Yume Oukoku to Nemureru 100 Nin no Ouji-sama é mais um dos animes de harém reverso dessa temporada. Essa obra é baseada em um jogo de RPG para IOS e Android, com o gênero puzzle. Teve uma venda consideravelmente boa, e talvez por conta disso ganhou uma animação. O jogo permite que os jogadores experimentem o amor com 100 príncipes que vivem no Reino dos Sonhos, resolvendo quebra-cabeças para acordá-los de seu sono profundo. Essa premissa do jogo dá margem para a premissa do anime, onde uma moça é levada do mundo real para o mundo dos sonhos, e lá ela deverá acordar os príncipes com seu poder, e ajudá-los a vencer os devoradores de sonhos. Vamos à análise do primeiro episódio.

O começo basicamente apresenta um dos príncipes, além de dar uma explicação sobre o que está acontecendo no contexto da história. O mundo dos sonhos foi atacado por uma espécie de devoradores de sonhos, e por isso toda a órbita de funcionamento do lugar está sendo afetada. Então, todos os príncipes que vivem nesse reino dos sonhos se reuniram para enfrentar esses inimigos, porém acabaram sendo derrotados, e todos selados. Essa é basicamente a problemática que será trabalhada na obra.

A parte seguinte é utilizada para apresentar a protagonista, chamada apenas por Princesa. Ela, segundo o mordomo (o coelho falante) é a grande esperança para esse mundo voltar a funcionar, pois é a única humana capaz de fornecer poderes aos príncipes. Um questionamento interessante: e se essa grande coincidência fosse bom para ela? O lado positivo é que ela está conhecendo um mundo novo, e provavelmente disfrutará de muitas aventuras ao lado dos tais príncipes (um sonho e tanto para uma moça, não é?). A parte ruim seria que tudo isso que foi comentado pode se desfazer em um piscar de olhos, assim como começou, então ela teria que retornar a sua vida no mundo real, que provavelmente não parou, e onde terá que enfrentar grandes problemas pela sua ausência, afinal, ela é uma empresária, e por alguns flashbacks deu para ver que é engajada em algumas tarefas.

Em seguida tivemos o que deverá ser o bordão da obra: “Ó sonho, ó luz…” (o final é adaptável). Assim como em Strike the Blood, que usa o seu bordão constantemente, Yume provavelmente a cada cena com ação usará o seu também.

Após despertar o primeiro príncipe e mostrar que realmente possui o poder, nossa protagonista, seguida pelo mordomo e por Avi, foram até a cidade. Lá, convenientemente encontram outro príncipe, que também se juntará ao grupo em busca de derrotar os caçadores de sonhos.

A protagonista, o mordomo, e o primeiro príncipe.

Essa obra por tratar de um harém reverso dará foco em alguns diálogos específicos. Nesse primeiro episódio já tivemos alguns, onde os príncipes mostram bastante desenvoltura perante a princesa, e ela parece já estar se encantando por eles.

A atual equipe. Possivelmente irá aumentar com o decorrer da obra.

Posteriormente tivemos uma batalha que serve mais uma vez para ressaltar o importante poder da protagonista.

O final apresenta aquele que será possivelmente o vilão por trás de todos esses problemas no mundo dos sonhos. Um ponto importante seria o porquê de ele possuir um anel de um príncipe também. Isso com certeza será trabalhado nos episódios futuros da obra.

Os aspectos técnicos: animação está em um bom nível, agradável de se ver. Nas cenas de ação também não deixou a desejar. A trilha sonora também é agradável, mas não é nada de espetacular.

Uma cena muito bem detalhada.

De forma geral é isso. Um anime com harém inverso, que tem a protagonista sendo levada para outro mundo onde príncipes a servirão, e juntos tentarão derrotar os vilões, chamados de devoradores de sonhos. É uma obra com um potencial bom para o público alvo, mas que não deve ter  relevância em números para a grande maioria dos telespectadores de animes.

Discussão