Em um episódio sem um pingo de ação, mas com bons diálogos, Beatless reafirma o seu “estado de preparação para algo maior” e introduz devidamente uma personagem enquanto faz literalmente com que qualquer coisa nessa história seja mais útil que a Yuka – é sério, que garota inútil; ao menos é fofa. Sem mais demora, vamos à Bela Adormecida da fofura e a um pesadelo que agora é bem real!

A Shiori assumiu a pose da Methode, descobriu que seu amado prefere uma hIE e foi praticamente coagida a dar uma ordem à robô, o que usando a analogia dos termos de serviço de aplicativos e afins, para mim só evidenciou ainda mais o perigo que é essas hIEs de combate superdesenvolvidas terem consciência – ao menos para a humanidade da sociedade no anime. Não vejo como é possível que essas “máquinas” não tenham “sentimentos” devido aos seus instintos de autopreservação tão grande e as suas atitudes tão audaciosas, e se tudo isso é tarefa de um programador ele deveria ser considerado um “deus” por criar criaturas pensantes tão assustadoramente similares aos humanos.

É oficial, a Methode já é melhor antagonista, e uma de verdade, que a Kouka!

Em seguida a “Bela Adormecida” é melhor apresentada após entrar no colégio do Arato e passar a frequentar a sala dele. Coincidência? Creio que não, já que ela parecia interessada no garoto. Apesar disso, o ponto alto dessa parte foi o diálogo que muito pode dizer sobre a situação pela qual o Arato está passando agora ao se afeiçoar tanto ao seu “objeto”, o reconhecendo como mais importante do que um humano e até entrando em atrito com seu amigo Ryo pela forma como ele vê as hIEs e o perigo a si e aos de sua espécie que pode vir de seus atos afim de proteger a sua queridinha, Lacia.

De olhos verdes, de pele moreninha, de orelhas banais, ela é a fofa maníaca.

Em seguida o que vemos é a Shiori entrando em ação e se aliando às pessoas certas afim de conseguir o que deseja, assim dando chance para que a Methode também consiga a sua “liberdade”. É sério que ainda tem gente próxima a série Lacia que acha que elas são só máquinas seguindo uma programação incapazes de sentir algo? Se fosse assim, duvido que seriam elas a ditarem o ritmo de praticamente toda a história. Por outro lado, a parte em que a Bela Adormecida transforma a Saturnus em “Marriage” e vem de novo com aquele papinho dela de que beleza é justiça – oi Sora, é você? – não me agradou muito e nem acrescentou nada a história além de reforçar a única pilastra sobre a qual se sustenta a personalidade dessa personagem. Só espero que ela não fique só nisso e que a hiE que agora é “serva” dela mostre uma personalidade e um objetivo tal qual aos das irmãs.

Japonês adora garotas fofas e maids, então por que não, né?

A Shiori dá o seu “cartão de visita” aos pombinhos e a rendição amistosa é rejeitada por eles, pondo os dois na direção do conflito, e ao que tudo indica mais uma vez em uma luta com a Methode. Acho que a única coisa interessante a se pontuar sobre essa situação é a evidente manipulação que a Lacia pratica no Arato, fazendo ele comer na palma de sua mão. O garoto chega a questionar se ele não está sendo hackeado, mas de nada adianta essa dúvida agora, pois ele fará sim o que a Lacia disser, contudo, como já bem pontuei anteriormente, creio que isso seja um reflexo da sua personalidade e não de um hackeamento real, pois, de que adiantaria trabalhar desde o começo da obra a ideia de que o garoto vê hIEs como humanos e não objetos se fosse para ele agir assim por indução? Não faria sentido e Beatless pode continuar “robótico”, mas ainda não apresentou grandes incoerências.

Quando você perde o boy pra girl que nem humana é…

De acordo com o preview do próximo episódio teremos muita ação e talvez emoção, o que é bom e meio que “compensa” esse episódio mais parado, ainda que bem interessante e bem escrito, de preparação para algo maior. Espero também que os personagens sejam melhor trabalhados, pois apesar de não cometer muitos erros a execução do anime deixa bastante a desejar principalmente nesse quesito. Talvez eles façam isso para simbolizar que você como humano deve se apegar a essa obra tal qual deveria se apegar a sua hIE se tivesse uma? Duvido piamente disso, mas não colocaria minha mão no fogo e mesmo que seja o caso, acho que essa seria só uma péssima desculpa para não aproveitar o bom material base que se tem em mãos. Enfim, a cabeça da Lacia está a prêmio, é real o pesadelo em que o Arato pode perder a sua adorada Lacia. Estão prontos para acordar para essa realidade? Okay, isso não vai rolar mesmo, mas vou “falar bonito” para fechar o artigo porque sim!

Como diria o Greg, “Cara, ela tá tão na sua”.

Discussão