populares do café, então só faltava o arquétipo “onee-san” para o fetichismo por irmãs ficar completo.

Curta o anime21 no facebook:

Diferentemente do fetiche por irmãzinhas, a ideia de ter uma “onee-san” se baseia no desejo de querer ser protegido e receber cuidado. Já no caso da relação irmão e “imouto” tem como base a admiração e o respeito. Em ambos os casos (imouto e onee-san) podem ter conotações românticas e até sexual dependendo da obra.

A Miu também interpretaria bem uma sensei

A chegada da nova personagem (Miu) abre um leque de possibilidades para a história, pois a mesma é escritora dos gêneros yuri e BL (boys love), e que agora está interessada em ampliar seus horizontes como escritora. Isso é interessante pois ela pode imaginar várias cenas de conotação shoujo ai e yaoi envolvendo os outros personagens. Além disso, a nova integrante do elenco já começou a colocar sua mente fértil e meio pervertida para trabalhar ao imaginar situações envolvendo a Maika e o Dino. Outra função da Miu na série será a de promover fanservice devido ao seu corpo desenvolvido.

Sobre a sua personalidade, Miu é normalmente calma, mas como todos os personagens apresentados até agora, ela tem alguma faceta escondida, que no caso seria o fato que ela fica muito agitada quando está trabalhando em algum doujinshi ou está tendo delírios criativos.

Maika depois da lavagem cerebral

Focando em outro ponto do episódio, é engraçado ver como a Maika acaba sendo sádica até quando tenta ser gentil com os clientes, e isso acontece por ingenuidade ou até mesmo por distração, como no caso em que ela inverte o pedido do cliente sem querer.

A nossa querida protagonista faz um bom trabalho como garçonete sádica, mas se eu não estou enganado, algum cliente sugeriu que ela fosse mais sádica, e a partir disso veio uma das partes, que para muitos deve ter sido uma das mais engraçadas do episódio, que foi a lavagem cerebral que Maika sofreu por parte de seus colegas de trabalho para ela se tornar uma “super sádica”. Acho eu que depois dessa esquete muitos ficaram com vontade de virarem masoquistas para serem maltratados pela protagonista. Enfim, é curioso o fato do Dino gostar de ser maltratado pela Maika e reclamar quando a Mafuyu o maltrata (o que o amor não faz?).

Por fim, senti falta da Kaho com a sua personalidade tsundere, mas entendo que o episódio tinha que dar tempo de tela para a mais nova integrante do elenco e, claro, dar espaço para a protagonista roubar a cena num episódio de apresentação de um novo personagem. Uma curiosidade interessante é que a Kaho é mais popular por ajudar os outros nos jogos do que por seu trabalho como garçonete tsundere.

Obrigado a todos que leram este artigo e até a próxima!

Comentários