Tinha alguém aí com saudades da série de TV americana que fez sucesso no ramo das histórias de sobrevivência? Se sim, eis aqui sua sucessora espiritual e temática: Sounan desu ka? (“Are you lost?“, na tradução para inglês), que apesar de similar na estrutura, é muito mais leve e “zoeira” em sua execução -, além de ser exclusivamente feminina (o que é bom para quem gosta). Com essa apresentação bateu a curiosidade? Ótimo, então venham entrar na onda dessas perdidas.

O anime conta a história de quatro garotas que ficaram à deriva em algum ponto aleatório do mundo por conta de um acidente aéreo, precisando agora contar apenas com suas habilidades ou a falta delas para sobreviver e quem sabe um dia serem resgatadas – soa tenso, mas passa longe disso.

Gostei bastante da apresentação do elenco, as garotas tem estereótipos próprios, mas acho que sua “líder” consegue usar bem as personalidades comuns delas a seu favor, fazendo assim a comédia funcionar. Asuka é a esportista burrinha; Shion, a bela delicada; Mutsu fica como o gênio aloprado; e Homare assume o papel de chefe tranquilona do grupo, que prefere agir a falar.

A exposição do passado dessa última é bem interessante porque já mostra que o anime, apesar de optar pelo caminho da brincadeira, também pretende se levar minimamente a sério com a ideia das técnicas de sobrevivência da equipe. Os momentos mais instrutivos das cenas são bacanas e conseguem ter uma boa função na dinâmica do episódio – eu mesmo já aprendi algumas coisas caso um dia precise só não sei se funcionam mesmo.

Nem preciso comentar que o instinto de sobrevivência de Homare, embora prático e eficiente, não conhece limites e a inocência e despreparo das demais casa perfeitamente com essa característica, criando momentos bizarros e bem divertidos.

Trechos como o da caça ao peixe e a fuga do tubarão, enfatizam bem o que falei, mas para mim a glória dessa estreia ficou por conta de dois momentos: o xixi hidratante e o primeiro beijo, que foram comicamente antológicos pelas reações de cada uma das protagonistas às ações impensadas da colega – que no final só estava tentando ajudar a seu próprio modo.

Penso que dentro de seus 12 minutos a série cumpre o que promete e gera boas risadas. As garotas são bem divertidas e Homare é maravilhosa, o jeito estoico e a falta de bom senso dela são impagáveis.

A obra conta com um fanservice básico em alguns momentos, mas nada que soe negativo, no geral ela tem um bom potencial a trabalhar nas situações vividas pelas meninas e torço para que consigam explorar bem isso ao longo da temporada -, quem sabe não ganhamos aqui um Yuru Camp da sobrevivência.

Tecnicamente, o anime me parece bem, a arte está bonita, colorida, e o estúdio Ézola consegue fazer um bom trabalho nesse começo. A abertura também é show, com umas dancinhas bem animadas e uma música bem pop para grudar na mente de todos, vale comentar.

Resumindo, Sounan Desu ka? foi uma estreia muito agradável para os fãs do gênero e acredito que possa ser para os não fãs também. Definitivamente acompanharei e recomendo a todos que deem uma chance a essa série que começou com o pé direito.

Obrigado a quem leu e até a próxima!

  1. Avatar

    Não poderia concordar mais com o seu último parágrafo.
    Quando li a sinopse há uns meses atrás, não esperava que me fosse divertir tanto com o primeiro episódio do anime.

    As personagens, junto da arte bonita do estúdio Ézola já venderam o anime para mim. O seu formato de 12 minutos, bem poderia ter mais um pouco, mas isto é uma reclamação chata da minha parte.

    Das quatro protagonistas a Homare é nota 10, o pragmatismo dela no quesito sobrevivência não tem rival, em contrapartida as outras garotas com o seu despreparo e inocência das outras faz um timming cómico muito bom.
    A parte do flashback da Homare, meu deus, que pai aquele que ela tem, depois junta-se a parte da caça onde a Homare diz que os testículos do animal abatido cheiram mal, nem queria acreditar que uma cena dessas iria aparecer. Já não bastando o sonho/flashback estranho da Homare, a cena da urina vendeu mais uma vez o episódio para mim (durante muitos séculos, a urina era usada como desinfectante de feridas, e em casos de emergência dá para hidratar).
    A cena da Homare a comer o gafanhoto a uma velocidade ultra rápida é nota 10 e nota 100 é a troca de saliva entre a Homare e Mutsu (ri muito com essa cena).

    Espero rir ainda mais com este anime.

    Excelente artigo de Sounan Desu Ka JG.

Comentários