Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Tivemos um episódio de pouco conteúdo mas com coisas interessantes que precisam ser comentadas, porém os episódios de Nana Maru são sempre assim, não é? O grupo de quiz até agora tem apenas 4 pessoas, mas para se tornar um clube precisam de mais um, e este um provavelmente será a nova menina apresentada a nós neste episódio.

Uma das muitas lições que aprendemos hoje é que quiz não se joga para ganhar, e sim pelo prazer que há na atividade e para derrotar o próprio quiz. Faz sentido, afinal eles precisam sempre aprender mais e mais, e para isso o presidente trouxe um livro com 300 perguntas clássicas. Aprendemos também que há mais de uma maneira de classificar as perguntas de um quiz, uma delas é por “diretas ou paralelas”. O mais comum são as diretas, onde começam com uma pequena dica e o rol de possível respostas vai se estreitando, e as paralelas são as que no meio dela há algo como “mas” ou “porém”. Além disso dão vários exemplos de outras perguntas como as enumeradas, onde a primeira sílaba da segunda palavra é o ponto chave, perguntas de língua estrangeira em que é preciso dar uma resposta baseada no significado original, entre outras e outras.

Quando eles vão praticar, por falta de dinheiro para comprar os botões, usam algo que me chamou atenção pela criatividade, uma calculadora. Mas como usariam uma calculadora? Simples, cada um aperta um número, o que aparecer primeiro determina quem responderá.

A nova personagem é apresentada como um zumbi, morrendo de fome e tendo que comer metade do almoço do Koshi, essa é a mesma que estava na garupa do presidente no começo do episódio. Ela parece ser um daqueles alívios cômicos ambulantes, sabe? Tanto que quando vai fazer uma de suas besteiras a Fukami pega no flagra e protagoniza a primeira prova do amor entre ela e o Koshi.

Quando ela vê, mesmo com o Koshi dando uma breve explicação, o fato dela “não ter comido ainda” (????) faz com que ela comece a correr triste e desamparada, algo que quase nunca acontece, não é? Assim como eu esperava teremos o tempero de um pequeno romance entre esses dois fofos.

Nana Maru, pelo gênero único que carrega nas costas, é um anime que caminha bem devagar. Muito tempo do episódio é dedicado às perguntas e uma breve reflexão sobre elas. Eu gosto dele do jeito que está, é relaxante assim. Eu não faço ideia do que essa menina nova fará no anime; algo relacionado aos aspectos tecnológicos do quiz? Mas eles ainda têm muito tempo para decidir isso, querendo ou não este é um anime de esportes, e eles costumam passar por essa fase de apresentação dos personagens, treinos e aí sim partirem para as competições de verdade, onde vão começar perdendo e depois superarão todos os inimigos.

Beijos gente, até o próximo artigo! <3

Comentários