Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Foi um episódio interessante. Muito interessante. Com um clima mais pesado, tivemos uma espécie de prelúdio. Uma batalha mortal se aproxima e com isso, existem várias preocupações que rodeiam Hiro e seus companheiros. Como cheguei a dizer em algum artigo anterior, o episódio nos entregou algumas respostas e várias dúvidas porém, dessa vez, temos dúvidas mais imediatas e que de certa forma geram outras dúvidas. Vimos umas facetas diferentes da Zero Two e do próprio Hiro e eu me pergunto no que isso vai resultar.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Vi por aí algumas pessoas dizendo que deixaram de gostar da Zero Two. Isso é algo bem tosco de se dizer, afinal, ela sempre foi aquilo que nos foi mostrado nesse episódio: não se importa com ninguém (ainda mais se for fraco), exceto seu Darling. Ela tem uma grande repulsa com esse conceito de ser humano ou não, ela parece ter sofrido com isso de alguma forma. E mais, ela não está errada. Se o Hiro de fato morrer (coisa que não boto muita fé), mostra que ele não era forte o suficiente, apenas isso. É entendível a preocupação da Ichigo com o Hiro porque ele é importante para ela. O pedido dela e sua preocupação excessiva com o fato dele pilotar com a Zero Two tem vários motivos para existir. Ela não é 100% humana biologicamente falando, tem uma fama de matar seus parceiros, não parece se importar com a vida de ninguém além do seu Darling e mesmo com ele, ela não sentirá o impacto de sua morte. Ela parece estar acostumada com isso. E a Zero Two tem razão em dizer que ela está se intrometendo demais na vida alheia. Dizer coisas como “você não é humana” ou “pegue leve com ele”, fazem parte de algo inalcançável para ela como apenas uma colega de equipe. Quem é ela para definir o que a Zero Two é? O que ela é do Hiro para poder se intrometer na relação dele com a Zero Two?

Goro também está preocupado e tem uma atitude similar a da Ichigo. Ele está vendo o sofrimento do seu amigo e quer pará-lo, mas o mesmo não quer isso. Hiro quer continuar se sentindo vivo, não quer perder as asas que lutou tanto para conquistar. Ele sabe que corre um perigo desconhecido que pode trazer sua morte, mas para Hiro, sua definição de morte é diferente (mas também não podemos esquecer que há uma esperança pois o Hiro parece estar tendo uma reação diferente dos outros). E não cumprir a função a qual você foi treinado desde cedo é a morte para ele: “Prefiro morrer lutando e consequentemente cumprindo a função que ditou a minha vida até agora.” E não podemos culpá-lo. Existe vida para alguém como ele nesse mundo? Ele pode ser introduzido na sociedade? Com tantas incertezas assim, quem pode culpá-lo por optar correr tal risco? E com isso, o que lhe resta é apenas confiar na “sorte” de que dará tudo certo ou acreditar que a tal compatibilidade alta que ele supostamente tem com a Zero Two irá ajudá-lo a superar esse problema.

Algo que merece atenção faz parte das referências sexuais e sobre a Zero Two e sua parte não-humana. Eles não sabem como uma relação funciona mas Zorome parece possuir um grande interesse em se tornar um “adulto”. Seu conceito de beijo é algo completamente diferente do que Zero Two apresentou para Hiro, e aí fica a dúvida: até que ponto eles entendem sobre essa parte? A Zero Two como uma boa protagonista também nos mostrou algo interessante: sua tiara funciona como um limitador? Ou o fato dela ter caído não tem relação alguma com o brilho anormal nos seus olhos e chifres? Aquilo é apenas manifestação de sua raiva?

Por fim, mas não menos importante, vocês não acham a Kokoro estranha? Ela é simplesmente muito boa com todos, se preocupa com eles e dentre os casais, ela e seu parceiro são aqueles que têm a melhor relação. Por outro lado, ver o Hiro dando uma de líder também foi interessante. Apesar de tudo ele é um líder natural e todos confiam muito nele e em suas palavras. Destacar a atuação do time como um todo e atrair a confiança de cada um dos integrantes são ações que de certo modo Ichigo parece não ter conseguido tão bem como ele. E o mais interessante disso foi sua atuação em meio às dores e incertezas que rodeiam sua cabeça e também a sua iminente “exclusão”, afinal, ele parece ser diferenciado demais dos outros por conseguir pilotar com a Zero Two. E no fim, fica a dúvida: perderá ele suas asas ou não?

Comentários