Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Para que Zero pudesse recuperar o seu grimório, ela precisaria da ajuda de alguém. Então ela consegue ajuda do Mercenário, mas ele como bestial e ela como bruxa são incompatíveis, ou seja, para eles formarem um acordo, ela tinha que oferecer algo muito vantajoso para ele, enquanto o Mercenário tinha que ser obrigado a confiar nela para ter seu desejo realizado. Com essa breve recapitulação sobre o começo desse anime, eu quis mostrar que sem a confiança seria impossível os personagens iniciarem a jornada em busca do Grimório de Zero.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Essa parte do episódio foi engraçada, pois tanto o Mercenário quanto o Albus pensavam que a  Zero estava sendo envenenada, mas essa reação dela era apenas porque o doce que ela comeu estava delicioso

Confiança, intimidade e amizade são coisas que vêm com o tempo. O grupo formado pelo Mercenário, pela Zero, e pelo Albus, precisariam dessas coisas para manter-se unido e forte. Até aqui eles já passaram por várias situações, desde perseguições numa vila intolerante a bruxos, até passeios divertidos numa cidade. Isso tudo serviu para fortalecer as relações entre eles que a essa altura da história era para ser sólida como uma rocha, entretanto nós vimos que existe uma fragilidade.

Interessante ver que o Treze não precisou de força e muito menos de magia para colocar o Mercenário contra a sua contratante. Tudo foi na base da manipulação graças às dúvidas que o homem-tigre ainda tinha em seu coração. O encontro entre a bruxa e o bestial na parte final do episódio é tenso, mas ao mesmo tempo discreto. Facilmente o roteiro poderia ter transformado essa parte em um grande drama, mas não fez isso, porém as reações dos dois passaram a tensão necessária. O temor e a fúria do Mercenário contrastou com a decepção da Zero ao perceber que o Treze havia colocado dúvidas para o homem-tigre. Essa cena para mim foi a melhor desse sexto episódio.

Ainda falando em confiança, temos a situação do Albus que se sentiu traído pelos protagonistas. O jovem bruxo confiou na Zero e no Mercenário, achando que eles fossem aliados. É verdade que eles não queriam fazer mal ao garoto, embora fosse necessário omitir certas informações.

Conversa entre o Treze e o Mercenário

Achei que faltou impacto no momento em que é revelado para o Albus que o seu grupo não é tão bom e justo quanto ele imaginava. Para que os Feiticeiros de Zero pudessem ter conhecimento sobre magia a fim de ajudar os bruxos, foi preciso que alguém roubasse o livro que foi escrito pela Zero, matando os bruxos que viviam na caverna, da qual só ela e o Treze escaparam.

Eu tenho certeza que a bruxa e o bestial confiavam no Albus, mas como já disse antes, eles precisavam esconder certos detalhes. Agora é só aguardar para ver o que vai acontecer com o jovem bruxo.

Achei curioso que o embate do episódio anterior entre os bruxos com apelidos de numerais terminou de forma inusitada graças a uma interrupção para fazer uma refeição. De certa forma isso foi cômico pois parecia que a luta entre os dois era séria. Depois disso só veio diálogos e nada mais.

Achei esse episódio divertido, embora nem tudo tenha funcionado de forma perfeita, mas fiquei curioso para saber como irá ficar a situação do bruxo Albus e de como o Mercenário irá se reconciliar com a Zero e restabelecer a confiança.

O treze conseguiu fazer com que o Mercenário ficasse contra a Zero

  1. Este episódio de Grimoire of Zero, foi um pouco melhor que o episódio que o antecedeu, mas ainda assim foi um episódio médio. Começando pelo início do episódio, nada melhor que começar o episódio com uma bela luta, oops enganei-me, o Treze e a Zero pararam a sua luta, por causa de uma refeição, eu até li as legendas duas vezes, para confirmar se tinha lido e ouvido bem, o motivo de parar a luta a meio. Mas passando à parte da refeição, esta só serviu para amenizar o clima conflituoso do episódio anterior, teve a sua graça e tal, mas podia ter sido uma parte mais séria. E o coitado e irritante do Albus, ele pensava que o Mercenário e a Zero estavam do lado dele, pobre ingénuo. A Zero nunca disse que o ia ajudar, nem ensinar nada, ele é que interpretou o riso dela na primeira vez que se conheceram e achou que ela o fosse ajudar. O Albus foi muito ingénuo, em pensar que a Zero e o Mercenário o iam ajudar na sua jornada. Passando à Zero, ela esteve muito engraçada durante o jantar, o Mercenário e o Albus a pensarem que a comida estava envenenada e ela não parava de comer, os bruxos são mesmo seres que merecem ser estudados.
    Passando à conversa entre o Treze e o Mercenário, estava na cara que ia dar mau resultado. Desde já, no preciso momento que o Mercenário entrou na sala do Treze, ele estava condenado, aquele fumo era uma droga, muito famosa na idade média, que deixava uma pessoa totalmente sem noção da realidade. O Mercenário estando drogado, foi facílimo para o Treze o manipular a seu belo prazer.
    Tive pena da Zero, ela confiava no seu mercenário, com quem fez um pacto de sangue. Notou-se que ela ficou magoada por ver que o seu mercenário, tinha dúvidas em relação a ela e essas mesma dúvidas é que fizeram o Mercenário se voltar contra ela.
    Estou curioso, para saber o verdadeiro efeito da poção que o Treze deu para o Mercenário. Mentiroso e manipulador como o Treze é, nunca na vida aquela poção, vai transformar o Mercenário em humano.
    Como sempre, mais um excelente artigo de Grimoire Of Zero Flávio.

    • Flávio

      O motivo da luta ter parado foi no mínimo inusitado. Apesar de estarem juntos em uma jornada o Mercenário desconfiava da Zero. O Treze apenas manipulou essa dúvida e a usou contra o bestial.
      Obrigado pelo comentário!

Comentários