Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Novamente mais um episódio de Boruto mostrando que herdou várias características de Naruto Shippuden. Desta vez nos encontramos com a Srª Enrolação!

Okay, eu sei que estamos no início do anime e que tem muitas coisas por vir, mas esse episódio foi tão enrolado que me faz duvidar da minha fiel rotina de acompanhar Naruto. Também me fez  questionar o porquê diabos assisto a série ( Naruto/Boruto). De todo modo, não saber o real motivo de fazer tal coisa não é novidade alguma para mim. Bebo leite mesmo não podendo e sabendo que é quase um veneno para mim, então por que não acompanharia um anime por mais de  7 anos mesmo sabendo que ele é meia boca?

Assim como os ouvidos do Thunderbout da LBTV sangraram ao ouvir o nome “Metal Lee”, também fiquei realmente incomodado com a falta de criatividade desse nome. Aposto que quem nomeou o personagem estava P da vida e queria sair o quanto antes da empresa. Bater o ponto e ir embora assistir à algum show de Metal ou simplesmente tinha alguma rixa com Rock e preferia Metal.

O episódio inteiro foi de introdução do filho do Rock Lee. Uma introdução bem enrolada e desnecessária para um personagem e – anotem aí – que não irá ter atos importantes no anime tão cedo; é o que aposto. Assim como Gai ou o próprio Rock Lee, não vejo o personagem “roubando” a atenção em um futuro próximo.

Deixando a introdução do Metal Lee de lado, algo muito importante aconteceu nesse episódio. Logo no início nos deparamos com um ser monstruoso que dá a entender que é o responsável pela possessão do Metal Lee nesse episódio e de Dekin no início do anime. Seria esse um novo ser baseado nas Bijuus? Elas receberam vários danos na última guerra e foram utilizadas como armas tantas vezes que não duvido que em algum momento algum ninja maluco, como Orochimaru, tenha criado um novo ser a partir delas. Mas como sempre, nada foi explicado e tudo foi prolongado (leia-se enrolado).

Apresentar itens importantes, como aquele ser no início do anime e novamente o olho do Boruto, além de fazer isso no meio de um introdução de um personagem e ainda por cima não explicar nada, apenas jogar pistas aqui e ali, é enrolação pura! Isso aqui não é um anime de suspense afinal. Já disse no artigo anterior: eu quero luta. Cadê os ninjas de verdade? Cadê os ninjutsus malignos? Cadê o Narutinho dando Rasegan? Cadê a menina Assada e o filhinho de cobra?

Pelo menos nesse episódio novamente tivemos os “aclamados minutos bons que faz valer a pena ver o episódio”. Temari metendo a bronca no Shikamaru e Shikada foi a melhor coisa do episódio inteiro.   

  1. Hm, vou discordar um pouco sobre o anime estar enrolando, pois acho que ele está fazendo justamente o que o Naruto deixou de fazer, que é a construção dos personagens secundários. Pra isso, eles optaram no esquema de desenvolvimento de um personagem para cada episódio. Não é enrolação, mas sim um ritmo lento de narrativa. Enrolação seria o que shippuden fazia, que, mesmo no plot principal, a narrativa caminhava em ritmo de menos de 2 ou mesmo 1 capítulo do mangá adaptado em um único episódio de anime. Aqui os personagens são mostrados (apesar dos furos de roteiro) e algo acontece, não exatamente em prol da trama principal, mas para esse personagens. Só resta saber se toda essa construção será de utilidade no futuro, ou se fará que nem o shippuden e dará espaço apenas para os principais.

    • Até onde me lembro Naruto construiu muito bem seus personagens em Naruto Clássico. E os principais no caso eram todos aqueles ninjas mirins de Konoha, teve um ou outro que foi mais esquecido, mas no geral teve uma boa construção.

      • Disse bem, Naruto Clássico, uma fase que corresponde a menos da metade da história. No shippuden, vários começaram a ser esquecidos em prol de uma trama principal. Por isso que eu acho que eles estão resgatando esse “feeling” do clássico.

      • Mas acho q vc tem que comparar Boruto a Naruto Clássico, já que ambos são os que lidam com o começo da história. Se lançar um Boruto Shippuden contando a fase do Boruto adolescente ai sim poderíamos comparar. Só de ser o inicio de uma nova geração para mim a idéia já era de ser comparado com o clássico desde a sua concepção e não com o shippuuden. E compará-lo com o clássico só está mostrando o quão ruim ele está sendo em vários aspectos.

Comentários