Se um é pouco e dois é bom, então depois da primeira parte da lista de 17 animes curtos de comédia sua expectativa deve ser boa para a segunda, né? Ou eu estou enganado e você não tem tempo para esse tipo de anime? Se for o caso a coisa está feia, mas relaxe que quem demora a rir ri do mesmo jeito e mesmo quem ri por último se diverte também, só está perdendo tempo. Sem mais delongas, vamos as indicações!

 

Ani ni Tsukeru Kusuri wa Nai!

Ani ni Tsukeru Kusuri wa Nai!

Shi Mao e Shi Fen são irmãos cuja convivência é um tanto quanto inusitada pelas personalidades opostas, constantemente em conflito, de cada um deles. Em seus três minutos o anime nos mostra várias situações cômicas e cotidianas em que eles se colocam, e como se dão mal no final, já que normalmente a garota sempre sai lesada de algum jeito, enquanto seu irmão já se dá mal de cara, como consequência das besteiras que faz arrolando a irmã e seus amigos igualmente viajados.

Um anime muito criativo que conta com ótimos dubladores e explora bem a vida de adolescentes que curtem zoar uns com os outros.

 

Kiitarou Shounen no Youkai Enikki

Kiitarou Shounen no Youkai Enikki

Kiitarou é um garoto com grande sensibilidade espiritual que ao procurar um lugar para morar encontra Suzu, uma zashiki warashi, e então passa a viver com ela. Atraindo um grande número de youkais, os dias do garoto se tornam cada vez mais divertidos, mas também perigosos, em uma história que sabe como aproveitar as figuras características do Japão em prol da comédia que funciona mesmo com pouco tempo de tela.

Existem animes curtos de comédia para todos os gostos mesmo, a indicação seguinte é prova ainda maior disso.

 

Rinshi!! Ekoda-chan

Rinshi!! Ekoda-chan

Quando se pensa em protagonistas femininas de peso, se deve pensar em Ekoda, pois não tem cidadã que represente melhor a força da mulher do que ela. De forma crua e bem-humorada, a história mostra os desafios diários dessa rainha da vida real que quando cai, é como uma gata, cai de pé.

A moça é cheia de anseios, dúvidas e opiniões sobre a vida, que por sinal é bem difícil para ela, não aliviando em nada. Seu romance é uma verdadeira “roubada”, sua vida profissional é tão instável quanto a bolsa de valores, mas, mesmo assim, ela sabe que não pode se render, independentemente de se dar mal ou não.

Nessa realidade tangível retratada em doze episódios, cada um produzido por uma equipe diferente, é que está a magia desse anime, e com alguém como Ekoda encabeçando isso, Rinshi!! Ekoda-chan é uma indicação mais do que acertada.

Uma mulher real com R de rainha!, resenha de Rinshi!! Ekoda-chan.

 

Otona no Bouguya-san

Otona no Bouguya-san

Aqui temos um anime curto sobre a vida de Kautz, um cara que conseguiu um emprego para trabalhar numa loja de armaduras em um mundo genérico de fantasia. O “problema” é que as armaduras vendidas na loja são “adultas”, se é que você me entende. É junto da simpática Liliana e de tantas outras figuras para lá de excêntricas que Kautz se diverte em um anime paródia que chega até a quebrar a quarta parede e apresentar um ecchi leve, mas não deixa de oferecer o riso a quem o assiste.

Primeiras impressões de Otona no Bouguya-san.

 

Love Kome – We Love Rice

Love Kome - We Love Rice

O arroz é a comida característica do povo japonês e, sendo assim, como não ter a brilhante ideia de criar um anime que celebre tal alimento tão tradicional? Love Kome: We Love Rice é um anime de idols masculino (tendência contemporânea), comédia (algo que nunca sai de moda), e arroz, muito arroz. É tendo como objetivo vencer o “Show da Colheita”, qualquer semelhança com o Show da Fé é mera zoeira, que Nikomaru e seus quatro companheiros de boy band vivem altas aventuras, tendo até que se digladiar com idols de outros alimentos menos tradicionais.

Love Kome: We Love Rice é uma comédia tão absurda e inusitadamente divertida que chego a indicá-la quase tão quanto o próximo anime da lista.

 

Yatogame-chan Kansatsu Nikki

Yatogame-chan Kansatsu Nikki

Yatogame-chan Kansatsu Nikki é um anime que divulga a região de Nagoya. Mas não se preocupe que não é apenas isso, pois durante seus doze episódios é impossível não se conhecer um pouco mais da região, de uma forma interessante e não muito convencional, junto do protagonista, Jin Kaito, um garoto que veio de Tóquio.

Curiosidades sobre doces e salgados, culinária e pontos turísticos são apresentadas nesse anime curto, mas que conta com uma bela pitada de comédia gerada pela interação de um elenco tão divertido, quando variado. E de quebra tem todo o charme, com um quê de regionalismo, da protagonista. A mesma fofura que você pode conferir no protagonista da próxima indicação.

Fofura também é cultura, primeiras impressões de Yatogame-chan Kansatsu Nikki.

 

Inferno Cop

Inferno Cop

Pense no motoqueiro fantasma com farda e distintivo, mas sem noção alguma, e o que você tem é o Inferno Cop, um policial que quer fazer justiça por sua família assassinada e não vai descansar enquanto não prender todos os bandidos da cidade. Um anime edgy por excelência, tão estranho, quanto divertido, que dá vasão a todo o talento para o nonsense do estúdio Trigger. Inclusive, seu protagonista tem uma participação especial na próxima indicação.

 

Space Patrol Luluco

Space Patrol Luluco

Luluco é mais uma obra do estúdio Trigger. Com isso, já dá para esperar algum tipo de loucura, seja ela visual e/ou quanto aos elementos que compõem a história. Essa comédia com muita ação e esquisitices de apenas sete minutos segue a vida de Luluco, uma garota extremamente comum. Sim, ela é comum apesar de viver no local onde humanos e alienígenas coexistem. Isso até um novo aluno entrar em seu colégio e virar a vida da jovem de cabeça para baixo. O anime faz várias referências a outras obras do estúdio, inclusive ao policial mais biruta de qualquer galáxia.

 

Ooyasan wa Shishunki!

Ooyasan wa Shishunki!

Um homem chamado Maeda se muda para um apartamento e fica surpreso ao descobrir que a proprietária é uma garota muito jovem, ainda em idade escolar, e fofa. O clima leve e bonitinho gera uma sensação de relaxamento, além de uma pegada cômica que tempera essa mistura deliciosa de moe e comédia. Se quer um anime rápido e gostoso para relaxar ou só mesmo curtir uma comédia muito leve, Ooyasan é uma boa pedida. Claro, se você não se importar com a comédia “sugestiva” que normalmente não é deixada de lado em uma história em que os protagonistas tem essa diferença de idade.

 

Himegoto

Himegoto

Esse anime é mais do que essencial para aqueles que se interessam pelo universo do cross-dressing, mas, claro, não se incomodam com comédia pela comédia, nem com o uso pejorativo do termo “trap”. Hime é o protagonista da história, um garoto obrigado a se vestir de menina para agradar o conselho estudantil da escola em que estuda e assim ter a dívida de sua família paga. Um jogo de dar e receber no qual Hime sempre se dá mal, mas não é como se você fosse conseguir sair ileso as piadas.

Himegoto é um anime para lá de “excêntrico”, cheio de momentos que vão fazer você se questionar caso esteja se divertindo e muita, mas muita fofura. Uma diversão das mais contestáveis, mas na qual duvido você não “cair” ao menos um pouquinho.

 

Gokujo

Gokujo

Este é um anime curto e divertido sobre uma colegial chamada Aya que se veste como uma Gokujo, um estilo de gal bem chamativo que não tem medo de mostrar a sua sexualidade, se acha o máximo, mas na verdade está pagando micão. O anime também mostra outros tipos de gals em situações que seriam do cotidiano se não fossem tão exageradas, vários momentos que flertam com o yuri e uma comédia escrachada que duvido não conquistar você. Se você ainda não assistiu, saiba que está sendo um peixe fora d’água.

 

Orenchi no Furo Jijou

Orenchi no Furo Jijou

E falando em peixe, não é sempre que um “sereio” aparece dentro da sua casa, correto? Com o Tatsumi esse evento inacreditável acontece, e ele acaba tendo toda sua rotina modificada com a chegada de Wakasa.

O anime nos apresenta um enredo leve e muito divertido que se pauta no dia a dia dos dois rapazes e como eles lidam com as diferenças entre si. Ao longo do tempo eles vão aprendendo coisas novas e aceitando as mudanças decorrentes dessa junção incomum, que ainda conta com outros seres marinhos, folgados e malucos, como visitantes recorrentes na pequena banheira do protagonista.

Qualquer semelhança com um certo quadro ensaboado de programa de auditório é mera coincidência…

 

Fudanshi Koukou Seikatsu

Fudanshi Koukou Seikatsu

Você gosta de yaoi? Você se identifica com o gênero masculino? Então saiba que você é o protagonista desse anime! Fudanshi Koukou Seikatsu acompanha o dia a dia de Sakaguchi, um colegial que é um “fudanshi”, o masculino de fujoushi, amante de BL e yaoi. Sakaguchi vive dias divertidos entre ler o que gosta e se divertir com seus amigos, entre eles uma fujoushi, um gay e um cara que não gosta de nada disso, ou só não descobriu ainda.

Fudanshi é uma escolha mais do que obrigatória se você deseja curtir uma comédia curta, mas muito boa que aborda a sexualidade sem preconceitos e com muito bom humor, afinal, gays não precisam estar sempre no centro da piada para fazer a gente rir.

 

Takamiya Nasuno Desu!

Takamiya Nasuno Desu!

Esse anime é um spin-off do famigerado Teekyuu, sim, o clássico nervoso dos animes de comédia. Na história acompanhamos Takamiya Nasuno, uma das protagonistas do anime original, mas dessa vez focando em sua vida pessoal, regada a muita grana e bizarrices.

Ela seria uma Rainha do Camarote excêntrica? Não exatamente, mas ela com certeza é uma definição de milionária que “queima” dinheiro melhor que qualquer outra que você pode encontrar no Wikipédia, ou nos filmes de Hollywood.

E quanto ao tênis? Isso sequer foi relevante algum dia nesse universo cômico? Enfim, vejam esse spin-off, juntando todos os doze episódios dá um episódio de anime normal, eu só aposto que você não consegue assistir tudo em menos de meia-hora. É tão frenético quanto Teekyuu sempre é.

 

Joshikausei

Joshikausei

Esse aqui é um exemplo interessante de que um gesto vale mais que qualquer palavra. Se utilizando apenas de uma ação silenciosa, ele narra o cotidiano de Mayumi, Momoko e Shibumi enquanto estudantes comuns do ensino médio; não emitindo uma palavra sequer, no máximo uns murmúrios.

O que chama atenção é exatamente a alta aposta feita na personalidade de cada uma, a química do grupo e principalmente a expressividade delas em cada esquete. Indo de situações que vão de uma guerra com um mosquito, até brincadeiras com papel e chuva, Joshikausei sabe como divertir sendo bem minimalista.

Coxas para que te quero, primeiras impressões de Joshikausei.

 

High Score

High Score

Essa é uma daquelas comédias em que a violência gratuita é uma piada. Na história acompanhamos Megumi, uma bela e popular estudante, mas que na verdade é egoísta e violenta. Ela tem um namorado chamado Masamune, mas quebra pau com os amigos também e qualquer outro cara que surgir em seu caminho.

Tem personagens secundários divertidos, uma ou outra piadinha para variar, mas no geral o que se destaca mesmo é o romance meio estranho dos protagonistas e as patadas violentas que a leoa de cabelo rosa desfere. É um anime bem curto e divertido, claro, se você não tem medo de se machucar.

 

Chou Kadou Girl ⅙

Chou Kadou Girl ⅙

Que otaku não gostaria de ter em casa sua musa 2D ao vivo e a cores? Pois é, Haruto obtém tal privilégio e é em torno desse presente que a história gira. Ele é um otaku hardcore e ao ter contato com a figure Nona, sua vida muda completamente, pois ela é cheia de vida, ciumenta e curiosa sobre o mundo real.

Dessa junção surge uma série agradável de acompanhar e cheia de momentos divertidos que exploram a dinâmica de “marido e mulher” entre eles, ao passo em que outros personagens bem insanos, incluindo mais figures, vão somando a comédia e se metendo entre os dois, rendendo toda a sorte de confusões para algo que deveria ser apenas o sonho de qualquer fã apaixonado.

As bonecas que viraram mini gente, resenha de Chou Kadou Girl ⅙: Amazing Stanger.

 

E é vivendo o sonho 2D, ou sentindo inveja do protagonista do anime anterior por ele viver isso, que me despeço agradecendo a todos os meus parceiros de blog sem os quais essa lista jamais teria ganho a vida como as figures do Haruto jamais devem ganhar na vida real. Que lástima, pelo menos nós temos animes e, mesmo sem tempo, animes curtos capazes de nos divertir de montão. Garanto que você pode aguardar ansioso pelo fim da trilogia, pois nem eu sei ao certo o que ele vai nos reservar.

 

Continua 😉…

 

  1. Avatar

    Parabéns a quem montou a lista. Já vi a maioria e os que não vi já os anotei para ver em próximas maratonas.

    Tenho que agradecer a Tamao-chan, por um bom tempo atrás me ter recomendado a ver Gokujo, o anime valeu cada minuto gasto.

Comentários