Descobrimos bastante coisa sobre a Yuu e sobre a Nanami nesse episódio, indo da famosa “infância conturbada”, até a família da Yuu ser proprietária de uma livraria da cidade, que inclusive gera um momento ultra “cute-cute”.

Também não poderia faltar o desenvolvimento do casalzão da porra nosso lindo casal. Consigo prever que a Yuu vai finalmente declarar seu amor pela Nanami lá para o episódio 6, podem anotar o que estou falando!

Chega de enrolação, vamos ao episódio!

O início do episódio consiste na Nanami e a Yuu curtindo o feriado, infelizmente em lugares separados.

Na verdade, só é mostrado o ponto de vista da Yuu durante o feriado, uma pena, eu fiquei bem curioso em saber como foi a visita da Nanami ao Observatório, mas a Yuu é a personagem principal, então é normal o foco ser majoritariamente nela.

Antes do feriado, Nanami e Yuu acabam indo juntas para a casa, após a escola, e a Senpai acaba perguntando sobre livrarias por perto. Yuu, muito da esperta, acaba levando sua veterana para a melhor livraria da cidade, no caso, a da família dela.

Nanami acaba ficando envergonhada, mas pega um livro e volta para sua casa. Durante o famigerado jantar em família, a irmã de Yuu acaba zoando ele por sua senpai ter visitado a loja, chamando a Nanami de “sua namoradinha”.

Ela acaba não ligando muito e volta para seu quarto depois da janta. Yuu recebe uma mensagem de sua amiga, Natsuki, combinando de sair com seu grupinho durante o feriado.

Elas todas saem juntas e acabam indo ver um filme de romance, após o filme, uma das amigas de Yuu revela que acabou sendo rejeitada, mas que ela não deixaria se abalar por isso, mantendo-se sempre firme e forte.

No dia seguinte, Yuu acaba recebendo algo inesperado em sua casa. Na verdade, recebe “um alguém” inesperado em sua casa.

Faça uma visita surpresa para sua mina!

Nanami acabou lembrando dela em seu passeio e traz um presente para Yuu, um daqueles projetores de estrelas, que normalmente são usados durante a noite para relaxar e dormir.

E a coisinha linda da Yuu adorou o presente.

Os dias de aula seguinte eram os dias de campanha do grêmio estudantil, esse que a Yuu estava responsável pela campanha. O que eu acho legal é que a Yuu não tinha (até o fim do episódio) interesse em participar do grêmio, sendo apenas uma ajuda para a campanha. Isso mostra que a Yuu também pode ser um pouco cabeça dura, mesmo que ela seja bem “soft” em relação a tudo.

Enquanto todos esperavam o início da campanha, Yuu conseguia notar algo diferente em Nanami, uma espécie de nervosismo, mesmo que demonstrado sem querer. É incrível essa demonstração de nervosismo, principalmente por parte da Nanami, que é sempre tida como alguém forte e que encara as adversidades, mas é aquele ditado, ninguém é de ferro (só os irmãos Elric, eles são de ferro mesmo, principalmente o Alphonse).

Namore alguém que te olhe assim.

Yuu pede para ir tomar um ar fresco junto com Nanami.

Já do lado de fora, Yuu acaba “mandando a real” para sua veterana. Incrivelmente, somente a Yuu percebeu o mais que notável nervosismo da morena, que inclusive acaba revelando sobre seu período no fundamental, quando ela tinha notas normais e era bem tímida. Para mudar isso, Nanami acabou tendo uma mudança radical, tanto na aparência, indo de alguém que se vestia de forma mais casual, para uma alguém super bem vestida, quanto na personalidade, que muda de alguém tímida para uma pessoa que está a um passo de ser a presidente do grêmio estudantil.

Yuu acaba ficando encucada com o que aconteceu com ela e procura entender mais sobre sua parceira, mesmo dando uma “bronca” nela por esconder isso, já que não é algo fácil de lidar.

Mas, temos que lembrar que a Nanami não sabe jogar limpo no amor.

Ela acaba se aproximando de sua futura parceira e cede em seus ombros, descansando antes do anúncio da campanha.

Essa frase tem muito significado, só a Yuu sabe disso, só a Yuu consegue ver o lado “frágil” da Nanami, até porque, somente a Yuu não considera ela alguém totalmente perfeita.

Depois dessa cena “iti malia”, elas acabam voltando e fazendo os anúncios de campanha, onde a Yuu acaba dizendo que quer participar do grêmio, graças a Nanami, que inspirou Yuu a tomar essa decisão.

Todo o tom do discurso da Yuu foi bem desenvolvido, já que durante o discurso a favor de sua amada, ela fazia pequenas notas mentais sobre as fragilidades da Nanami, mas que ajudaria ela nisso. Após o discurso, que acaba deixando os ouvintes com a boca aberta, Nanami acaba assumindo o palanque e anunciando sua candidatura.

A cena corta e mostra a chapa vencedora da eleição do grêmio e adivinhem só!

Nanami ganha a eleição!

Em um surto de felicidade, ela acaba declarando o seu amor pela Yuu, principalmente por ter ajudado ela nesse momento.

Depois dessa declaração meio pública de amor, Yuu acaba se perdendo em pensamentos, dizendo que a Nanami é como uma estrela, que ela tem que tocar. Também acaba levantando a bandeira branca para Nanami, aceitando totalmente que quer ficar com ela.

Agora, cabe aos próximos episódios mostrarem como a Yuu vai ficar mais próxima dessa estrela, também espero muito a primeira declaraçãozinha da Yuu, que provavelmente vai ser a coisa mais fofa do mundo todinho.

Esse anime só supera minhas expectativas! Tanto na questão de desenvolvimento de casal, quanto na forma que eles estão desenvolvendo. Não está forçado e “difícil” de engolir, na verdade tudo está tomando seu fluxo natural, agora só cabe esperar a sementinha do amor florescer no coração de Yuu!

 

 

 

(Ler este artigo… Isso te enche de DETERMINAÇÃO!)

~Frisk

  1. Avatar

    Obrigada pela resenha. Eu leio o mangá e devo dizer que tudo nele, seja uma ação despretensiosa, um jogo de sombra e luz ou a ambientação diz muito sobre os pensamentos, e o estado emocional e psicológico dos personagens, entretanto, nem sempre consigo entender. Nesse caso, graças a sua resenha, eu consegui entender o que ela queria dizer em alcançar as estrelas, e que nesse caso tanto para ela, quanto para as pessoas ao redor a estrela é a Nanami.

Comentários