Para variar um pouco Sakura não teve muitos acontecimentos emocionantes nesse episódio. Para dizer a verdade às vezes parece que estamos em uma eterna repetição do que já passou – com esse sonho interminável com a figura estranha -, que acrescenta quase nada a história de fato. Isso já começou a ser chato pra gente faz tempo, como nós sempre apontamos nas nossas análises deste anime.

Provavelmente em algum lugar existe uma pessoa bem feliz com o caminho que essa história está tomando, e definitivamente não julgamos essas pessoas, afinal cada um se interessa por uma coisa diferente e isso inclui também estilos de história diferentes. Nossas reclamações que são colocadas aqui nem sempre são o que a maioria pensa, mas é um pouco decepcionante quando assistimos vinte minutos de um episódio que no final parece que não nos apresentou nem cinco minutos de coisas realmente interessantes.

Pegue como exemplo o fato de que a novata falou sobre o sonho, provavelmente esse foi o ponto alto do episódio, porém provavelmente nesse momento da história a maioria das pessoas aqui já imaginavam que ela seria de fato a pessoa dos sonhos da Sakura, e mesmo o anime não deixando isso explícito, já é quase certeza. O que nos leva a questão de que até mesmo o ponto alto do episódio decepcionou.

Temos também questões que são sempre apresentadas e nunca se desenrolam de fato os motivos daquilo estar acontecendo, como o caso do Syaoran, que está sempre lá no canto, deprimido e com cara de quem está passando mal. Muito provavelmente ele está assim por não conseguir ajudar muito, mas já está chato isso tudo. Em alguns momentos parece que estamos assistindo somente o anime do cotidiano da Sakura – que não parece tão interessante assim – e em pequenos momentos podemos observar a Sakura que entra em ação de verdade, mas que na verdade não consegue passar de pequenos momentos apenas e isso é frustrante. Ainda defendemos a questão de que se Sakura fosse apresentado em apenas doze episódio teríamos uma história bem mais empolgante, sem tanta enrolação.

Um dos pontos que gostaríamos de ressaltar, é a relação da sakura com a garota nova, Akiho-chan. Nesse episódio é seguro assumir que a Akiho pode não ter uma relação tão saudável como pensávamos. Tanto pelo fato de que ela pode ser – provavelmente é – a pessoa naquele roupão que assombra os sonhos da Sakura. Porém, da mesma forma que a sakura não sabe quem é a pessoa no roupão, a Akiho não sabe quem é que ela está vigiando, aparentemente. Isso é importante porque relações mudam dependendo da outra pessoa. Até agora, a impressão que temos é que a Akiho quer algo que a outra pessoa do sonho dela tem. Porém, como ela não sabe quem essa pessoa é, ela tem uma atitude mais hostil, se ela souber que essa pessoa é a Sakura talvez ela mude de atitude e de idéia.

No geral, o anime até agora tem mostrados pontos interessantes e aparentemente importantes pra história. Mas é aquela coisa, o anime quase nunca se importa de nos relembrar os pontos que ele já apresentou antes. A biblioteca na casa da Akiho aparentemente foi demolida, e aquele livro deve ter sido doado pelo visto. Porque né, RIP. O que eu quero dizer é que não gostamos dessa ideia de fazer Sakura meio episódico e meio história. Não temos nada contra colocar coisas do cotidiano dela no episódio, contanto que a história dê o devido foco às cartas. Porém tem sido o contrário, já que a maior parte dos episódios tem  focado na Sakura e só nela. Parece que a Sakura virou uma youtuber, só falta ela comentar sobre política e fazer desafios.

Infelizmente iremos anunciar que não iremos cobrir Sakura depois desse post. Vários motivos nos fizeram tomar essa decisão. Então essa conclusão provavelmente será a última coisa que vocês irão ler de nós. Chegando no episódio doze não podemos falar que vimos Sakura Card Captors. Sim as cartas são parte do anime, mas infelizmente sentimos que as cartas só estavam lá porque estão no título do anime. O anime foca totalmente em outros aspectos que não deveriam receber tanto foco assim. O que sentimos após ver doze episódios de Sakura é a mesma coisa que ir em um restaurante pedir carne e vir frango.

Discussão