A frase que está no título é a única coisa que consegui tirar como moral do episódio. Mas também teve uma crítica social muito boa: a procura de um padrão de beleza. Todo mundo sabe que muitas mulheres procuram várias formas de se manter belas, como o uso excessivo de maquiagens, diversas formas de dietas para emagrecer e, como foi o foco do episódio, cirurgia plástica. MAS não foi uma cirurgia qualquer, foi uma ESPÍRITOPLASTIA!

Acredito que muita gente que vê Gegege no Kitarou se identificou de alguma forma com a Kirara, ou pelo menos viu a situação dela em algum lugar. Um dos exemplos que consigo lembrar por ora é da Sawako de Kimi ni Todoke que, apesar de ser gentil, as pessoas têm medo dela por causa de suas expressões faciais. No caso da Fusano, suas feições parecem sempre zangadas e cansadas, fazendo com que sofra muito bullying.

O seu rosto era um motivo de desentendimento e bullying.

Não é só isso, como o amor da sua vida, o cantor Yusuke, estar tão perto, mas ao mesmo tempo tão longe. Apesar deles se gostarem em segredo (ou nem tanto assim, porque ela enviou cartas pra caramba), as fãs dele não permitiam com que se aproximassem. O problema que encontrei no episódio foi a Fusano ter seguido uma pessoa que nunca viu na vida para fazer uma cirurgia totalmente nova no mercado. Claro que ela se animou logo quando a velha que havia visto se tornou uma mulher voluptuosa e lhe garantiu um rosto mais belo. E também é claro que Nezumi Otoko tirou uma casquinha da situação.

Mas, como sabemos, tudo o que é de graça até o santo desconfia. Fusano não ficou apenas bonita, como também sem rosto um tempo depois. Como era um rosto de alguma pessoa morta, logicamente que o preço ia ser alto. Esse caso aconteceu com outras meninas também que queriam uma beleza estonteante, e o jeito de conseguir o rosto de volta era colocando o antigo, a não ser que quisesse se tornar um youkai.

E aquela confissão de amor de Yusuke foi maravilhosa. Na verdade, Fusano só parecia ser frustrada, mas acredito que a sua gentileza e coração bom lhe trouxeram algo que toda mulher de autoestima baixa quer: um espírito tão bondoso que lhe traga feições mais bonitas.

 


 

O youkai que apareceu neste episódio:

Zunbera:

Parece que é outra youkai que foi criada exclusivamente para o anime. Como o episódio mostrou, ela é uma mulher obcecada pela beleza, e atrai as mulheres que se sentem da mesma forma, prometendo o rosto mais belo que jamais viu. Porém nem tudo o que parece bom serve para nos ajudar. Porque vejam só: a obsessão de Zunbera de conseguir um rosto bonito foi tão grande que ela se matou bebendo mercúrio. Que tenso!

Afinal, o que você faria em prol da beleza?

 


 

Noppera-bou:

É um youkai sem rosto. E algumas criaturas que ficam com medo se transformam em um Noppera-bou para assustar os humanos que parecem perigosos. Eu coloquei esta informação aqui porque todas as mulheres que fizeram a espíritoplastia ficaram sem rosto, e o youkai que não identificaram no episódio se chama Noppera-bou.

Fusano em seu momento Noppera-bou!

 


 

Muito obrigada por ler até aqui, e nos vemos no próximo artigo! o/

  1. A temática deste episódio foi bem direta ao ponto, mesmo não tendo as mesmas camadas vistas em outros casos, este é bastante comum: o que realmente é a beleza para uma pessoa? Sou das que veem o interior mais importante que o exterior; fui por muitos anos, alguém que dificilmente importava em ficar apresentável às pessoas. Tive um caso muito curioso quando fiz meus quinze anos e dei uma festança, uma pessoa que sempre me via sem grande grado no jeito de vestir, ficou chocada em me ver quase como uma noiva no aniversário, pois achou que a festa seria algo simples, não uma festa de quinze anos.
    Quanto a personagem Fusano, fiquei meio sem jeito quanto ao final vê-la bonita, achei que ela tinha voltado atrás, foi bom saber que foi engano. Amando este anime e suas análises, até mais!!!

    • Tamao-chan

      Oi, Escritora!
      Eu nunca me preocupei muito com a beleza (só hoje em dia eu me preocupo de usar uns batonzinhos), mas a minha mãe e a minha irmã que se preocupavam disso por mim (e ainda se preocupam, é estranho). Teve um dia que eu ia toda simples para um almoço do curso de inglês que fazia e a minha irmã me arrumou toda. Eu parecia uma boneca (e detestei, sério) e as outras pessoas ficaram comentando que pareciam mulambas do meu lado. Foi bem angustiante.
      Acredito que a Fusano, antes de se tornar famosa e tudo, queria mostrar para as outras pessoas que era bonita, e ninguém a compreendia. Com a mudança no final, acho que tanto no seu interior, quanto no exterior, ela acabou mostrando isso, principalmente porque os seus sentimentos foram correspondidos de certa forma. O que me assustou mesmo foi a história da Zunbera. Ela é a demonstração perfeita de todas as mulheres doentes pela sua beleza.
      Acredito que o culto à beleza é um tema muito em alta hoje em dia, e o anime representou muito bem.
      Muito obrigada pelo comentário! 😀

Comentários