Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Depois do Adlet ser perseguido de forma implacável pela Nachetanya ele conseguiu provar sua inocência. Contou com um bocado de sorte também, já que mesmo sua teoria estando correta, como provou-se estar, se um só elemento estivesse deslocado ou fosse ligeiramente diferente ele poderia ter dado seu último suspiro como um traidor desesperadamente tentando inventar um álibi. Mas não mudou muito para quem assiste: as duas maiores suspeitas continuam sendo a Nachetanya e a Maura, e nesse episódio as duas fazem por merecer continuar suspeitas. E as citações repetidas à Santa do Sol nos primeiros episódios não foram à toa. Rokka no Yuusha ganha pontos na habilidade “Pistola de Chekhov”.

Curta o anime21 no facebook:

Uma explicação rápida: Pistola de Chekhov é uma regra narrativa que diz que se um elemento é citado em uma cena, ele deve ser usado em algum momento da história. Tem esse nome porque o cara que a formalizou se chamava Chekhov e porque sua forma original dizia algo como “se você disser que há uma arma (em inglês “gun“, pode ser qualquer tipo de arma de fogo, eu prefiro traduzir como pistola, mas se for pesquisar deve encontrar mais facilmente como “arma de Chekhov”) na parede no primeiro capítulo, em algum capítulo posterior ela precisa disparar, se não for para ela disparar a retire dali”. E embora eu tenha dito que é uma “regra” não leve isso à ferro e fogo: histórias podem precisar de despistes e pistas falsas também (em inglês há uma expressão para isso: “red herring“). E Rokka no Yuusha com certeza tem, já que ou a Nachetanya é a sétima, ou a Maura é a sétima, certo? Todas as pistas que apontam como falsa a heroína legítima, seja qual delas for, se revelarão despistes. Por outro lado, pode-se dizer que mesmo um despiste tem função na história, não é? Então não é como se fossem conceitos realmente opostos. O oposto à Pistola de Chekhov é o elemento citado inutilmente, sem função até o fim (tipo o Goldov a maior parte do tempo … estou brincando!).

A Santa do Sol foi citada algumas vezes, principalmente nesses: quando a Nachetanya falou que heróis estavam morrendo e depois quando a Maura contou que ela era a antiga líder do Templo do Sol, cargo que a própria Maura assumiu, e que estava desaparecida (e imediatamente as suspeitas se voltaram contra a Flamie, que negou que tivesse a atacado e muito menos assassinado). Não deve ser coincidência que tenham sido Nachetanya e Maura a falar antes sobre a Santa do Sol! Pois bem. No artigo sobre o episódio 6 escrevi: “Outra circunstância que pesa contra ela [a Maura] é que a supervisora anterior das santas, a Santa do Sol, desapareceu há poucos dias. Talvez ela soubesse o que planejava sua sucessora, ou foi morta em troca de informação sobre o templo e a barreira. A pior possibilidade é que ela seja a oitava e esteja trabalhando junto com a Maura.”. Bom, a Santa do Sol estava trabalhando com os demônios e estava sendo pressionada a isso. O sentido do que eu disse antes se aplica, mas as circunstâncias são suficientemente distintas para que a revelação de sua morte não sirva para aumentar imediatamente a suspeita contra Maura, sua sucessora.

A insistência teimosa da Maura em condenar o Adlet, de querer acusá-lo o tempo todo e ordenar sua morte, de ousar dizer que ele havia preparado esse álibi depois da descoberta do corpo da Santa do Sol, isso sim a torna mais suspeita. Como a Flamie bem ressaltou o Adlet passou por diversas situações de risco de vida e se fosse para usar o corpo da velha como álibi ele teria feito isso antes, senão estaria sob risco de ver todo seu plano ruir caso ele fosse morto. O argumento é forte demais para a Santa das Montanhas, que é obrigada a admitir que errou. Admissão que não a inocenta: não é como se ela pudesse dizer uma palavra diferente daquela naquele momento. Por outro lado, as ações da Maura são coerentes com as de um líder inexperiente sob pesadíssima pressão. Um líder ruim, muitos irão argumentar, mas ainda assim, alguém inocente.

Maura insiste que Adlet é o culpado diante de todas as evidências

Maura insiste que Adlet é o culpado diante de todas as evidências

A Nachetanya foi um pouco pior nesse episódio, na minha opinião, e agora a considero tão suspeita quanto a Maura. Eu já não havia engolido muito bem a forma como ela “enlouqueceu” e agora perseguia feliz o Adlet procurando matá-lo, o tempo todo com um sorriso no rosto (um sorriso assustador, digno do Coringa). Ela se sentiu traída, ok, mas quem se sente traído abusa do sarcasmo como ela fez quando disse que estava esperando o Adlet se arrepender? Possível até é. Se você for uma pessoa predisposta a esse tipo de comportamento, frequente em manipuladores psicológicos por exemplo. Eu acho que uma pessoa normal traída de morte estaria xingando a progenitora do Adlet, e não dando lições de moral ácidas para ele. Mas isso foi o de menos e é bastante subjetivo. O que me pareceu incrivelmente suspeito foi o momento quando o Adlet já estava rendido, morrendo, e ela ia dizer para matá-lo mas cortou no meio. Aquilo me pareceu um impressionante ato-falho. E supostamente ela “percebeu como foi enganada” quando viu Hans inteiro e bem, e embora ela tenha sido algo dramática, não senti nem um quarto do drama de quando ela se sentiu traída. Não esperava algo igual, mas pelo menos proporcional. Pelo menos arrependimento e pedido de desculpas sincero. Mais de uma vez. Lágrimas copiosas se ela for desse tipo de pessoa. Mas me pareceu uma reação apenas burocrática, apenas a reação que ela não poderia evitar ter, assim como a admissão de erro da Maura.

Nachetanya é implacável ao ordenar a morte de Adlet, mesmo ele já estando terrivelmente ferido e dominado

Nachetanya é implacável ao ordenar a morte de Adlet, mesmo ele já estando terrivelmente ferido e dominado

Rokka no Yuusha está bombando, se esse episódio não deu mais pistas para revelar o sétimo, pode-se dizer pelo menos que essa revelação está se aproximando conforme o anime caminho rumo ao final. E a essa altura, a menos que o sétimo queira partir com uma grande “festa”, não creio que ninguém mais vá morrer (exceto, talvez, o próprio sétimo). Semana passada criei um artigo especial com uma enquete para que você leitor vote em quem você acha que é o sétimo. Até o momento em que escrevo esse artigo (3 da manhã, terça-feira dia 15/09) a Nachetanya ganha por boa margem, e a Maura está praticamente empatada com o Goldov (quase todos os votos para “outros” são para ele). Sério, não sei porque vocês desconfiam do Goldov. Não é nem que ele não poderia ser o sétimo, é só que ele teve tão pouco desenvolvimento (teve algum?) que seria uma história de merda se no final o culpado fosse ele. Pior que ele só se o sétimo for o mordomo (que mordomo? Pois é). Confira a enquete abaixo e, se não tiver votado ainda, aproveite! 

Comentários