Hanebado! é um dos novos animes que essa temporada nos trás. Feito pelo estúdio LIDENFILMS, o anime trata sobre um esporte pouquíssimo conhecido aqui no Brasil, o badminton. Com um belo visual e uma história aparentemente interessante, Hanebado! já se apresenta como uma bela opção de anime para acompanhar nessa temporada.

Como comentei no parágrafo anterior, tivemos uma história que aparenta ser interessante. O episódio focou em um problema (apesar de apresentar outros) e o desenvolveu sem precisar resolvê-lo, ainda que isso possa acontecer no próximo. Esse problema é de Aragaki Nagisa, uma praticante do esporte que num torneio é simplesmente surrada por sua adversária e acaba sofrendo um impacto negativo por conta do resultado. Alguns meses se passam, acompanhamos o dia a dia dela em seu clube escolar e vemos que mesmo após um tempo ela ainda está com feridas do acontecido. Ok, de fato foi uma derrota extremamente dura que impactou sua vida em vários aspectos: sua confiança, seu esforço com o objetivo obter conquistas e o surgimento de um fantasma em seu passado acabam atrapalhando seu futuro. E o anime retrata bem tudo isso ao mostrar as atitudes dela em relação a suas companheiras de clube e até mesmo sua postura num simples treinamento.

Por outro lado, acompanhamos a nova vida escolar daquela que é ninguém mais ninguém menos que a carrasca de Nagisa. Hanesaki Ayano acaba de iniciar seus estudos num novo colégio e simplesmente não quer saber de badminton. O que talvez pode ser um probleminha nisso tudo é que seu novo colégio é simplesmente o mesmo de Nagisa. Com isso, o anime já nos mostra dois problemas paralelos e interessantes por si só: a perdedora que teve seu mundo virado de cabeça para baixo e a vencedora que possui algo que a faz fugir do esporte. Entre elas, está um ex-profissional do esporte que possui grandes planos para o clube de badminton do colégio, ou seja, pode apostar que teremos fortes emoções nesse que é simplesmente um esporte milenar.

Podemos concluir que Hanebado! possui uma temática interessante com duas personagens femininas e um esporte não tão comum (ao menos para nós, brasileiros) porém muito legal de se assistir e jogar (ao menos parece). Visualmente o anime é muito bonito e o tratamento que dão ao esporte parece ser mais sério, o que é algo extremamente positivo. Como comentei anteriormente, já que a primeira impressão é a que fica, posso dizer que vale sim a pena acompanhar para ver no vai dar.

  1. Este primeiro episódio de Hanebado, foi incrivelmente parecido com que os trailers do mesmo mostraram. Nunca pensei ver o Lidenfilms fazer uma animação tão boa e detalhada, como fez nas partes de jogo e das partes de treino neste primeiro episódio de Hanebado. O design geral dos personagens está muito bom também, o design mais sério dos personagens foi um excelente toque por parte dos designer.
    Deixando de lado. o meu espanto com a qualidade da animação que este episódio teve, a história de Hanebado parece que vai ser bem interessante. Quero ver como a Nagisa e a sua frustração irão lidar com a entrada da Hanesaki, a carrasco que teve um vitória suprema sobre a Nagisa no jogo do começo do episódio. A Nagisa pode ter parecido bruta e rude para com as colegas de equipa, durante os treinos pós derrota, mas ela de certa forma tem os seus motivos, tirando a frustração dela, ela tem a noção que nasceu sem talento e para suprir essa falha ela tem que treinar a todo o momento, deixando de lado a felicidade que tal desporto (neste caso badminton) lhe poderia proporcionar. Já a Hanesaki é a prova de que um talento natural pode ser um contra, ela mesmo ganhando a Nagisa por larga margem, ela não ficou feliz nem eufórica com a vitória, e aquele questionamento dela no final desse jogo e o choro para aquela foto de uma possível amiga ou algo mais,pode ser indicador de um pouco de drama.
    Em relação às outras personagens, gostei bastante da amiga de óculos da Nagisa e da amiga da Hanesaki também. Achei interessante mostrarem não só a parte do clube de badminton como a parte do clube de ténis, o capitão do clube de ténis é parecido com a Nagisa, ele não tem talento natural, tudo o que ele conquistou foi com o seu esforço e dedicação, até que surgiu um prodígio e o humilhou (mas o capitão não desiste e isso é de valor).
    Aquele treinador do clube de badminton é mais uma piada que outra coisa, espero ao menos que ele sirva para aliviar o clima tenso, quando a Nagisa e a Hanesaki estejam a se enfrentar.
    Em relação ao badminton, eu já joguei e não é um desporto tão fácil como parece, além de exigir uma condição física boa, ele exige uma excelente coordenação motora e visual (como se viu no jogo entre a Nagisa e a Hanesaki).
    Como sempre, mais um excelente artigo Kiraht.

    • Opa, muito obrigado. Sinceramente eu tenho um grande interesse no esporte desde as olimpíadas do Rio quando eu assisti a maioria das partidas. Até procurei por lugares onde praticar aqui em São Paulo e mas acabei não indo (por enquanto).
      Quanto ao anime, eu também fiquei impressionado com a qualidade mostrada. Na partida inicial, as gotas de suor, os mínimos movimentos muscularese as expressões estavam de tirar o fôlego. Acabei não me aprofundando nessa questão da diferença das duas e seus dramas por esperar o próximo episódio e ter mais detalhes em mãos mas sua análise inicial vai de encontro com aquilo que penso. E o clube de tênis atiçou o meu interesse após tanto destaque e sinceramente espero ver mais sobre eles (principalmente o capitão)

  2. As Olimpíadas do Rio foram muito boas, sendo que a mesma me fez relembrar a época em que eu pratiquei o lançamento do peso e do lançamento do dardo (estes dois desportos, recomendo imenso, é muito divertido).
    Eu fiquei especialmente interessado pelo clube de ténis (desporto a que nunca fui bom, perdia todas as partidas), mas o drama do capitão e o novo prodígio desse clube tem tudo para fazer um equilíbrio com a tensão do clube de badminton.

    • O drama dele é um contraste interessante em relação a situação das garotas do badminton. Acho que se bem utilizado será uma grande adição para o anime.
      Infelizmente eu nunca joguei tênis (no Brasil geralmente jogamos apenas 4 esportes no colégio: futsal, basquete, vôlei e handball) mas acho que não teria tanta dificuldade XD.

      • Aqui nas aulas de educação física joga-se de tudo, sendo o futebol, voleibol, futsal, basquetebol e andebol os desportos principais. Mas também dá para jogar ténis e badminton caso o colégio tenha campo próprio para isso e por último os desportos mais temidos (pelo menos para mim) o atletismo e a ginástica artística.

      • No meu colégio do ensino fundamental nós tínhamos uma época onde apenas fazíamos treinos físicos e alongamentos. Ah, e por ser um colégio japonês nós fazíamos radiotaiso (basicamente exercícios matinais) ou algo assim. Não é um esporte propriamente dito mas era uma atividade física ao menos

      • Eu cheguei a ter aulas de educação física (extra-curriculares) com um professor luso-japonês, o senhor era muito gente boa, mas caiu no erro de querer fazer radio-taiso e tiro com arco (com arco japonês e arco ocidental), com a classe em que fiquei, o resultado final não foi dos melhores. Aqui, no meu tempo de colégio, toda a aula de educação física começava com alongamentos e ginástica, depois passava para o jogo da queimada e só depois os exercícios principais. A única coisa que eu mais odiava nas aulas de educação física era a parte da dança.

      • No fundamental também tinha alongamentos e partes de um treinamento normal antes do jogo de fato. No ensino médio eu podia escolher o esporte (acabou sendo apenas basquete porque o pessoal do futebol era bem chato) e simplesmente jogávamos na aula inteira sem alongamentos e nem nada

Discussão