Kakuriyo no Yadomeshi, nessa semana entregou seu melhor episódio desde o seu começo. Proporcionou um grande tour pelo reino oculto, amadureceu o desenvolvimento do relacionamento de seus personagens principais e, além de tudo, deu a deixa do seu mistério inicial que deverá render um grande embalo a história.

Em sua primeira parte, tem alguns aspectos muito bons a serem destacados. A animação nos proporcionou um grande desfrute da paisagem do reino oculto, a trilha sonora tradicional japonesa novamente realizando uma função sublime. Agora os pontos com relação ao desenrolar da história: foi explicado como é divido o território do Reino oculto, definido o valor de suas regiões e seus representantes. O tempo de pagamento da dívida de Aoi também foi estipulado.

A relação de Aoi e o Rei Ogro também foi fortalecida, novamente o Rei tenta mostrar para sua noiva prometida, que ele tem uma boa personalidade. No entanto, algo que me chama atenção no Rei Ogro é que ele apesar de expor ser uma boa pessoa, em algumas de suas falas,sempre cutuca o fato de que Aoi é humana e que o prato preferido dele seria esse… Com isso fica um tanto complicado estipular com certeza as verdadeiras intenções do Rei após tornar Aoi sua esposa.

A relíquia sagrada que Aoi ganhou do Sr.Matsuba veio a calhar, tirando ela da situação de perigo que sua “rival” no amor lhe proporcionou. É possível notar que a senhora anfitriã fará de tudo para evitar a aproximação de Aoi e o Rei, a ponto de praticamente selar a morte de Aoi ou de tentar fazer isso, já que seu plano não foi bem-sucedido. Dá para ver que ela não se aterá a limites.

Suzuran, essa foi a nova personagem apresentada no episódio dessa semana, traços bons, tradicionalidade japonesa muito presente nessa personagem, desde suas roupas até o instrumento que ela tocou (sangen) são muito valorizados na cultura tradicional japonesa. Sua relação parental é com o gerente da loja do Rei Ogro (ou Tejin-ya termo também utilizado), ela é irmã mais nova do gerente.

Suzuran

Em sua segunda metade, Kakuriyo deu mais foco para o desenvolvimento da relação dos protagonistas e em ajudar a nova personagem a resolver o problema que estava envolvida. Mostrou ainda a senhora anfitriã tomando uma bronca altamente merecida, pois além de abandonar seu posto de trabalho, tentou matar a pretendente a esposa do Rei.

Vamos à parte final do episódio, onde a revelação que tanto aguardava veio à tona, mas que a história resolveu ainda não dar o devido foco, logicamente por conta de ser um anime de 26 episódios que irá tentar desenvolver tudo de maneira calma e detalhada, é normal que esconda um pouco o jogo em seus episódios inicias.

Pois bem, vamos à revelação. Em meu artigo de primeiras impressões deixei elucidado um mistério que a obra nos deu, que seria acerca de um Ayakashi dando comida para Aoi enquanto criança, e de cara um palpite me surgiu.Com a voz, mesmo que turvada, dava para notar uma sonoridade parecida, ficou quase (note a expressão, nunca se sabe, a obra pode querer me tapear) explícito que o Ayakashi que teve aquele contato com Aoi foi Genji, o nove caudas. Essa constatação se deu a partir de um diálogo entre ele e Aoi, no qual ele sabia do quanto ela gostava de uma comida, no caso Curry e Arroz, essa informação ela cedeu ao ayakashi que apareceu naquela noite, não teria outra forma dele saber, senão por conta daquela revelação.Então entrelaçando tudo, Genji seria resposta para o mistério.

Toda essa discussão acerca dessa cena.

Recobrando novamente meu artigo de primeiras impressões de Kakuriyo, mencionei que poderia vir de Genji uma grande reviravolta na obra. Aoi quando parar para analisar, interligar os fatos, notoriamente perceberá tudo, assim sendo, deverá construir sentimentos por Genji, o que poderia implicar em uma disputa entre o Rei e o Aprendiz por Aoi, algo que julgo ser realmente interessante para o decorrer da obra. Esse parágrafo faz parte de uma especulação para o futuro da obra, se for concretizada ou se não for também, farei questão de frisar em artigos futuros.

Enfim, essa foi a análise do episódio três de Kakuriyo no Yadomeshi, que conseguiu entrar algo acima da média do que foi em sua estreia e segundo episódio. Espero que a obra consiga manter a consistência e explorar gradativamente os pontos de romance, assim se tornando uma obra ainda mais agradável para o público.

Nunca se sabe de onde pode surgir o amor, da pessoa do lado ou de alguém que vimos pela primeira vez, até mesmo esse sentimento pode se atrelar a um ayakashi. Das profundezas do ainda misterioso mundo para os humanos, chamado de reino oculto, pode surgir um dos mais verdadeiros sentimentos…

Discussão