Olá! Essa semana Kakuriyo no Yadomeshi nos propiciou uma grande viagem pelas memórias de Aoi, mostrando tudo que ela já passou pelo reino Oculto, além de alguns pontos interessantes sobre a identidade da Deusa da sorte (aquela mulher loira que visitou Aoi em seu restaurante). É claro que para manter o padrão semanal tivemos nossa protagonista se metendo em confusão, e também mais um ato envolto do mistério central do anime. Vamos à análise.

A parte inicial tratou da chegada do navio da Orio-ya ao Tenji-ya. Aqui há alguns pontos importantes a serem discutidos e esclarecidos. O primeiro é a questão da máscara que o ayakashi Ranmaru estava usando, esse adereço me fez até certo ponto achar que ele também poderia ser enquadrado como o responsável por ajudar Aoi quando criança, por uns e outros fatos agora vejo isso sendo um pouco incabível. Aquela máscara é normal na região sul. Posso afirmar com certeza que não foi ele? Ainda não, mas deixemos as especulações de lado e voltemos ao que de concreto ocorreu no episódio.

Em seguida conhecemos, ou melhor, revimos Ougon-doujin. Sim, aquela que foi chamada de Deusa da sorte a alguns episódios atrás ao visitar Aoi na dama da noite, e também foi a responsável pela armadilha para nossa protagonista. Mas a história é bem mais complexa do que isso. Na verdade, ela é a fundadora do Tenji-ya, e também atual responsável pelo Oryo-ya, alguém de uma importância notável. A personalidade dessa personagem é obscura, o seu ar prepotente exala (seu olhar e expressões entregam isso).

Ougon-doujin

Qual o objetivo de Ougon-doujin ao visitar o Tenji-ya? Buscar seus empregados, inclusive Genji. Ele era parte de um trato entre Ougon e o Tenji-ya, assim sendo, passados 50 anos trabalhando para o rival, Genji deveria voltar ao Oryo-ya. É nítido que o Rei Ogro não estava satisfeito com essa situação, porém, por algum motivo de força maior não podia mudar o panorama daquilo, e acabou deixando Genji ir sem ao menos protocolar. Esse motivo pode ser meramente o acordo que foi firmado, não descarto que seja apenas isso, pesa o fato também de Ougon ser a criadora do Tenji-ya, mas é aqui que mora o ponto-chave: por qual motivo ela (Ougon) tornou o Rei Ogro o responsável do Tenji? Até que ponto será que vai a relação deles? Essa submissão do Rei Tenji à situação é fruto de algo muito além de um acordo, esperemos os próximos episódios para saber.

O brilho obscuro dessa personagem

Ainda dentro dessa “troca de empregados”, onde Genji estava voltando ao Oryo-ya tivemos mais um acréscimo na novela que vem se tornando envolto do mistério de quem ajudou Aoi quando criança. Agora as evidências parecem gritar por Genji como autor daquele ato. Aoi, ao ver ele colocando a máscara, logo se arremeteu aquele ayakashi que viu quando criança, e ao perguntá-lo, e ele não responder, só reforça o ato de que, supostamente possa ter sido ele. A dúvida  era entre Genji e Tenji, porém o Rei Ogro parece indiferente a tal acontecimento, o que também fortalece Genji na resolução de tal mistério. O que é mais relevante agora é saber no que culminará essa provável descoberta, como o coração de Aoi ficará em relação a Genji… Digo que agora os laços estão muito, mais muito entrelaçados mesmo.

Podemos buscar uma retrospectiva de tudo que Aoi já passou ao lado de Genji. Foram momentos de luta, glórias, tristezas… é muita coisa. Ver os olhos tristes e perdidos de Genji na despedida de Aoi realça o sentimento que ele tem por ela. Ainda tratando dessa despedida, o Rei Ogro mencionou para Genji que ele não esquecesse da promessa feita, deve ser algo que será trabalhado em um futuro próximo.

Essa expressão de Genji, seu olhar, vale muito mais do que palavras.

Quer uma prova da força do laço entre Genji e Aoi? Aoi faz o favor de nos dar isso com uma atitude bem típica dela, de uma irresponsabilidade gigante, e colocando a própria vida em risco. Em seu ato “heroico” e desesperado, Aoi mostra o quão longe ela já pode ir por Genji. Só que dessa vez a sorte não estava ao lado dela. E em alguns segundos Aoi foi atingida por uma magia similar àquela da armadilha que a fez refém na cidade do sul em episódios passados. Esse encanto súbito evidencia a força da magia de Ougon, onde nem mesmo o Rei Ogro pode fazer nada para ajudar sua esposa.

Durante o efeito dessa magia Aoi se viu viajando em suas próprias lembranças. E boa parte do episódio se resumiu a isso. Revemos a chegada de Aoi, até como ela conseguiu conquistar seu espaço no Tenji-ya. Serviu para rebobinarmos muitos momentos agradáveis da obra. A trilha sonora dessa cena foi um ótimo diferencial, conseguiu exprimir as emoções que a cena demandava.  É incrível como a personalidade de Shiro de se meter em confusão se personificou na neta. Será que por algum instante ela achou que daria certo tal ato?

Passado o efeito da magia, Aoi já apareceu no navio do Oryo-ya. Nessa cena Genji mostrou que seus laços com Aoi são realmente muito fortes, a ponto de enfrentar o gerente geral, Ranmaru. Infelizmente não foi dado nesse episódio a resposta de Genji sobre o questionamento de Aoi. Acredito que se fechasse com essa revelação o episódio teria sido grandioso. Mas, não foi dado e terminou apenas com o fato de estar se aproximando do Oryo-ya.

Genji: Super sayajin blue.

Essa foi a análise de Kakuriyo no Yadomeshi, episódio 14. O artigo foi mais curto, afinal, o episódio se prendeu bastante ao flashback  da vida de Aoi no Reiono Oculto. Não que isso tenha sido propriamente ruim, mas não acrescenta em nada no desenrolar da obra. Podemos tocar no ponto de que é uma obra que terá aparentemente 24 episódios e pretende criar momentos de tensão envolta do seu mistério de maior magnitude. Bom, vejamos o que irá ocorrer daqui para frente.

Nunca se sabe de onde pode surgir o amor, da pessoa do lado ou de alguém que vimos pela primeira vez, até mesmo esse sentimento pode se atrelar a um ayakashi. Das profundezas do ainda misterioso mundo para os humanos, chamado de reino oculto, pode surgir um dos mais verdadeiros sentimentos…

  1. Kakuriyo é maravilhoso. Meu favorito da temporada e provavelmente aquele cujo qual mais desejo ler o mangá. Felizmente não serão 24, mas 26 episódios, o que me deixa ansiosa com o quão denso e profundo a história poderá se tornar de hoje para o fim da temporada.

Discussão