Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Esta será minhas primeiras impressões de um anime desta primeira temporada de 2017. Assim como o título da postagem já diz, irei fazer breves comentários baseados na minha opinião sobre o episódio inicial de Maid Dragon (eu definitivamente não irei digitar todo o nome do anime), que estreou dia 11, no caso, hoje.

Ler o artigo →

Este artigo será muito breve por se tratar de um anime curtíssimo de duração de dois minutos. Mesmo que Nyanko days seja um anime que será ignorado pela maioria do público, eu enquanto redator deste blog tenho a obrigação de fazer artigos a fim de ajudar o público a estimular o senso crítico para que possa formar uma opinião sobre um determinado anime ou sobre um assunto específico.

Este anime é sobre uma garota solitária que não tem amigos na escola, mas que consegue aliviar sua solidão se distraindo com suas gatinhas de estimação, que são antropomofizadas, e é só isso que acontece durante o episódio, afinal, um anime curto não consegue passar muitas informações. Para que este artigo não fique curto demais, eu queria falar que na vida real existem várias formas de escapar da solidão. Por exemplo, as pessoas, normalmente os jovens, se refugiam na internet, quer por meio de um aparelho móvel ou PC. Existem “fugas” que são muito mais arriscadas como, por exemplo, o uso drogas ilícitas e o alcoolismo.

Nossa! Eu não imaginava que eu iria acabar fazendo um artigo reflexivo sobre um anime curto e bonitinho.

Ler o artigo →

Nessa temporada temos dois animes de ciclismo, sendo um masculino (Yowamushi Pedal: New Generation), e um feminino, que é este que eu irei falar sobre. Na temporada passada tivemos um outro anime de ciclismo feminino chamado Long Riders, que infelizmente teve problemas. Eu espero muito que este aqui não enfrente tantas dificuldades.

Então, caros leitores, eu convido vocês a um passeio divertido sobre duas rodas a partir deste artigo.

Pedalar é uma atividade que pode ser apenas divertida e relaxante, ou pode ser levada mais a sério em busca de premiações e desafios maiores. Neste anime a personagem principal começa do zero, e quando digo do zero é do ZERO mesmo, pois nem saber andar de bicicleta ela sabe.

Neste primeiro episódio acompanhamos a protagonista da história, que se mudou para uma cidade pacata, indo para o seu primeiro dia de aula, e durante o percurso ela acaba conhecendo uma futura colega de classe que a ensina a andar de bicicleta. Pode acreditar, o episódio inteiro foi focado em uma garota que estava aprendendo a andar de bicicleta. Pela abertura parece que elas participarão de competições, todavia, neste episódio de estreia o anime focou apenas em slice of life mostrando só o cotidiano das personagens

A parte técnica está ok, ou seja, não está ruim mas não tem algo que se destaque, e espero muito que não haja problemas na produção igual Long Riders.

Ler o artigo →

O ano de 2016 foi mais um ano cheio de animes para todos os gostos, da comédia ao drama, do terror ao slice of life. Tivemos surpresas agradáveis em relação a animes que não esperávamos nada, em contrapartida nos decepcionamos com animes que esperávamos muito. Enfim, neste artigo eu irei comentar minhas expectativas para o Tsuzuku Awards, que é uma premiação aos melhores (ou piores) de 2016, da qual o blog Anime21 está participando como convidado.

Ao todo o Tsuzuku Awards é composto por 40 categorias, no meio de tantas categorias não tem a minha categoria preferida que é a de melhor anime moe, em que vários jurados irão escolher os melhores de cada uma. Eu não costumo ser exageradamente crítico em minhas avaliações, e digamos que eu tenha um gosto um pouco diferente da maioria do público. Eu convido vocês, meus caros leitores, a me acompanharem nesta avaliação. Apesar da premiação ter uma quantidade grande de categorias eu não irei comentar todas elas.

Ler o artigo →