Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Bom dia!

Nada como mais um episódio de Ousama Game! É um dos meus momentos mais esperados da semana. Sério, de verdade! Ok, mentira. Mas assistir um anime ruim sempre traz como vantagem me tornar mais grato e feliz por cada anime bom que assisto.

E isso funciona entre os episódios de um mesmo anime também. Sim, esse episódio foi ruim, não tenha dúvidas, mas comparado aos dois anteriores ele até que consegue ser algo emocionante. É belo. Uma beleza bastante peculiar, é verdade, mas ainda assim.

Curta o anime21 no facebook:

Mas antes de falar da tragédia da pobre Nami, que ocupou a maior parte do episódio, preciso desabafar: quis arrebentar o monitor com aquela história de ir para a vila “onde tudo começou”. Eu já contei noutros artigos e em comentários por aí, mas conto mais uma vez: Ousama Game não é um mangá, mas três. O Ousama Game original, o spin-off sequela, e o spin-off prequela. O anime está contando a história da sequela. Digo, na verdade até agora contou muito mais a história do original, via flashbacks, mas oficialmente é sobre a sequela e a linha do tempo principal dele é o da sequela. E a prequela é a história da vila que o Nobuaki mencionou. O que lhe parece? Três mangás com histórias distintas, em linhas do tempo distintas, retalhados e costurados juntos! Para quem já leu o original, o que é meu caso, é ainda pior:

O NOBUAKI JÁ FOI ÀQUELA MALDITA VILA NO FINAL DO MANGÁ ORIGINAL! ELE JÁ SABE A VERDADE SOBRE O REI! O que ele espera encontrar lá? Tem mesmo isso no mangá sequela? Não o li, mas se tiver, que morte horrível! Não as do mangá, a do leitor mesmo.

Ok, desabafei, me sinto bem mais leve agora. Estou até de bom humor! O episódio ajudou. Como eu disse, ele foi tocante. Ao contrário dos anteriores em que só o pior do ser humano foi mostrado, e até mesmo muito exagerado, esse teve uma história de amor e sacrifício bonitinha. Claro que isso não é conteúdo padrão para um anime de terror, mas um arco assim é sempre interessante. Pena que seja flashback e que o anime seja tão horroroso tanto em animação quanto em narrativa. Mas dá para entender a ideia do que Ousama Game tentou transmitir, não deu? Pobre Nami! Azar no amor, mais azar ainda no jogo.

Azar? Azar nada, ela foi é burra mesmo. Na verdade a aposta que ela fez foi tão burra que é preciso algum esforço para não considerá-la um furo de enredo. Mas dá para dar esse desconto, eu acho, principalmente quando a história passa voando e não dá tempo de pensar direito, e mais ainda ao se considerar que tem tanta coisa tão pior e tão mais óbvia. Você percebeu que a Nami foi burra também, não percebeu? Foi um plano com tantos defeitos que eu vou descrevê-los no formato lista:

Ideia de jerico

  • Por que todo mundo achou que o Rei iria se dar ao trabalho e ao risco de enviar a mensagem de confirmação imediatamente? Mais do que isso, ele teria que digitar a mensagem em primeiro lugar, não é?
  • Ou está-se dando de barato que as mensagens são enviadas de forma sobrenatural, de modo que nem o Rei teria controle sobre isso? Nesse caso, assumir que o Rei é necessariamente alguém da turma é o que torna a ideia estúpida.
  • Certamente há formas mais seguras de testar quem é o Rei. Alguns alunos já receberam a ordem de dar ordens a outros, até mesmo podendo escolher a quem dar ordens, ou dar ordens para a turma inteira. Nesse caso, bastaria uma ordem como “Quem for o Rei que morra”, ou “Quem for o Rei, revele-se”. As possibilidades são infinitas. Claro, isso depende de haver oportunidade em primeiro lugar, mas dado que o plano inicial, de acordo com os dois pontos anteriores, já era falho além de qualquer salvação, era o melhor que poderia ser feito.
  • A Nami se condenou quando deu a ordem para si mesma. E se condenou de novo quando deixou o Nobuaki preocupado. Por que ele destrói seu quarto inteiro, com várias coisas importantes, a pulseira que ganhou do garoto que ele tentou proteger mas acabou morrendo, por que ele tentou machucar a Chiemi mas ainda assim não recebeu a confirmação de ordem cumprida? Ora, quem já passou por grandes estresses emocionais sabe que é assim que funciona. É uma reação bem comum diante de uma situação atroz pensar “nada mais me importa, abro mão de tudo!”. Percebeu? De tão preocupado com a Nami que o Nobuaki estava, nada mais importava. Assim, ele não estava perdendo nada importante. E foi a Nami quem criou essa situação.
  • Claro que o Nobuaki é bastante estúpido também. Não vi ele ter nenhuma boa ideia até agora. Ele está sempre gritando que vai proteger fulano, que não vai deixar sicrana morrer, que vai ficar tudo bem com beltrano, mas que garantia ele tem, além de nenhuma? Ele já viu que apenas boas intenções e ficar junto não salvam vidas. E eu sei que ele está passando por uma situação muito difícil, mas se ele continuar não conseguindo se controlar pelo menos um pouco vai acabar matando todo mundo. Ah é, é flashback, todo mundo já morreu.

Mas foi bonito e trágico

Enfim, é isso para a semana. Ansioso para descobrir como Ousama Game o fará sangrar pelos olhos no próximo episódio? Eu mal posso esperar!

  1. SPOILER GIGANTESCO DO MANGÁ RESPONDENDO O TÍTULO DESSA REVIEW 🙂

    O rei é um programa de computador de sugestões hipnóticas q foi criado pela Mãe de Honda Chiemi, mas qnd a mãe teve a filha ela percebeu quão bela a vida é e deletou o programa, mas ele se virou contra ela, agora com o jogo do rei o programa busca alguém do mesmo nivel que a mãe para ajudar ele.

    Ria Waifu <3

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Foi sem tantos detalhes, mas esse próprio episódio já revelou isso =P

      E como o anime está modificando algumas coisas, não é de se descartar que o que não foi revelado ainda seja alterado também. De todo modo, fica aí a informação para quem estiver curioso e não se importar com spoilers.

      Obrigado pela visita e pelo comentário =)

  2. ok no mangá não posso dizer que a morte da nami é triste mas não faz o menor sentido ela ter pensado que o rei era uma pessoa depois de alguém morrer de ataque cardíaco depois de receber uma punição bem na frente dela e como no anime eles tiraram a parte do akira iria fazer sentido pensar que o rei é uma pessoa (se o anime não tivesse duas linhas temporais) mas é meio inútil esse episodio fazer o expectador pensar que o rei é uma pessoa mesmo depois de todos sabemos que todos os alunos com exceção do nobuaki estão mortos , só quero dizer que se o anime apenas se focasse no primeiro mangá existiria uma chance melhor do anime ser mais aceito na critica

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Faz tempo que li o mangá, mas me lembro que quando ela deu a ideia, eu acho que achei que fazia sentido sim. Mas meio que já previa que, por qualquer razão, ela não iria conseguir descobrir nada de todo modo. E há diversos outros problemas, enfim. Esse Jogo do Rei é muito arbitrário, muitas regras e ordens fazem pouco ou nenhum sentido. Uma vez passa, duas incomoda, mas depois disso a gente pega raiva mesmo e se desliga completamente da história.

      Obrigado pela visita e pelo comentário! =)

Comentários