Neste episódio, fomos apresentados ao corpo de Okutenku. Digamos que lá ocorra algo semelhante à famosa “Chuva Ácida” que tanto estudamos em Ciências/Biologia. Mas o fato é que tudo transcorreu dentro das “entranhas” de um dos mais poderosos guerreiros de Kingou. Provavelmente, após tanto ódio e perversidade pelo qual passou, o seu sangue foi contaminado com diversas substâncias, não apenas no quesito natural de seu corpo mesmo, mas também por seu vício a opiáceos e pela proximidade mortal de Dakki.

Eu acho que não precisava de tanto tempo no episódio anterior só para saber quem era, na verdade, o dono da sala de brinquedos. Depois do estardalhaço que o protagonista criou, seria impossível mesmo não encontrar alguma pista, porém demorou muito para que algo tão simples fosse descoberto. Sim, Taikoubou brincou com Soutenku para ganhar tempo, mas o que mais ele ganhou foram 10 minutos de jogo da memória para que Gyokuten entrasse em cena, sendo que o mesmo havia descoberto há muito tempo o corpo original do vilão. Achei desperdício, mas cada um enxerga de uma forma diferente.

ACHOOOOOOOOOOOOU!!!

Também fomos apresentados a mais um pedaço da história de Youzen. O fato dele precisar ser carregado por seu instrutor desta vez remeteu a quando Gyokuten o protegeu da chuva. O fato de Youzen mostrar sua verdadeira forma atualmente também remeteu à infância, na hora que seu mestre lhe disse para tentar não mostrá-la a ninguém para não ser perseguido. Com a troca que ocorreu antes, Okutenku se sentiu ensandecido e já quis ir logo para o embate, trancando todos os três dentro de seu corpo tóxico.

Gyokuten não tinha mais forças, principalmente porque os seus ataques não afetaram o corpo de Okutenku e ele estava sendo dissolvido pela chuva ácida criada pelo sangue do inimigo. O mestre que antes era visto como pai aos olhos de Youzen morreu após tanta dor e sofrimento, e mais uma alma foi para o Houshindai.

Mais uma alma foi para o Houshindai. A quantidade de almas que estão indo para lá está aumentando, mas não pensei que ele morreria tão cedo.

É isso. Fim.

Discussão