Gundam Build Divers em sua estreia entregou um bom trabalho, dando um gostinho do que será a obra no futuro. Primeiramente, acho necessário citar que a obra lançou um episódio 0, que é um ótimo introdutor ao mundo do anime, no qual são apresentadas as regras da liga principal do campeonato da GBN, mais especificamente, o campeonato de Gunpla Force é apresentado o sonho do protagonista, que é conseguir chegar a essa liga. Resumindo recomendo-lhes assistir esse episódio, é um grande guia da obra.

A obra começa entregando batalhas muito consistentes no mundo virtual que é apresentado, com a animação/design de personagens bem-feitas, agradáveis de ver. O design de mechas também é bom, não deixa nada a desejar. As coreografias de lutas no geral são bem esquematizadas, não são extremamente elaboradas, mas no geral seguem uma boa linha. O ponto chave para essa construção de batalhas ter sido tão boa e ter me chamado bastante atenção foi a trilha sonora, ela primorosamente acompanhava o desenrolar das lutas, dando um tom heroico e redentor, algo que gera emoção no público e que é muito importante em cenas de ação.

Nessa mesa virtual, é explicado as regras do campeonato.

Juntando esses aspectos técnicos que citei e uma direção boa, a obra chega a um ponto que acho muito importante, que é gerar pontos de clímax.Em animes de ação acho essencial isso, ajuda a te prender ali, faz você se apegar ao protagonista e sentir a luta, realmente navegar na cena. Além do clímax de suas lutas, é dado um mistério inicial quando a personagem de cabelos azuis aparece,em que de alguma forma esta personagem não volta ao ponto de controle, junto do protagonista e seu amigo. Não acho que vai ser da natureza desse anime criar muitos pontos de mistérios, mas ao menos nesse primeiro episódio, ficou esse no ar.

Dos demasiados personagens apresentados na obra não há muito a destacar de nenhum, apenas o protagonista. Ele é carinhosamente chamado de Riku por seu amigo e quando for me referir a ele, usarei esse apelido também. Bom, o que me chamou atenção nele foi o fato de me fazer recordar meu espírito sonhador do passado, aquele brilho nos olhos, uma vontade gigante de realizar um sonho, mesmo que barreiras apareçam ou que isso pareça algo impensável para alguém jovem como ele, Riku mantém seu sonho e vai em busca dele. Fica a dica do protagonista e a minha também, se tiver um sonho lute por ele!

Riku,sonha em chegar na final do campeonato GBN.

Retomando a análise, em um contexto geral, esse anime apresentou um tom bem alegre, motivador, algo comum para obras voltadas a um público mais jovem. Dificuldades sendo apresentadas ao protagonista, ele prontamente lutando contra elas e as superando, mesmo que o adversário dele fosse alguém mais experiente, acostumado a fazer novatos de vítimas.Ele sofre, mas vence. Acredito que essa é a linha que obra quer seguir e provavelmente será mantida até o final.

Um ponto diferente nesse anime é a forma com que os mechas de brinquedo, montados pelos personagens na vida real, transcendem para dentro do jogo. A personalização fica a critério daquele que irá pilotar a máquina, podendo misturar peças para formar seu robô e partir para batalha no mundo de realidade virtual.

esse boneco, posteriormente ira ser o mecha do protagonista.

Considerações finais sobre a estreia de Gundam Build Divers: Se você, caro leitor, gosta de batalhas de robôs,ambiente de jogos de realidade virtual, um protagonista de espírito sonhador e valente, e, além disso, curte obras com um foco mais direcionado para o público infanto-juvenil, com uma animação e direção boa, Sim! Essa é uma obra da temporada recomendada para você acompanhar.

Discussão