Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, tudo bem?

É evidente que eu não tenho gostado tanto de Death March, certo? Pois bem, devo dizer que o episódio dessa semana foi o melhor até então, levando em consideração que as cenas de comédia realmente me fizeram rir com todas aquelas situações embaraçosas e os momentos mais tensos também foram interessantes. Então, vamos lá?


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Os episódios anteriores se prenderam muito em mostrar coisas pouco interessantes – com certeza o banho no labirinto é o pior – e não é como se isso tivesse mudado este episódio, onde eles ainda vão comer e se preocupa em mostrar como comida de vísceras pode ser boa, e sem cheiro forte, apesar de salgada. Mas sinto que apesar de ser algo pouco interessante, o anime em si não tem tanto o que mostrar e levando em consideração que já estamos praticamente no meio da temporada, é até explicável. Mas, aqui coisas interessantes começaram a aparecer, como a Arisa, que havia aparecido no finalzinho do episódio anterior com a Lulu; ela até parece só mais uma personagem comum, mas veja só, ela tem história, e pela primeira vez em uma hora e quarenta minutos de Death March, eu meio que me importo com alguma personagem. Bom, já é um grande avanço.

Preciso falar que é sim interessante toda aquela parte da história da Arisa e das reencarnações, no entanto, o que realmente me pegou neste episódio foram as cenas de comédia, eu acabei rindo muito até com aquelas duas situações embaraçosas, me lembrou uma cena de Black Bullet em que eu também ri muito. A parte errada é que ela só tem onze anos e é uma escrava sexual, porém, no entanto, todavia… ela é uma adulta reencarnada, e que pôde manter sua memória intacta, bom, menos mal, pelo menos ela é mais parecida com o Satoo, e não apenas mais uma criança usada para cenas com conotação sexual.

A trilha sonora entregou o que deveria ter entregue desde o começo do anime, onde, o que é tenso fica tenso, e o que é engraçado fica engraçado. Concluo que é bem difícil acertar a mão, afinal, levaram cinco episódios para que eu pudesse ter uma sensação ideal para o momento. Bem, pelo menos até onde eu lembro.

Cada vez há mais indícios que o Satoo é o herói que foi invocado ou qualquer coisa do tipo, então, ele realmente é, e o anime vai mostrar isso em breve, ou vão dar um tapa na nossa cara e dizer que tudo que aconteceu e foi dito até aqui não passam de meras coincidências. É, parece mais provável a primeira, pois, se a segunda opção acontecer… eu vou ter que levar mais tempo do que realmente deveria para conseguir escrever minha indignação sem precisar de palavras mais fortes, por assim dizer.

Bom, é isso, foi sim um episódio bem melhor do que os anteriores, podendo revelar algumas coisas interessantes, deixando outras no ar e acertando a mão para conseguir passar a sensação ideal. Espero que isso melhore ainda mais ou ao menos se mantenha como fez neste episódio.

Boa semana. Até a próxima!

Comentários