Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, pessoal! Aqui estou eu de novo, Tamao-chan, trazendo mais um artigo de Uchouten Kazoku.

Este episódio não deixou de ser menos interessante que o anterior. Assim como temos o pai que nega viver com humanos e tanukis e ainda por cima não voa por causa de um certo acidente, temos um filho que renega o mesmo com todas as forças e recusa ser um tengu. O caso de orgulho na família do professor Akamada não é de hoje, e sabemos como todos de seu tipo são. Não aceitam ajuda dos outros, são extremamente egoístas, não aceitam que outras espécies podem ser tão inteligentes quanto eles, e têm orgulho de voar pelos céus. Ainda bem que temos um ou outro tengu que aceitam os outros como são, e conseguem conversar de igual para igual.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Mas não é só disso que trata o episódio, não senhor. Também somos apresentados a um ilusionista que faz de tudo pelo entretenimento, e também ao Ayameike-san, um tanuki ancião. Porém não temos muitas informações sobre ele, já que Yasaburou foi arrebatado por sua destreza. Como era de se esperar, Uchouten Kazoku apresenta mais uma gama de personagens peculiares que complementam a história em si. Os dois novos, Nidaime e o Tenmaya, o ilusionista, são o oposto um do outro. Nidaime é um tengu orgulhoso que, no passado, perdeu uma luta para o seu pai, e hoje, pelas coisas que soube, não o aceita mais, e renega todas as suas origens, se questionando sobre o que realmente é ser alguém de sua espécie, e o ilusionista, que também vimos muitos fatos curiosos.

Sobre o Tenmaya, a princípio Yasaburou o confundiu como um tengu, afinal ele “sabia” voar, não é mesmo? Mas o fato de conseguir enganar um tanuki tão esperto quanto o personagem principal da trama e que herdou o sangue idiota do patriarca da família Shimogamo foi uma tarefa até que simples para ele. O terceiro filho de Shouichirou foi enganado duas vezes no mesmo episódio, apesar de sua destreza (ou que fingiu tê-la para conseguir tirar aquele bendito humano daquele lugar onde era proibido construir um lugar onde se faz ramen), e enganar um tanuki já acostumado a realizar diversas transformações foi algo assustador para o personagem.

O que deixa a trama ainda mais sinistra é aquela pintura sobre o inferno que Ayameike-san desenhou. Como ele não gosta muito de desenhar obrigado, esse pedido lhe foi tão peculiar que aceitou por certa quantia, e ainda tenta proteger com tudo o que tem para que o ilusionista não ateie fogo. Foi dado detalhes que pediram para que desenhassem o humano no quadro, pendurado em uma corda, onde demônios se encontravam embaixo. Sabendo que o personagem morre de medo do que o quadro representa (e essa cena me lembra muito o filme Sarusuberi: Miss Hokusai), Yasaburou resolveu se transformar em um Aka Oni (demônio vermelho) para assustá-lo, e ele mesmo que acabou tomando um susto com uma arma apontada para a sua cabeça (parece ser de mentira, pois o humano é um ótimo ilusionista).

E parece que esse humano conhece mais personagens que deveria, como o professor Yodogawa, que foi banido do Clube da Sexta-feira por burlar a tradição do cozido de tanuki do final do ano, e também todos os tanukis que poderia conhecer. Provavelmente deve conhecer o professor Akadama e seu filho Nidaime, e tentar enganá-lo, assim como a Kaisei consegue enganar o Yasaburou por toda a primeira temporada até hoje, não será uma tarefa muito fácil.

E neste episódio teve abertura! Sim! E mostra todos os ícones da cultura japonesa, assim como os personagens principais e os seus novos coadjuvantes também! Ainda não sabemos qual foi a relação entre a Benten e o Nidaime no encerramento, porém acredito que tenha a ver com aquela batalha que ele teve com o pai anos atrás. Enquanto muita gente vai surgindo, a mulher que atrai atenção de muitos homens está em um cruzeiro. O que acontecerá no episódio seguinte?

Muito obrigada por quem acompanhou o artigo, e até o próximo! o/

  1. Pode parecer fútil, mas a parte que mais me entreteve foi a conversa do Yashirou a perguntar-lhe ao Yasaburou sobre o seu casamento com a Kaisei xd (isso porque eu queria muito ouvir as próprias respostas do Yasaburou <.<)

Comentários