Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Sem dúvida a Pierrot está apostando alto neste anime. Ela o iniciou de um modo que jamais esperava. Bateu no peito e disse: “Aqui é Pierrot”. Esperava por muitas coisas no primeiro episódio de Boruto, porém, aqueles primeiros segundos do anime realmente me deixaram espantado. Deixou muita gente espantada.

No meu primeiro artigo para o blog, fiz alguns comentários sobre o que aguardava para a série anime de Boruto. Hoje, ressalvando que irei desconsiderar totalmente o mangá, evitarei ao máximo comparações de mídias diferentes, estou aqui novamente vindo falar do anime!

Curta o anime21 no facebook:

É moda começar uma história pelo meio ou fim, é o que diga NisiOisiN, autor de Monogatari Series. Mas, é necessário muita garra e domínio sobre o roteiro de sua história para realizar algo do tipo, principalmente quando se tenta apostar alto como aconteceu nos primeiros segundos de Boruto. Isso de fato é perigoso, afinal convenhamos: a possibilidade de tal cena acontecer tão cedo é rara e isso pode acabar gerando muitas expectativas que correm o risco de não serem atendidas.

Mas este episódio revelou algo importante: os principais acontecimentos em Boruto, possivelmente, serão em torno dos movimentos Pós-Quarta Guerra, contra a Aliança Ninja e os Anti-Ninja. Só espero que aconteça mais ação e menos conversa sobre o passado ou no mínimo debates mais elaborados.

A animação está realmente boa, o design e a estética realmente me agradaram. Muitos criticaram a semelhança do design dos personagens da nova geração com a da antiga, mas é justamente isso que torna o design deles bom. Alguns personagens são uma cópia de seus pais, o que torna o design sem criatividade, mas convenhamos: é muito fácil saber quem são os pais do personagem da nova geração e através disso é possível já saber quais são as principais características do personagem devido ao fato de que a nova geração tem muita semelhança com a antiga. Sem sequer saber o nome do personagem ou nunca tê-los visto antes, você já consegue identificar de quem esse personagem é filho, e se conhecer bem os seus pais, já consegue identificar alguns traços de sua personalidade. O design funciona! E a semelhança das personalidades da nova geração com a antiga, creio eu que seja um meio de ficar com pé atrás, fazer diferente, mas já aproveitar o que funciona, não modificar demais o que já existe; fazer tudo de novo no novo.

Algo que me chamou muito a atenção foi a estética realmente condizente com o público novo que ela quer alcançar: os jovens. É moderno e o mundo Ninja está passando por um processo de modernidade, a estética tornou tudo ali natural. Se no design eles dispensaram o uso da criatividade, compensaram isso trabalhando um pouco mais na estética.

Totalmente pop e moderno, mas isso não é muita novidade, afinal as openings de Naruto também sempre foram muito boas

Boruto, sem dúvida já mostrou a que veio, assim como Naruto, para se tornar um novo ícone pop. O que nos resta é aguardar pelo próximo episódio e torcer para ser bom ou melhor que esse primeiro episódio .

E você? O que achou desse primeiro episódio de Boruto?

Comentários