Mais um episódio maravilhoso de Grand Blue e mais uma épica batalha de Iori, Kouhei e seus aliados numa missão aparentemente impossível: deixar a virgindade no passado. Como dizem: o inimigo de hoje é o amigo de amanhã (deve estar errado, me desculpe) e com isso em mente e novos aliados, Iori correu atrás de seu objetivo.

Bons amigos se ajudam, né?

Após o festival era normal que Chisa fosse desejada pelos outros homens ainda mais. Única garota do departamento, musa do festival e dona de uma beleza única, Chisa já fazia sucesso e agora que ela possui um “namorado”, a atenção sobre ela será dobrada. E apesar de inicialmente isso não fazer diferença alguma para ela, a situação de Iori além de ruim está em constante piora por conta de Chisa e sua vingança. Logicamente ela não esqueceu o que aconteceu no festival e mesmo tendo sua vingança de forma rápida e extremamente eficiente, ainda não foi o suficiente e isso é completamente compreensível, afinal, Iori fez ela passar uma enorme vergonha numa situação que ela nem tinha vontade de estar. E apesar da péssima situação em que se encontra, Iori não faz a mínima ideia do desejo que alguns têm de tirar vida do Iori e destruir sua possível relação com a Chisa.

E com essa situação em mãos e num movimento para salvar suas vidas, Iori e Kouhei fazem uma promessa que transforma inimigos em aliados: arranjar um encontro para os virgens da vez. E para manter sua grande e salvadora promessa eles acabam precisando daquela que uma vez foi ajudada: Aina, a perua. Depois de tanta ajuda era óbvio que além da gratidão ela finalmente tinha achado um lugar que realmente poderia fazer parte e nesse caso, o clube de mergulho. E surpresas a parte, o encontro realmente aconteceu. E com isso tivemos batalhas intensas pelas garotas, afinal, num grupo onde temos um virgem extremamente desesperado, um virgem otaku, um pervertido e um que teoricamente está comprometido, não há irmandade alguma e sim disputas acirradas pela melhor garota. Felizmente tudo já havia sido planejado pela Aina e obviamente não daria certo no final mas não deixou de ser extremamente interessante.

Sinceramente eu acho um pouco forçado essa questão toda encima da Aina em relação a maquiagem dela

De qualquer forma, a obra vem mantendo um ótimo nível de risadas e apesar de algumas inconsistências consegue aproveitar as ideias para facilitar o processo. Por fim, fica a ansiedade para ver o que vem a seguir. Mais soldados buscando seu primeiro momento de glória ou apenas a velha rotina de beberrões que exageram nas comemorações? Como Iori irá reagir em relação a fúria de Nanaka? Há salvação para aquele bravo soldado?

  1. Avatar

    AHHH!!! É simplesmente renovador esse anime….Quem viveu a universidade, e eu digo em qualquer parte do mundo, sempre acha nesse anime alguma coisinha para se apegar (fora a comédia que nesse ep. foi de matar o peão!! De tanto rir!!!) . Meu momento “identificação” foi no final do mixer, os caras não “pegaram” ninguém o que a gente faz? Logico! Mais cachaça pra dentro!!! Senhores eu vos saúdo!!!

Comentários