Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Mais uma vez, prazer. Eu me chamo Alyson Silva e, como eu havia dito no meu texto de estreia no Anime21 (as primeiras impressões de ACCA), eu ficarei encarregado de escrever para o site primeiras impressões de animes das temporadas e resenhas geralmente sem spoilers de animes fechados mais antigos.

Para estrear esse novo bloco de resenhas no site, eu começarei com Joker Game, da temporada de Abril/Primavera 2016. A intenção é que eu vos traga, PELO MENOS, uma resenha quinzenalmente às 17h de sexta-feira, podendo também surgir uma ou outra resenha aleatoriamente entre duas resenhas já programadas.

Agora vamos ao que interessa!

Ler o artigo →

Sendo sincero, percebi que realmente não sei fazer boas introduções. Eu sempre fico enrolando para no máximo dar umas quatro linhas. Na verdade, acho que essa encheção de linguiça até mesmo atrapalha a qualidade da introdução — que já não é das melhores — sendo assim, acho que a partir de agora serei mais curto e direto, pois desse jeito é mais difícil de errar. Neste 3º episódio de Maid Dragon, tivemos: uma tsunami de novos personagens, “mudanças” e — já de praxe — muita comédia.

Ler o artigo →

ACCA não sabe bem o que faz consigo mesmo pra dizer a verdade. O que diabos é o Jean? Por que eu ligaria pra quantos cigarros ele fuma? Qual o problema de um golpe de Estado que vai tirar um príncipe retardado que claramente vai destruir o Estado e começar uma guerra civil independente de tudo? Grossular o escolheu como bode expiatório para se tornar um falso intermediário sem motivo algum? E se sim, por que diabos botar o Crow para observá-lo se já sabe que ele na verdade não passa de um bucha? Pelo andar da carruagem temos muitas perguntas que se somam e poucas respostas mesmo com o contínuo infodump episódico que recebemos.  

Ler o artigo →