Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

E ae galera, esse é o primeiro anime que eu vou acompanhar, quem por acaso acompanhou To be Hero descobriu que eu gosto de dar chances a animes chineses e esse tem a mesma pegada que To be Hero. Anime mais curto só que é uma aventura estilo fantasiosa ao invés de uma comédia nonsense que no final, estranhamente, teve sentido… enfim, vamos conferir!!!

Ler o artigo →

Bom dia, boa tarde, boa noite! Como vai, tudo bem?

Hoje irei comentar a estreia de Akashic Records. Desde que eu vi a capa do anime e vi os gêneros englobados, fiquei na minha mente que aquilo seria uma espécie de Zero no Tsukaima, pois tem escola de magia, meninas bonitas (a professora então…) e comédia. Acho que após ver esse primeiro episódio, não mudei muito minha opinião, e eu realmente gosto de animes nesse estilo. O único diferencial é que na verdade, quem é o “zero” ou melhor, não faz nada no anime, é o professor substituto da Academia Real de Magia, chamado de Gleen Radars.

Mas creio eu que isso será por pouco tempo. Geralmente quando tem um personagem que é fraco no início, ele pode ter tido algum trauma de infância ou pode ter desistido de ser um mago, embora tenha bastantes poderes. Enfim, isso só saberemos acompanhando o anime até o final. Lembrando que Akashic Records será lançado todas as 3ª Feiras, então programem-se.

Ler o artigo →

Só falta um episódio para Onihei acabar! Bom, na verdade Onihei já acabou, eu que passei a temporada inteira atrasado em uma semana. Talvez eu publique o artigo sobre o último episódio antes da quarta-feira que vem? Não vou prometer nada, mas estou considerando essa possibilidade. Se a correria das estreias me permitir (só assisti duas até agora e estou com algumas acumuladas), quem sabe?

Duas coisas chamam atenção nesse episódio, e pelo menos uma delas tem sido frequente nos episódios mais recentes do anime: o destino cármico e, como o título desse artigo, a responsabilidade.

Ler o artigo →